P. 1
Relações lexicais

Relações lexicais

|Views: 4.119|Likes:
Publicado pordvernuccio3007

More info:

Published by: dvernuccio3007 on Oct 31, 2009
Direitos Autorais:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PPT, PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

04/21/2013

pdf

text

original

Termos Linguísticos

As relações entre palavras

Esquema das relações entre palavras
Relações entre palavras Relações semânticas

Hierarquia

Inclusão

Equivalência

Oposição

Relações fonéticas e gráficas

Homonímia

Homofonia

Homografia

Paronímia

Relações semânticas

• • • •

de hierarquia de inclusão de equivalência de oposição

Relações de equivalência
sinonímia
– total
– Relação de equivalência semântica entre duas ou mais unidades lexicais que reenviam para o mesmo referente.
• Duas unidades lexicais são totalmente sinónimas quando são substituíveis, uma pela outra, em todos os contextos.
• Duas unidades lexicais são parcialmente sinónimas quando, ocasionalmente, surge a possibilidade de se substituirem uma pela outra, num único enunciado isolado.

– parcial

Relações de oposição
• antonímia
– Relação de oposição entre o significado de duas unidades lexicais que apresentam, em comum, alguns traços semânticos permitindo relacioná-las de forma pertinente.
• Exemplos: grande / pequeno; quente / frio; subir / descer; jovem / velho.)

Relações de oposição
• antonímia
– contraditória (oposição complementar) pares de palavras onde existe
uma relação de exclusão e de implicação recíprocas. Exemplo: vivo / morto;

– contrária (oposição graduável) pares de palavras entre os quais são
possíveis níveis intermédios. Exemplo: frio / quente, bonito / feio;

– conversa (oposição conversa) em que a inversão da frase obriga à

comutação dos termos. Exemplo: João é filho de Maria / Maria é mãe de João.

Relações de hierarquia

• hiperonímia • hiponímia

Hiperonímia
• Relação hierárquica de inclusão semântica entre duas unidades lexicais, partindo do genérico (hiperónimo) para o específico (hipónimo), sendo que o primeiro impõe sempre as suas propriedades ao segundo, criando assim, entre eles, uma dependência semântica.
– Exemplo: O termo meio de transporte impõe as suas propriedades semânticas aos seus hipónimos : autocarro, avião, comboio, metro, barco, etc.
• Um hiperónimo pode substituir, em todos os contextos, qualquer um dos seus hipónimos; o contrário não é possível.

Hiperonímia

Hiponímia
• Relação hierárquica de inclusão semântica entre duas unidades lexicais, partindo do específico (hipónimo) para o genérico (hiperónimo), sendo que o primeiro, para além de conservar as propriedades semânticas impostas pelo segundo, possui os seus próprios traços diferenciadores.
– Exemplo: O significado de gato implica o significado de animal.

Hiponímia

Relações de inclusão

• holonímia • meronímia

Holonímia
• Relação de hierarquia semântica entre duas unidades lexicais; uma denota um todo (holónimo) sem impor obrigatoriamente as suas propriedades semânticas à outra, considerada sua parte (merónimo).
– Exemplo: Carro estabelece uma relação de holonímia com volante, sem porém lhe impor as suas propriedades.

Meronímia
• Relação de hierarquia semântica entre duas unidades lexicais, uma denotando a parte (merónimo) e criando uma relação de dependência ao implicar a referência a um todo (holónimo), relativo a essa parte.
– Exemplo: A unidade lexical dedo (merónimo) implica a unidade lexical mão (holónimo).

Relações fonéticas ou gráficas
• • • • Homonímia Homofonia Homografia Paronímia

Relações de homonímia
• Propriedade semântica característica de duas unidades lexicais que partilham a mesma grafia ou a mesma pronúncia, mas que conservam significados distintos.
– Exemplos: Existe homonímia entre: canto (verbo cantar) e canto (substantivo masculino).
• Cabo, nora, fio, são…

Relações de homofonia
• Propriedade semântica característica de duas unidades lexicais que possuem a mesma forma fonética mas significados diferentes.
– Exemplos: passo / paço; sem / cem.

Relações de homografia
• Propriedade semântica característica de duas unidades lexicais que possuem a mesma forma gráfica (homógrafos), formas fonéticas idênticas, mas conservando significados diferentes.
– Exemplos: copia (verbo copiar) e cópia (substantivo masculino);
• Domestica / doméstica; sé / se; este / Este…

Relações de paronímia
• Propriedade semântica característica das unidades lexicais com sentidos diferentes, mas com formas relativamente próximas.
– Exemplos:
• • • •

emigração / imigração; previdência / providência; cumprimento / comprimento; conjectura / conjuntura.

Resumo global
Relações entre palavras

Relações semânticas

Hierarquia

Inclusão

Equivalência

Oposição

Relações fonéticas e gráficas

Homonímia

Homofonia

Homografia

Paronímia

You're Reading a Free Preview

Descarregar
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->