P. 1
Apostila de Primeiros Socorros - 1

Apostila de Primeiros Socorros - 1

|Views: 854|Likes:
Publicado porguilhermeswat
Um excelente material sobre primeiros socorros (atendimento pré-hospitalar)
para leigos e também muito útil para o profissional de saúde.
Um excelente material sobre primeiros socorros (atendimento pré-hospitalar)
para leigos e também muito útil para o profissional de saúde.

More info:

Published by: guilhermeswat on Nov 22, 2009
Direitos Autorais:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

06/11/2013

pdf

text

original

20/11/2009

Publi Saúde - Apostila de Primeiros So…

Um excelente material sobre primeiros socorros (atendimento pré-hospitalar) para leigos e também muito útil para o profissional de saúde. PRINCÍPIOS DA REANIMAÇÃO Para que a vida possa ser preservada, faz-se necessário que mantenhamos um fluxo constante de oxigênio para o cérebro. O oxigênio é transportado para os tecidos cerebrais através da circulação sangüínea. O coração é a bomba que mantém esse suprimento e, se ele parar (parada cardíaca), ocorrerá à morte, a menos que se tomem medidas urgentes de ressuscitação (reanimação). As manobras de reanimação cardiopulmonar resumem-se na seqüência de origem norteamericana denominada “ABC da vida”, a qual podemos adaptar a nossa língua: A = Airway = Abertura das vias aéreas B = Breathing = Respiração C = Circulation = Circulação A correta aplicação das etapas da reanimação cardiopulmonar (RCP) poderá manter a vida até que a vítima se recupere o suficiente para ser transportada para uma unidade hospitalar ou até que possa receber tratamento pré-hospitalar por uma equipe especializada. As manobras de suporte básico de vida (SBV) são diferentes das manobras de suporte avançado de vida (SAV). Esta última consiste no emprego de profissionais devidamente capacitados e no uso de equipamentos líquida adicionais tais como: de monitores cardíacos, desfibriladores, terapêutica intravenosa, infusão medicamentos, entubação

orotraqueal, etc.Atualmente, o conceito da “Corrente da Sobrevivência” da Associação Americana do Coração, nos informa que as chances de sobrevivência das vítimas de parada cardíaca poderão crescer muito se observarmos os quatro elos da corrente, ou seja: 1º Elo = ACESSO RÁPIDO AO SEM - Compreende desde os primeiros sinais de um problema cardíaco, seu reconhecimento, o acionamento de equipes especializadas através do fone 193 192, até o despacho de profissionais médicos ou socorristas para o atendimento da emergência no local. 2º Elo = RCP IMEDIATA - As manobras de RCP são mais efetivas quando iniciadas imediatamente após o colapso da vítima. É fundamental que se desenvolvam programas de treinamento para capacitar as pessoas da comunidade na identificação de problemas cardíacos, na forma de acionamento dos serviços de emergência e na execução das manobras de RCP ao nível de suporte básico da vida. 3º Elo = RÁPIDA DESFIBRILAÇÃO - Uma rápida desfibrilação é o elo da corrente que provavelmente represente a maior chance de sobrevivência numa emergência cardíaca. A Associação Americana do Coração recomenda que as manobras de desfibrilação externa sejam

publisaude.com.br/portal/index2.php?…

1/2

20/11/2009

Publi Saúde - Apostila de Primeiros So…

difundidas e que organizações como o Corpo de Bombeiros sejam treinadas e equipadas com desfibriladores, de forma a possibilitar seu emprego no menor espaço de tempo possível. 4º Elo = CUIDADOS AVANÇADOS SEM DEMORA - Este último elo, diz respeito às manobras de suporte avançado, providenciadas no local da cena por médicos ou enfermeiros para o tratamento do problema cardíaco de forma mais efetiva. TEL EFO NES Ú TEIS DE EMERG ÊNC IA CORPO DE BOMBEIROS SERVIÇO DE ATENDIMENTO MÓVEL DE URGÊNCIA (SAMU) POLÍCIA MILITAR DEFESA CIVIL POLICIA MILITAR RODOVIÁRIA ESTADUAL (SC) POLÍCIA RODOVIÁRIA FEDERAL As doenças cardíacas possuem fatores de risco que podem ser alterados, são eles: 1. Fumar – Um fumante tem 70% a mais de probabilidade de sofrer um ataque cardíaco em relação a um não fumante; 2. Alta pressão sangüínea – A hipertensão arterial é a principal causa dos ataques cardíacos e dos acidentes vasculares cerebrais. Recomenda-se verificar a pressão arterial ao menos um vez por ano; 3. Alto nível de gordura no sangue – Um médico poderá facilmente medir o nível de colesterol no sangue com um simples teste. Uma alimentação equilibrada, com uma dieta de baixo nível de colesterol e gorduras, poderá ajudar a controlar esses níveis. 4. Diabetes – A diabetes aparece mais freqüentemente durante a meia idade, muitas vezes em pessoas com peso corporal excessivo. Somente exames médicos periódicos poderão identificar adequadamente esta enfermidade e recomendar um programa adequado ao seu controle. Obs: Existem ainda fatores que contribuem indiretamente com os problemas cardíacos, tais como a obesidade, a inatividade e o estresse. Pense bem, sua vida pode depender desses fatores! 193 192 190 199 198 191

Parte 2

Fechar Janela

publisaude.com.br/portal/index2.php?…

2/2

You're Reading a Free Preview

Descarregar
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->