Você está na página 1de 2

"A tica daquelas coisas que todo mundo sabe o que so, mas que no so fceis de explicar, quando

o algum pergunta".(VALLS, lvaro L.M. O que tica. 7a edio Ed.Brasiliense, 1993, p.7) Segundo o Dicionrio Aurlio Buarque de Holanda, TICA "o estudo dos juzos de apreciao que se referem conduta humana susceptvel de qualificao do ponto de vista do bem e do mal, seja relativamente determinada sociedade, seja de modo absoluto". Alguns diferenciam tica e moral de vrios modos: 1. tica princpio, moral so aspectos de condutas especficas; 2. tica permanente, moral temporal; 3. tica universal, moral cultural; 4. tica regra, moral conduta da regra; 5. tica teoria, moral prtica. Etimologicamente falando, tica vem do grego "ethos", e tem seu correlato no latim "morale", com o mesmo significado: Conduta, ou relativo aos costumes. Podemos concluir que

etimologicamente tica e moral so palavras sinnimas. Vrios pensadores em diferentes pocas abordaram especificamente assuntos sobre a TICA: Os pr-socrticos, Aristteles, os Esticos, os pensadores Cristos (Patrsticos, escolsticos e nominalistas), Kant, Espinoza, Nietzsche, Paul Tillich etc. Passo a considerar a questo da tica a partir de uma viso pessoal atravs do seguinte quadro comparativo:
tica Normativa tica Moral Baseia-se em princpios e regras morais fixas tica Profissional e tica Religiosa: As regras devem ser obedecidas. tica Teleolgica tica Imoral Baseia-se na tica dos fins: "Os fins justificam os meios". tica Econmica: O que importa o capital. tica Situacional tica Amoral Baseia-se nas circunstncias. Tudo relativo e temporal. tica Poltica: Tudo possvel, pois em poltica tudo vale.

Concluso: Afinal, o que tica? TICA ALGO QUE TODOS PRECISAM TER. ALGUNS DIZEM QUE TM. POUCOS LEVAM A SRIO. NINGUM CUMPRE RISCA...