Você está na página 1de 6
‘Cémara Legislativa do Distrito Feder=! Gaile Patera coDepdad)PeGOPOS way rggy PROJETO DE LEI N® DE 2007 (Do Senhor Deputado PEDRO PASSOS - PMDB) jt s para rogielo & 6a ie pesermer, CaF © Om Dispoe sobre a criagdo da modalidade ml J) O2LON wl 10 —te de unidade de_—_conservaclo Fine (Pts: denominada Reserva te Protecto Sustentavel, no Ambito do Distrito Federal, e da outras providéncias. A CAMARA LEGISLATIVA DO DISTRITO FEDERAL decreta: unidade de conservacio denominada Reserva de Protecio Ep Art. 1 Fica criada, no Ambito do Distrito Federal, a modalidade de Sk Sustentavel pn neo ‘Art, 22 As Reservas de Protecio Sustentavel tém por objetivos: 1 - servir como area de cultivo de exemplares da flora nativa do cerrado, em que seja possivel o reaproveitamento econdmico do produto extraido das especies’ II = incentivar 0 cultivo de plantas e ervas nativas do Cerrado que tenham propriedades medicinais, farmacéuticas ou ave possam ser utilizadas em ajardinamento e decoracio de interioresi Il permitir 0 desenvolvimento da agricultura sustentével, organica ¢ ecologica’ IV ~ conciliar a protecao ambiental com o desenvolvimento de atividades antropicas que tenham por fim a exploragao de atividades de turismo, lazer ecolégico e de outras com finalidades de social e econdmico: (Camara Legislativa do Distrito Federal ite Paranensr do Depte Ps Pass V ~ facilitar a manutencao de espécies da fauna nativa do Cerrado, nas areas rurais em que sejam desenvolvidas atividades agricolas: VI- servir como local de reserva de sementes: Art, 3? As Reservas de Protectio Sustentaveis podem ser criadas em imoveis pablicos e privados, em areas rurais que apresentem propriedades que justifiquem a compatibilizagao entre a utilizactio para fins contemplativos ou econdmicos e a exploragio racional dos ES Art, 42 Nas reservas de Protecao Sustentiveis, observadas as restrigdes de uso do Plano Diretor de Ordenamento Territorial, serio f S43} incentivadas, dentre outras, das seguintes atividades: iB Se -caltivo de plantas e ervas farmactuticas e medicinais: | T= lazer ¢ turismo ecoloxico, tais como passeios através de trlhas, campings, oficinas de agricultura sustentavel e outras: IIL cultivo de hortifrutigranieiros sem 2 utilzag3o de agrotoxicos: TV - construcao de orquidarios e estufas para 0 cultiva de espécies nativas do cerrado que possam ser utilizadas em jardinagem, decoragto de interiores e arborizacéo urbana: V = eriagio de espécies da fauna nativa e exbtica, para fins de comercializagio, co a realizagao de plano de manejo especifico, devidamente aprovado pelo érazio competente: VI constructo de parques de pesca: VII - operagio de pequenas usinas de separacio e reaproveitamento de materias reciclaveis: VIII - projetos agro~florestais IX ~ atividades ligadas a pesquisa cientifica: a aa CGT EF PTR. WSR FT CAmara Legislativa do Distrito Federal Gna Panera o Dette Ps Passes X - construcdo de hotéis, pousadas, restaurantes, clubes, templos. spa‘s e outros estabelecimentos, cuja operacao contemple a fru dos recursos naturais do local. de provocar poluicdos g IIl~ 0 desmatamento em media e larga escalat z Qe! IV ~o plantio, em média e larga escala, de espécies exdticas: = V ~ 0 desenvolvimento, em media e larga escala, da aividade | pecuaria e de monoculturasi VI -— a introdugiio de exemplares da fauna exotica, com excecao da hipétese prevista no inciso V do artigo 3% Vil - qualquer forma de exploracao irracional dos recursos hidricos existentes. Art, 6% As Reservas de Protecdo Sustentavel podem ser eriadas em areas em que jé estejam implantados nécleos rurais ou coldnias agricolas, devendo, neste caso, haver a adequacao dos planos de utilizacao ao disposto nesta Lei. Art. 7 Para a criagdo de Reservas de Protecao $ stentaveis em iméveis de dominio privado, nao havera a necessidade do Poder Pablico proceder a respectiva desapropriagio.