Você está na página 1de 26

minerais

sulfetos

Sulfetos
 São

compostos basicamente da união de metais ou metaloides com Enxofre (S), Bismutos (Bi), Telúrio (Te), entre outros. através da cristalização do magma em altas profundidades e fundos oceânicos e em superfícies terrestres altamente duros e opacos.

 Originam-se

 São

 Argentita  Cores:  Dureza:  Brilho: metálico 7. Composição química: Argentita Ag 2 S  Sistema Cristalino: Monoclínico.3  Densidade: .5. cinza e branco metálico. 2 a 2.

México. alta densidade e maleabilidade. Chile .Argentita  Séctil. Bolívia.  Seu principal uso é a extração da prata  Os depósitos mais importantes está em: Guanajuato.

granular. chumbo ou preto.5 a 3. maciço.5 a 5.   Habito: Pseudohexagonal. Clivagem: Imperfeita.8.  Calcocita      Dureza: 2. Hexagonal. Composição química: Cu2S Cristalografia: Ortorrômbico. Cores: cinza. Seu principal uso é a extração de cobre . Densidade: 5. Brilho: Metálico e lustroso.

cinza-escuro. Cores: Vermelho-cobre. Bornita    Dureza: 3.9 a 5.3. Cúbico.  Habito:  Densidade: 4. Brilho: Lustroso a metálico.   Clivagem: . Composição química: Cu5FeS4 Cristalografia : Isométrico. marrom. maciço. granular. Fraca. compacto.

devido a formação de óxidos e hidróxidos.  Utilizado para se obter cobre.Bornita  É encontrada principalmente nos Estados Unidos (Arizona e Montana) e no México. principalmente em rochas ígneas. Curiosidade: também é conhecida como minério Pavão.  . pois quando exposto ao ar.

5  Habito:  Dureza:  Densidade: : 7. 2.  Brilho: metálico. octaédrico.  Clivagem: . :  Cores: Cinza-chumbo. Composição PbS química: Galena  Cristalografia Isométrico. : Cúbico.6.2 a 7. Perfeita.

encontrado geralmente acompanhado de quartzo. fluorita e esfalerita (Minas de Galena em Idaho EUA).Galena  Pode ser usado para extração da prata e confecção de folhas de chumbo. foi usada como semicondutor nos primeiros sistemas de comunicação sem fio.  Também É .

 Composição química: ZnS Cristalografia : isométrico.20.50 a 4. Cores: preto. raramente marromavermelhada e incolor. submetálico e adamantino tetraedros. Blenda    Brilho:    Resinoso. às vezes dodecaedros.0. mel.5 a 4. Dureza: 3. Clivagem: perfeita.  Habito: . Densidade: 3.

O . óxido de zinco é utilizado para fabricação de tintas. utilizado para galvanização de ferro oxidado. entre outros usos. É o principal minério de zinco.Blenda É um mineral abundante na Espanha.

4. :  Cores: Amarelo-latão e branco metálico. tetraédrico.Calcopirita  Composição química: CuFeS2  Cristalografia Tetragonal.1 a 4. .5 a 4. Imperfeita. compacto.3. 3.  Densidade:  Brilho: Metálico.  Clivagem:  Habito:  Dureza: Maciço.

entre outros locais.  Encontrada  Seu . em depósitos hidrotermais. Eslováquia. Romênia. Peru. podendo ser encontrada no Japão. rochas metamórficas de contato. rochas magmáticas.Calcopirita É o mineral de cobre mais amplamente distribuída. Norte de Sisco. principal uso é a extração de cobre. Rússia.

:  Cores: Bronze. vermelho-cobre. piramidal. . amarelo.  Clivagem: perfeita. Prismático.  Habito:  Dureza: 3.5 a 4.5 a 4. tabular.87. Metálico. Basal  Densidade:  Brilho: 4. Composição química: Pirrotita FeS  Cristalografia Hexagonal.5.

obtenção de ferro. podendo ser fonte de Níquel (Ni) e cobalto (Co) É .Pirrotita  Ocorre em rochas magmáticas básicas e intermediárias. usado para fabricação de ácido sulfúrico (H2SO4). rochas metamórficas de médio a alto grau.

Dureza: 5 a 5. reiniforme. Composição química: NiAs Cristalografia: Hexagon al.5.3 a 7. Fonte de Níquel. Brilho: Metálico a submetálico. . Encontrado principalmente na Espanha.8.   Clivagem: Imperfeita. Cores: Amarelo-latão a vermelho-cobre.  Habito: Maciço.  Niquelita      Densidade: 7.

4.2. 4.7.  Habito:  Dureza: Laminar estriado. Basal  Densidade:  Brilho:  Clivagem: perfeita.5 . 1.6 . :  Cores: Azul-anil. .  Mineração de cobre.Covelina  Composição química: CuS  Cristalografia Hexagonal. Submetálico a resinoso.

Dureza: 2 a 2. Cores: Vermelho. cinza. Composição química: HgS Cristalografia: Romboédrico. de Mercúrio.   Minério .5.8. Clivagem: Perfeita Cinábrio       Presentes  em rochas ígneas e em veios das rochas sedimentares. Brilho: Lustroso.2. Habito: Romboédrico. Densidade: 8 . tabular. marromavermelhado. adamantino a metálico.

lamelar. Habito: Prismático. acicular. gnaisses e rochas sedimentares. É utilizado para endurecer ligas de metais para suporte.6 a 4. Composição química: Sb2S3 Cristalografia: Ortorrômbico. Cores: Dureza: 2 a 2. maçico. Densidade: 4.7 Brilho: Metálico.5.   Estibnita       Encontradas em rochas hidrotermais. granitos.   . Clivagem: Perfeita Sua maior produção vem da China.

extrair o enxofre para a produção de ácido sulfúrico e sulfato ferroso.0 a 6.95 a 5. Habito: Cúbico. . Pirita       Dureza: 6.10. octaédrico. Composição química: FeS2 Cristalografia: Isométrico. Curiosidade: Também chamado de "ouro dos tolos" ou " ouro falso "por sua semelhança com o metal.  Densidade: 4. dodecaédrico pentagonal. Cores: Amarelo-claro. Brilho: Metálico.  Diretamente utilizado para  Clivagem: Muito fraco.5. amarelo-latão a preto.

Dureza: 6 a 6.5. piramidal. Comumente usado na fabricação de ácido sulfúrico. marrom. associada como Pirita. nodular.   Marcasita       Encontradas em Illinois (EUA) E Champagne (França). Cores: Amarelo.  .89 Brilho: Metálico Habito: Tabular. concreções fibroradiais. Densidade: 4. Composição química: FeS2 (polimorfo de Pirita) Cristalografia: Ortorrômbico. também na joalharia e objeto de coleção. Clivagem: Fraca. cinza-claro.

Perfeita  Brilho: Metálico.  Densidade: Massas granulares e prismas estriados. Prateado a  Habito:  Dureza: 5 5.9 a 6.  Clivagem: .2. Composição química: Arsenopirita FeAsS  Cristalografia Monoclínico. :  Cores: cinza.

 Usado . Bolívia e Alemanha. em ligas. Japão. Inglaterra. aplicações médicas. inseticidas. corantes e fabricação de vidro . pirotecnia.Arsenopirita  Ocorre em veios hidrotermais  Encontrada na Islândia.

 Clivagem: perfeita .5. micáceo.  Cores: Cinza-azulado escuro a preto.7 a 4. 1a 1.8. Micáceo  Densidade: 4.  Brilho: Metálico. Composição química: Molibdenita MoS2  Cristalografia: Hexagonal.  Habito:  Dureza: Laminar.

Noruega.Inglaterra e Estados Unidos da América (Colorado). mas também têm aplicações na indústria eletrônica. ele é amplamente utilizado como um aditivo EP (Extrema Pressão) para lubrificantes . bem como mais eficientes e optoeletrônicos que requerem células fotoelétricas materiais semicondutores transparentes.Molibdenita  Encontram-se jazigos de molibdenite na Boémia (República Checa).   . Atualmente. Suécia. A molibdenita pode ser utilizado pelo grafeno para produzir processadores muito mais poderosos e menos consumo de energia aplicações. Provavelmente em poucos anos começar a ver essas novas tecnologias prosperar. Austrália (estado da Nova Gales do Sul).

unesp. POPP.2014. São Paulo: Oficina de Textos. Rio de Janeiro: LTC. José Henrique.html>. Pércio de Moraes.org/wiki/Sulfeto>. Disponível em: < http://pt. Disponível em: <http://www. WIKIPÉDIA. Acesso em: 12 abr.wikipedia. MUSEU "HEINZ EBERT". 2008. 6ª ed.2014.rc. Fábio Braz. Geologia Geral.br/museudpm/banco/grm. Dicionário de mineralogia e gemologia. . 2012.REFERÊNCIAS BRANCO. Sulfetos. Acesso em: 12 abr.