Você está na página 1de 1

Justificativa

_________________________________________________________________

Se há prazer em descobrir os movimentos do nosso corpo, porque não faze-lo


conhecendo a nossa cultura? A Capoeira pode ser um veículo do
conhecimento de si mesmo, uma exteriorização de expressão não verbal,
através de uma consciência própria de quem a pratica.
A Capoeira quer tratemos como jogo, quer tratemos como luta, é
essencialmente brasileira. Ao contrário de outras lutas e jogos “importados”,
ela está mais de acordo com o nosso espírito, com nossa maneira de ser. É
imprescindível que os educadores defendam a utilização de elementos
extraídos do nosso folclore, como fatores determinantes da formação de
espírito de brasilidade.
Sob esse aspecto, a Capoeira pode contribuir muito na formação psicomotora
e cultural do ser humano, principalmente as crianças brasileiras.
Devido aos seus movimentos de grande agilidade, flexibilidade, destreza,
etc., devido ao respeito e camaradagem que é imposta durante um jogo e
devido à necessidade de criatividade durante toda a sua atividade, a Capoeira
desenvolve de forma integrada os três domínios de aprendizagem do ser
humano: psicomotor, afetivo e cognitivo.
Todos podem beneficiar-se com a Capoeira, seja qual for a sua personalidade.
Os violentos e impulsivos, conseguem exteriorizar-se de dominar-se: os
angustiados e os indecisos, estimulam-se e adquirem confiança; os aprazíveis
e os tranqüilos conseguem satisfação na beleza dos movimentos e das
atitudes, sem abrigar qualquer espírito de competição.
Devemos salientar ainda, a contribuição que a Capoeira pode dar ao processo
de alfabetização das crianças, através da música. Os instrumentos musicais
são de fácil confecção, podendo ser feitos pelos próprios alunos, orientados
pelos mestres. Ler cantando, cantar no ritmo; a leitura e a escrita são um
jogo como a própria capoeira, para nunca mais ser vencido.
A intenção deste trabalho é despertar a atenção, para o problema da
Capoeira e que, despidos de preconceitos inúteis, possamos ver e sentir os
benefícios e a identidade cultural que seu emprego entre a comunidade pode
proporcionar.

Texto: Referência em Bibliografia. Foto: Jurandir Assis


Pg-01 www.capoarte.v10.com.br