Você está na página 1de 2

Universidade Federal Fluminense Curso de graduao : Educao Fsica Disciplina : Esportes e Jogos l

Resumo

Aluno: Erick do Prado Soares

O texto comea fazendo uma crtica forma tradicional do colgio em ensinar as crianas. O autor pe em pauta a questo dos alunos ficarem estticos nas salas de aula e a maneira como isso ruim para os mais novos, que assim que se deparam com isso estranham muito, pois antes dessa fase, passaram a maior parte do tempo se movimentando, correndo e brincando. O autor chama ateno para a necessidade de se juntar corpo e a mente e de introduzir a cultura infantil no ambiente escolar, e deixa claro que isso hoje em dia est em falta, at mesmo para os pedagogos de Educao Fsica. O tpico agora abordado : Material pedaggico. O autor critica os professores que querem ensinar crianas apenas com instrumentos de alta qualidade e no tem criatividade para criar outros meios para fazer isso. abordada a questo do uso se diferentes materiais com variaes de peso, tamanho, forma e cor. O bom uso do material pedaggico vai ser fundamental para estimular o desenvolvimento da capacidade de raciocnio da criana, uma vez que com formas, tamanhos, pesos e cores diferentes, voc cria dificuldades e comea a apresentar para crianas noes, como a diferena de um basto pesado de dez centmetros, para um leve de um metro. O desenvolvimento da motricidade algo importante e que o autor no deixa passar em branco e logo depois so abordados diferentes materiais e o que pode-se realizar com eles. Ex.: pneus, caixas de papelo, latas, copos plsticos, bastes de madeira, bolas de meia, garrafas de plstico, sacos de estopa, tampinhas de garrafa, jornais velhos, madeira, aros de borracha e saquinhos de areia. A criatividade do professor importantssima e o autor usa um exemplo para expressar isso, em que numa brincadeira onde o objetivo passar um saco de milho para um lado e para o outro, se no estiver em mos o saco de milho, alguns mestres no do a aula por falta de material. E isso poderia ser facilmente resolvido, pois bastava introduzir um outro objeto para substituir o saco de milho. posta em questo que devem ser sempre questionadas as brincadeiras para o que elas servem, do ponto de vista educativo. Ao saber o real significado da brincadeira ( no sentido pedaggico ) deve-se torn-la mais atraente, motivadora, com alternativas diferentes.