Você está na página 1de 3

TESTE DE AVALIAÇÃO DE LITERATURA PORTUGUESA (90 minutos)

10º ano

GRUPO I

Lê, atentamente, a cantiga de D. Dinis.

Quer'eu em maneira de proençal


fazer agora un cantar d'amor,
e querrei muit'i loar mia senhor NOTAS
a que prez nen fremusura non fal, v.1 proençal – provençal
nen bondade; e mais vos direi en:
v. 3 querrei – quererei
tanto a fez Deus comprida de ben
que mais que todas las do mundo val. v. 3 loar – louvar
v. 4 prez – preço, valor moral;
Ca mia senhor quiso Deus fazer tal, v. 4 fal – faltam
quando a faz, que a fez sabedor v. 5. en – dela
de todo ben e de mui gran valor, v. 8 ca – porque
e con todo est'é mui comunal v. 8 quiso – quis
ali u deve; er deu-lhi bon sen, v. 11 e com todo est’ - e
e des i non lhi fez pouco de ben, apesar disso
quando non quis que lh'outra foss'igual. v. 11 comunal – sociável
v. 12 sen – juízo
Ca en mia senhor nunca Deus pôs mal, v. 13 dês i – apesar disso
mais pôs i prez e beldad'e loor
v. 16 loor – louvor
e falar mui ben, e riir melhor
que outra molher; des i é leal
v. 20 compridamente –
muit', e por esto non sei oj'eu quen perfeitamente
possa compridamente no seu ben v. 21 ca non á, tra-lo seu ben, -
falar, ca non á, tra-lo seu ben, al. porque ninguém a excede nas
suas qualidades.
El-Rei D. Dinis, CV 123, CBN 485

1. Depois de leres atentamente a cantiga, elabora uma síntese da


mesma. (15 + 10)

2. Faz o levantamento de todas as palavras e expressões que desenham


o retrato da «senhor», de forma a concluir sobre as suas qualidades
físicas, morais e sociais. (15 + 10)

3. Mostra de que forma os recursos estilísticos contribuem para a


construção do retrato da «senhor». (15 + 10)

4. Demonstra que na cantiga existem indícios de platonismo. (15 + 10)


GRUPO II

Tinha um cravo no meu balcão;


veio um rapaz e pediu-mo
- mãe, dou-lho ou não?

Sentada, bordava um lenço de mão;


veio um rapaz e pediu-mo
- mãe dou-lho ou não?

Dei um cravo e dei um lenço,


só não dei o coração;
mas se o rapaz mo pedir
- mãe, dou-lho ou não?

Eugénio de Andrade

Este texto poético de Eugénio de Andrade , redigido na segunda metade do


séc. XX, tem ecos evidentes da lírica trovadoresca. Elabora um comentário
de cem a cento a cinquenta palavras, onde mostres inequivocamente que
esta cantiga se inscreve numa tradição trovadoresca, tendo em conta:

- o tema;
- a relação entre o sujeito poético / mãe;
- a estrutura;
- os aspectos estilísticos mais relevantes;
- a simbologia.

GRUPO III

Tendo em conta a importância atribuída à mulher na lírica trovadoresca,


comenta a frase. “Num mundo feito pelo e para o homem, a mulher reina
como uma autêntica suserana.” (extensão entre cem a cento a cento e
cinquenta palavras).

COTAÇÕES DA PROVAGRUPO I
.............................................................................................................................. 100 pontos

1. ............ 25 pontos Aspectos de conteúdo (15 pontos) / Aspectos de organização e correcção


linguística (10 pontos)
2. ............. 25 pontos Aspectos de conteúdo (15 pontos) / Aspectos de organização e correcção
linguística (10 pontos)
3............ 25 pontos Aspectos de conteúdo (15 pontos) / Aspectos de organização e correcção linguística
(10 pontos)
4. ............25 pontos Aspectos de conteúdo (15 pontos) / Aspectos de organização e correcção linguística
(10 pontos)

GRUPO II .............................................................................................................................. 70 pontos


Aspectos de conteúdo (42 pontos) / Aspectos de organização e correcção linguística 1(28 pontos)
GRUPO III ............................................................................................................................. 30 pontos
Aspectos de conteúdo (18 pontos) / Aspectos de organização e correcção linguística 1(12 pontos)
Total ................................................................................. 200 pontos

NOTAS Factores de desvalorização, no domínio da correcção linguística, dos itens de


resposta aberta de composição curta e de composição extensa • Por cada erro de sintaxe ou de
impropriedade lexical, são descontados dois (2) pontos. • Por cada erro inequívoco de pontuação ou por
cada erro de ortografia (incluindo erro de acentuação e erro de utilização de letra maiúscula), é
descontado um (1) ponto.

A professora,
Paula Oliveira Cruz

Interesses relacionados