Você está na página 1de 1

UNIVERSIDADE DO ESTADO DA BAHIA – UNEB Disciplina: Desenho Urbano I Docente: Prof. Dr. Luiz Antônio de Souza Discente: Aviva F. R.

Oliveira

VISÃO DE UM URBANISTA NA MÚSICA “RETRATO DA BAHIA” DE RIACHÃO O clássico de samba do compositor baiano Clementino Rodrigues (Riachão) “Retrato da Bahia” descreve Salvador de forma singular. O Centro da “cidade de dois andares1”, – como já citada por Milton Santos – foi descrita por Riachão, com detalhes que, por exemplo, no trecho “(...)Ver o Elevador Lacerda que vive a subir e descer” demonstra que já na década de 1950 era possível observar a ligação entre a Cidade Baixa e Cidade Alta por ladeira e o Elevador Lacerda. Em “(...)Lá na rampa do mercado, Saveirinho abarrotado, muito fruto, em bom bocado, tudo bom pra se comer” mostra a atividade portuária daquela época, em que havia o uso ainda de Saveiros que chegavam com frutas vindas do Recôncavo e, no cais ao lado da praça Cairu, havia a Rampa do Mercado, onde os barcos encostavam para deixar os produtos. Facilmente dá pra “visualizar” a música de Riachão com a leitura do livro de Milton Santos em “O Centro da Cidade de Salvador: Estudo da Geografia Urbana”, em especial no capítulo em que o autor descreve as funções do Centro de Salvador e, entre eles, há a ativiade portuária.

1

SANTOS, Milton. O Centro da Cidade de Salvador: Estudo da Geografia Urbana. Salvador: Edufba, 2008.