Você está na página 1de 6

África

É o terceiro maior continente da Terra, ficando apenas atrás da Ásia e das Américas. Junto com as ilhas
adjacentes, ocupa cerca de 30 milhões de km2, cobrindo 20,3% da área total da terra firme do planeta. É
também o segundo continente mais populoso da Terra, ficando apenas atrás da Ásia. Possui mais de 800
milhões de habitantes em 54 países, representando cerca de um sétimo da população do mundo. Os países
da África que têm o português como língua oficial são: Angola, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique e
São Tomé e Príncipe.

Localização da África no mapa-múndi

Países e Capitais
Dos 54 países independentes que a África possui, 48 são continentais e 6 são insulares (ilhas). A seguir é
apresentada a lista dos países africanos e suas respectivas capitais.

Países Continentais Mauritânia (Nuakchott)


Moçambique (Maputo)
África do Sul (Cidade do Cabo) Namíbia (Windhoek)
Angola (Luanda) Níger (Niamei)
Argélia (Argel) Nigéria (Abuja)
Benin (Porto Novo) Quênia (Nairóbi)
Botsuana (Gaborone) República Centro-Africana (Bangui)
Burquina Fasso (Uagadugu) Ruanda (Kigali)
Burundi (Bujumbura) Saara Ocidental (El Aaiún)
Camarões (Iaundê) Senegal (Dacar)
Chade (Ndjamena) Serra Leoa (Freetown)
Congo, ex-Zaire (Kinshasa) Somália (Mogadíscio)
Congo, República (Brazzaville) Suazilândia (Lobamba)
Costa do Marfim (Abidjan) Sudão (Cartum)
Djibuti (Djibouti) Tanzânia (Dodoma)
Egito (Cairo) Togo (Lomé)
Tunísia (Túnis)
Eritréia (Asmará) Uganda (Campala)
Etiópia (Addis Abeba) Zâmbia (Lusaka)
Gabão (Libreville) Zimbábue (Harare)
Gâmbia (Banjul)
Gana (Acra)
Guiné (Conacri)
Guiné-Bissau (Bissau) Países Insulares
Guiné Equatorial (Malabo)
Lesoto (Maseru) Ilha de Madagascar (Antananarivo)
Libéria (Monróvia) Ilhas de Cabo Verde (Cidade de Praia)
Líbia (Trípoli) Ilhas de Comores (Moroni)
Malauí (Lilongüe) Ilhas Maurício (Port Louis)
Mali (Bamaco) Ilhas São Tomé e Príncipe (São Tomé)
Marrocos (Rabá) Ilhas Seychelles (Vitória)

Economia da África
A África é o continente mais pobre do mundo. Cerca de 1/3 dos habitantes da África vivem com menos de
1 dólar ao dia, abaixo do nível da pobreza definido pelo Banco Mundial. O avanço de epidemias, o
agravamento da miséria e os conflitos armados levam esta região a um verdadeiro caos. Além disso, quase
2/3 dos portadores do vírus HIV do planeta vivem neste continente. O atraso econômico e a ausência de
uma sociedade de consumo em larga escala, colocam o mercado africano em segundo plano no mundo
globalizado. O PIB total da África é de apenas 1% do PIB mundial e o continente participa de apenas 2%
das transações comerciais que acontecem no mundo.

Em sua maioria, os africanos são tradicionalmente agricultores e pastores. A colonização européia


aumentou a demanda externa de determinados produtos agrícolas e minerais. Para atendê-la, construíram-
se sistemas de comunicação, introduziram-se cultivos e tecnologia europeus e desenvolveu-se um sistema
de economia de intercâmbio comercial, que continua coexistindo com a economia de subsistência.

Embora um quarto do território africano seja coberto por florestas, grande parte da madeira só tem valor
como combustível. Gabão é o maior produtor de okoumé, um derivado da madeira usado na elaboração de
compensado (madeira em chapa). Costa do Marfim, Libéria, Gana e Nigéria são os maiores exportadores
de madeira de lei. A pesca marítima, que é muito difundida e voltada para o consumo local, adquire
importância comercial no Marrocos, na Namíbia e na África do Sul. A mineração representa a maior
receita dentre os produtos exportados. As indústrias de extração mineral são o setor mais desenvolvido em
boa parte da economia africana. Além disso, Serra Leoa tem a maior reserva conhecida de titânio.

A nação mais industrializada do continente é a África do Sul, que alcançou relativa estabilidade política e
desenvolvimento, possuindo sozinha 1/5 do PIB de toda a África. Porém, também já foram implantados
notáveis centros industriais no Zimbábue, no Egito e na Argélia. O principal bloco econômico é o SADC,
formado por 14 países, que se firma como o pólo mais promissor do continente.

Bandeiras dos Países da África


A seguir são apresentadas as bandeiras dos países africanos. Clique sobre a bandeira desejada para vê-la
em tamanho maior. Algumas delas possuem link com mais informações sobre o país.

África do Sul Angola Argélia

Benin Botsuana Burkina Fasso

Burundi Cabo Verde Camarões

Chade Congo Costa do Marfim

Djibuti Egito Eritréia


Etiopia Gabão Gambia

Gana Guiné Guiné Bissau

Guiné Equatorial Lesoto Libéria

Líbia Madagascar
Malavi

Mali Marrocos Ilhas Comores

Ilhas Maurício Mauritânia Moçambique

Namíbia Niger Nigéria

República Centro- República Democrática


Quênia africana do Congo

Ruanda Saara Ocidental Santa Helena

São Tome e Príncipe Senegal Serra Leoa

Seychelles Somália Suazilândia

Sudão Tanzânia Togo

Zaire
(atual Rep.
Tunísia Uganda
Democrática do
Congo)

Zâmbia Zimbábue
População da África
A população da África é de mais de 800 milhões de habitantes, distribuídos em 54 países e representando
cerca de um sétimo da população do mundo. Na parte norte do continente, inclusive no Saara, predominam
os povos caucasóides, principalmente berberes e árabes. Constituem aproximadamente a quarta parte da
população do continente. Ao sul do Saara, predominam os povos negróides, cerca de 70% da população
africana. Na África meridional, existe uma concentração de povos khoisan, san (bosquímanos) e khoikhoi
(hotentotes). Os pigmeus concentram-se na bacia do rio
Congo e na Tanzânia. Agrupados principalmente na
África meridional, vivem 5 milhões de brancos de origem
européia.

Na África, falam-se mais de mil línguas diferentes. Além


do árabe, as mais faladas são o suaíle e o hauçá. As principais
famílias ou grupos idiomáticos são o congo-cordofanês, o
nilo-saariano, o camito- semítico ou afro-asiático e o
das línguas khoisan.

O cristianismo, a religião mais difundida, e o islamismo são as principais religiões. Cerca do 15% dos
povos africanos praticam religiões animistas ou locais. Grande parte da atividade cultural africana
concentra-se na família e no grupo étnico. Com a intensificação do nacionalismo, a cultura tradicional
africana teve recentemente um importante ressurgimento. Abaixo são apresentados alguns índices relativos
à população do continente, juntamente com o ano a que se referem.

Área total: 30.272.922 km2


População: 783.700.000 (2000)
Densidade: 25,88 hab/km2 (2000)
População urbana: 289.964.000 (37%)
População rural: 493.731.000 (63%)
Taxa de crescimento urbano (1995-2000): 4,3%
Analfabetismo: 40,3% (2000)
Natalidade: (% hab): 37% (1998)
Mortalidade: (% hab): 13% (1998)
PIB Total: US$ 517,104,000.00 (1998)
PIB per capita: US$ 693.00 (1998)
Média de idade da população: 18,3 anos (1998)