Você está na página 1de 8
‘Cémara Legislativa do Distrito Federal atin Partner do Deputado Pos Pass nso PROJETO DE LEI N° DE 2007 (Bo Senhor Deputado PEDRO PASSOS - PHD3)

, e@ seus recipientes; Iv - medicamentos fitoterapico: produto farmacéutico cbtide por processos tecnologicamente _adequados empregando-se exclusivamente matérias-primas vegetais, com finalidade profiléticas, curativas, paliativas ou para fins de diagnéstico V - embalagem: recipiente, envoltério, invslucro ou qualquer outra forma de protecao, destinade a envasar, proteger, manter, cobrir ou empacotar especificamente os produtes de que trata esta Lei; VI = rétulo: identificacao impressa ou litografada, bem como dizeres pintados ou gravados a fogo, Fresséo ou decalques aplicados diretamente sobre recipientes, vasilhames, invélucros, envoltéries ou qualquer outro material de acondicionamentos VIZ - farmicia: estabelecimento de manipvlacdo de formulas magistrais e oficinais, de comercio de drogas, medicamentos, insumos farmacéuticos e correlatos, compreendendo o de dispensagio e 0 de atendimento privativo de unidade hospitalar, ou de qualcuer outro equivalente de assisténcia médica; VIII - drogaria: estabelecimento de dispensacéo © comercio de drogas, medicamentos, insumos farmacéuticos © correlates em suas embalagens originais: IX - ervanaria: estabelecimento que realiza dispensacao de plantas medicinais; X = dispensacdo: ato de fornecimento ao consumidor de drogas, medicamentos, insumos farmacéuticos, plantgs medicinais e correlatos, a titulo remunerado ou nao; ‘Camara Legislativa do Distrito Federal Gato Patan Depo Peso Pass ME - formas farmacé! cas elaborada: disposicées externas que se dio aos medicamentos para facilitar a administragio e dosificagio de agentes tezapéuticos, caracterizadas pelo estado fisico de apresentacao, constituida de componentes farmacologicamente ativos e de adjuvantes de tecnologia. Art. 3° S80 passiveis de produgdo e comercializacto aquelas matérias-primas vegetais inscritas na Farmacopéia wrasileira, no vodex e outros tormularios aceitos pela Comissio de Revisdo da Farnecopéia do Ministério da Saiide e aquelas objeto de fublicacées bibliograficas etnofarmacolégicas da_—_utilizacao, documentagées técnico cientificas ou publicagées em revistas indexadas. Paragrafo unico. Somente so admitidas para srodugao © comercio regulado por esta Lei matérias-primas vegetais sem histérico ou relato de toxidade. art. 4° As matérias-primas vegetais devem ser comercializadas isoladamente, néoassociadas ou misturadas com outras plantas medicinais, respeitando a parte usada e critérios sanitérios preconizados nas Farmacopéias, Formularios ¢ legislacéo vigente. Art. 5° E vetado 0 uso de quaisquer adjuvantes de tecnologia nas matérias-primas vegetais objeto desta Lei. aditivos ou Art. 6° A dispensacéo de matérias-primas vegetais 6 privativa de farmécias, drogarias, postos de satide © ervanarias, observados 0 acondicionanente adequado ea classificagao botanica. REE RT RF TTT CET Ta