Você está na página 1de 2

PLR

fonte: Revista Exame de 8 de junho de 1994 Ed. Abril


O Jogo Ensina
Motivar difcil? Use uma nova linguagem
Quando era tcnico de hquei na Universidade de Vermont,
EUA, Ted Castle sabia como motivar seu time. Era fcil: os
jogadores queriam vencer. Mas na Rhino Food, confeitaria
que fundou depois, em 1981, Castle descobriu que a mesma
tarefa em relao aos funcionrios era mais complexa. Ele
decidiu ento montar um programa de motivao com regras,
estratgias e prmios, como se fosse um jogo. "A maioria das
pessoas adora um bom jogo, seja futebol, seja xadrez, seja
canastra", diz. De incio, definiu-se o adversrio a vencer: as
despesas da confeitaria, sobretudo as suprfluas.
Assim, Castle comeou abrindo os livros da empresa. Logo
percebeu que pouco adianta mostrar um monte de nmeros.
Os funcionrios precisam entender de onde vm os custos
para poder combat-los. "Quando comeamos a explicar,
partimos da produo de um dia, 1.586 dlares", diz.
"Lembro-me bem do nmero porque pensei que os
funcionrios estariam imaginando o quanto eu estava ficando
rico. Mas daquele nmero fomos tirando as despesas e
acabamos, no final, com um lucro de 100 dlares. Ento eu
disse: 'O.k., gente. Isso tudo o que realmente fizemos - e
no muito'. Eles ficaram chocados." Trs anos depois de
implantar o programa na Rhino, Castle conseguira cortar
tanto os custos que os lucros cresceram 600%. No foi s
isso. At conversas antes inamistosas passaram a ser mais fceis. "Se algum diz que
seria uma boa idia folgar trs dias no Natal, eu digo tudo bem, mas isso vai nos custar
3.000 dlares em salrios, sem nenhum centavo a mais em produo. Agora, todos
querem saber quanto custa uma folga."
O jogo criado por Castle pode servir, pelo menos como ponto de partida, para empresas
que gostariam de adotar um programa de incentivos mas no sabem como. No quadro
abaixo, o prprio ex-treinador de hquei ensina como o jogo funciona.