P. 1
Principais Cocos Causadores de Doenças Humanas

Principais Cocos Causadores de Doenças Humanas

|Views: 2.406|Likes:
Publicado porFernandoPSantos

More info:

Published by: FernandoPSantos on Nov 23, 2009
Direitos Autorais:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PPT, PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

04/27/2013

pdf

text

original

PRINCIPAIS COCOS GRAM POSITIVOS CAUSADORES DE DOENÇAS HUMANAS

Profa. Iraci Tosin

COCOS GRAM POSITIVOS

Staphylococcus

Streptococcus

Staphylococcus

Staphylococcus

Espécies clínicamente mais relevantes:
─ S. aureus ─ S. epidermidis ─ S. saprophyticus

Staphylococcus

Morfologia e cultura
Cocos Gram positivos, arranjados em cachos. Imóveis Não formam esporos Podem ser capsulados (anti-fagocitária) Aeróbios ou microaerófilos Mesófilos (sendo facilmente elimináveis em temperaturas em torno de 60º C por alguns minutos) ─ Halotolerantes, podem crescer em ambientes com até 10% de NaCl. ─ Produzem substâncias extracelulares (Ex. catalase) ─ São membros da flora normal da pele, trato respiratório, gastrointestinal e vaginal. ─ ─ ─ ─ ─ ─

Staphylococcus

Estrutura microbiana
─ Ácidos teicóicos (parede celular) funcionam como receptores para ligações com bacteriófagos e com a mucosa do hospedeiro ─ Cápsula (polissacarídica): quando presente inibe opsonização e fagocitose.

Staphylococcus

Produtos Extracelulares: ENZIMAS
 Enzima que degrada H2O2  Fator de diferenciação dos Streptococcus

─ Catalase: Catalase

─ Coagulase: Coagulase
 Enzima que produz coágulo  Fator de isolamento, proteção contra sistema imunológico  Produzida pelo S. aureus (fator de diferenciação)

Staphylococcus

Produtos Extracelulares: ENZIMAS
─ Hialuronidase: Hialuronidase
 Enzima que degrada ácido hialurônico  Fator importante na difusão das bactérias

─ Penicilinase (β-lactamase): (β-lactamase)
 Enzima que degrada anel presente nas penicilinas. beta-lactâmico as cepas

 Comumente encontrado entre bacterianas de Staphylococcus

Staphylococcus

Produtos Extracelulares:
EXOTOXINAS

─ Enterotoxinas:
 Causam intoxicação alimentar estafilocócica  termoestáveis

─ Toxina esfoliativa:
 Síndrome da pele escaldada estafilocócica  Toxina dermolítica ou epidermolítica

─ Toxina-1 da Síndrome do Choque tóxico:
 Causa Síndrome do choque tóxico

Staphylococcus

Síndromes Clínicas
─ Síndrome da Pele escaldada ─ Síndrome do Choque Tóxico ─ Intoxicação alimentar ─ Infecções cutâneas: foliculite, furúnculo, carbúnculo ─ Bacteremia, Endocardite epidermidis) e Pneumonia (S.

Staphylococcus

Prevenção e Controle
─ Uso de máscaras e atendimento dos pacientes. ─ Antissepsia procedimentos. luvas no aos

previamente

Streptococcus

Streptococcus

Morfologia e cultura
─ Cocos gram + ─ Arranjados em cadeia ─ Anaeróbios facultativos ─ Metabolismo fermentativo gerando entre outros ácido lático.

Streptococcus

Classificação (atividade hemolítica)
─ β-hemolítico: hemólise total (presença de hemolisinas) β-hemolítico hemólise parcial (presença de ─ α-hemolítico: α-hemolítico hemolisinas),A hemólise vai até componentes intermediários, geralmente biliverdina. ─ γ-hemolítico: γ-hemolítico hemolisinas) não tem hemólise (ausência de

Beta-hemólise

alfa-hemólise

gama-hemólise

Streptococcus

Beta-hemólise

alfa-hemólise

gama-hemólise

Streptococcus
 

Classificação A – Lancefield B - Gênero e Espécie
─ Família Streptococcaceae

Categorias de estreptococos
─ Estreptococos beta-hemolíticos
 Grupos sorológicos de A-V  S. pyogenes tipo A  S. agalactiae tipo B  S. anginosus tipo C etc....

─ Pneumococos
 S. pneumoniae – mais de 80 tipos sorológicos

─ Estreptococos viridans
 S. mutans, S. uberis, S. sanguis, S. salivaris, etc.

Doenças estreptocócicas
─ Supurativas
Faringite – Tipos A<C<G Impetigo fasciite necrotizante, meningite, septicemia, erisipela – Infecção de pequenos vasos linfáticos e da pele  escarlatina – erupção cutânea com início no tórax se dirigindo para os membros mas não atinge a palma das mãos, a sola dos pés e a região ao redor da boca (lingua chamada de aspecto de morango)      

─ Não-supurativas
 Febre reumática, glomerulonefrite

Streptococcus

Grupos causadores de doenças
─ Streptococcus agalactiae
 Grupo B  meningite neonatal, bacteriemia neonatal

─ Enterococcus
 Grupo D  Fazem parte da flora normal do trato gastro-intestinal  abscesso intra-abdominal, infecção das vias urinárias

─ Grupo Viridans
 cáries, bacteremia, endocardite

Infecções por estreptococos

Erisipela

Erisipela

Impetigo estreptocócico

Faringite

Escarlatina

Escarlatina

Doença invasiva

Febre reumática - nódulos subcutâneos

Estreptococos do grupo Viridans

Streptococcus mutans

Estreptococos do grupo Viridans
─ Coleção heterogênea de estreptococos α e não-hemolíticos ─ Grupo mais comum de microrganismos na microbiota da orofaringe ─ Degradam carboidratos fermentáveis em ácido láctico – desmineralização dentária (cárie) ─ Endocardite bacteriana: capacidade de adesão a valvulas cardíacas previamente lesadas.

Estreptococos do grupo Viridans

Streptococcus mutans
─ Principal agente relacionado a Cárie

Streptococcus salivarius
─ Adesão especialmente em tecidos moles (língua, bochecha, mucosas)

Streptococcus sanguis
─ Pioneiro na formação do biofilme dental

Streptococcus mitis
─ participa da formação do biofilme dental

Estreptococos do grupo Viridans

Cárie

You're Reading a Free Preview

Descarregar
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->