Você está na página 1de 2

Ano letivo: 2012/2013

Cursos Lnguas e Humanidades


Ano: 11 ano
Ficha de Leitura 3 Perodo

Nome: ______________________________________________________________________________________
N.: _____ Turma: _______ Data: __/__/__ Classificao: ___________________________ Prof. __________

A - Assinala como verdadeira (V) ou falsa (F) cada uma das afirmaes:
1. A casa que os Maias vm habitar em Lisboa no outono de 1875 chama-se Ramalhete.
2. A ao recua no tempo (1820) e narrada a juventude de Afonso da Maia, filho de
Teodoro da Maia.
3. Na infncia, Pedro, filho de Afonso, embora vivendo em Inglaterra tem uma educao
tradicional portuguesa.
4. Pedro, j adulto, em Lisboa, apaixona-se por Maria Monforte e, dessa unio, nascem dois
filhos.
5. Maria Eduarda levada pela me, Maria Monforte.
6. Carlos criado e educado pelo av, porque a sua me fugiu com um italiano e o seu pai foi
atrs dela para Itlia.
7. Na obra, Carlos educado inglesa e a sua educao contrape-se de Ega.
8. Quando, em 1875, chega a Lisboa, Carlos monta um luxuoso consultrio, mas no tem
sucesso.
9. O jovem envolve-se em amores com um alto representante da poltica portuguesa, a
condessa de Gouvarinho.
10. Por sua vez, o seu amigo Joo da Ega vive na provncia e tem um caso com Raquel Cohen.
11. No Hotel Central, Ega e Alencar envolvem-se em forte discusso literria devido ao facto
de o primeiro ser a favor do naturalismo e o segundo do classicismo.
12. Carlos vai a Sintra, acompanhado por Cruges, na esperana de encontrar Maria Eduarda.
13. As visitas casa de Maria Eduarda tornam-se frequentes devido doena desta.
14. Carlos declara-se a Maria Eduarda e compra a Craft uma quinta nos Olivais, a Toca.
15. Carlos pensava que Maria Eduarda era casada com Castro Gomes.
16. Carlos visita o av em Benfica e, quando regressa, humilhado por Castro Gomes que lhe
diz no ser casado com Maria Eduarda.
17. A relao de Carlos e Maria Eduarda publicada no jornal A Tarde sob a forma de notcia
escandalosa.
18. Dmaso, sob a forte presso de Ega, retrata-se como bbado, numa carta que vem a ser
publicada no jornal Corneta do Diabo.

19. Carlos e Ega vo assistir a um Sarau no Teatro da Trindade onde discursam teatralmente,
Rufino, orador provinciano e Alencar, numa declamao ultrarromntica. Atua tambm
Cruges, um msico talentoso mas no apreciado.
20. Ainda no Sarau, Ega interpelado por Guimares que afirma ter um cofre pertencente a
Afonso da Maia para entregar a Carlos ou a sua irm.
21. Ega procura Vilaa e, depois de o cofre ser aberto, fica a saber-se a verdade: Carlos e
Maria Eduarda so irmos.
22. Afonso aconselha Carlos a partir.
23. Ao invs, Carlos vai rua de S. Francisco e comete incesto voluntrio.
24. Afonso, perante a tragdia que se abate sobre a sua famlia, morre no escritrio.
25. Ega e Carlos fazem uma longa viagem de ano e meio. Carlos fica a viver em Paris.
26. Em janeiro de 1887, Carlos regressa a Lisboa e encontra-se com Ega. Os amigos do um
longo passeio e visitam o Ramalhete.
27. No final da narrativa, Carlos e Ega fazem um balano das suas vidas, concordam que so
realistas.
1 -

2 -

3 -

4 -

5 -

6 -

7-

8 -

9 -

10 -

11 -

12 -

13 -

14 -

15 -

16 -

17 -

18 -

19 -

20 -

21 -

22 -

23 -

24 -

25 -

26 -

27 -


B Corrige as falsas.
___________________________________________________________________________________________________________
___________________________________________________________________________________________________________
___________________________________________________________________________________________________________
___________________________________________________________________________________________________________
___________________________________________________________________________________________________________
___________________________________________________________________________________________________________
___________________________________________________________________________________________________________
___________________________________________________________________________________________________________
___________________________________________________________________________________________________________
___________________________________________________________________________________________________________
___________________________________________________________________________________________________________
___________________________________________________________________________________________________________
___________________________________________________________________________________________________________
___________________________________________________________________________________________________________
___________________________________________________________________________________________________________

___________________________________________________________________________________________________________
2

Você também pode gostar