Você está na página 1de 9

Tetraplegia

“Lutar pelos direitos dos deficientes é


uma forma de superar as nossas próprias
deficiências”
J.F.Kennedy
Causas mais freqüentes:

As causas mais freqüentes da tetraplegia - ou da lesão


medular - são os traumatismos, os processos tumorais
e as infecções. Os traumatismos que mais atingem a
medula espinhal são aqueles produzidos em acidentes
de automóveis, ou mergulho em águas rasas.
Outras causas da deficiência motora?

• Acidentes de trânsito;

• Acidentes de trabalho;

• Erros médicos;

• Problemas durante o parto;

• Violência;

• Desnutrição.
Medidas preventivas para o deficiente:

Escaras

Evite as feridas provocadas pela permanência prolongada,


mudando de posição a cada duas horas. Na cama, o colchão deve
ser do tipo "caixa de ovo", com ondulações, e coloque almofadas
de alpiste ou bolinhas de isopor.

Postura

Verifique se as medidas da cadeira de rodas estão apropriadas


para o tamanho da pessoa, que deve ficar ereta no encosto. Se
recomendado, adote cintas e outros suportes.
Circulação

Na cadeira de rodas, fique com as pernas um pouco mais


elevadas para ativar a circulação ou use meias elásticas.

Banho
Observe a temperatura da água para evitar queimaduras pela
falta de sensibilidade corporal. Mantenha a pele hidratada.

Fisioterapia

Comece quanto antes, assim como as medicações.


O aluno portador de deficiência motora e a escola…

Dentro da sala de aula:

• Deverão ocupar um lugar relativamente próximo do professor.


•Aqueles que necessitem de usar cadeira de rodas, devem ter mesas
adaptadas, mais alta do que a dos colegas.
• A incontinência é um dos obstáculos mais desagradáveis, o professor
deverá estar a par do problema e explicar aos outros alunos a situação.
• Deverá, portanto ter em atenção os horário de evacuação da criança
para que não surjam situações embaraçosas.
O papel do professor:

• Especialização por parte do professor;


• Pesquisa intensiva;
• Inter-ajuda entre pais e professores;
• Ajudar na relação entre os alunos;
• Esclarecimento do problema do aluno;
• Estimular o aluno.
Principais obstáculos na vida de um deficiente motor:


Ausência de rampas em edifícios (públicos e privados) e em
calçadas;


Falta de transportes coletivos adaptados com elevadores para
cadeirantes;


Banheiros com espaços adequados.


Preconceito;