Você está na página 1de 1

O presidente da Cmara Municipal de Viseu, Fernando Ruas, defendeu

hoje a criao de uma rede de cidades de mdia dimenso que ajude ao


desenvolvimento do interior do pas e contrarie a litoralizao.
Ao intervir, em Viseu, na conferncia O turismo no interior de Portugal e
o papel das cidades mdias, Fernando Ruas considerou que se tem
descurado o potencial destas cidades.
Lembrou que o Centro a nica regio do pas onde no h
polarizao, ao contrrio do que acontece com o Porto e o Norte e com Lisboa
e o Sul, e que cada uma das cidades encontrou o seu desgnio sem colidir
com as restantes.
Encontraram modelos de desenvolvimento, mas isso tem de ser
complementado, acrescentou.
Na opinio do tambm lder da Associao Nacional de Municpios
Portugueses (ANMP), as cidades de mdia dimenso tm um papel
fundamental, num pas onde se continuam a registar assimetrias regionais.
um pas raqutico, com duas cabeas, lamentou.
Fernando Ruas referiu que, se todos os portugueses fossem viver para
Lisboa, ficaria uma cidade chinesa pequenina e, aparentemente, eram
resolvidos muitos problemas, mas isso no era desenvolver o pas.
O presidente do Turismo do Centro de Portugal, Pedro Machado, tambm
aludiu ao desequilbrio entre litoral e interior, num pas que, inclinado para o
litoral, se comea a inclinar para Sul.
Lamentou que as verbas destinadas ao turismo se destinem sobretudo ao
Algarve, a Lisboa e Madeira, considerando que os 23 por cento do territrio
nacional que correspondem Regio Centro no esto a ter, nem de perto,
nem de longe, a contrapartida do que o esforo nacional.