P. 1
As aplicações e o funcionamento de um Termopar

As aplicações e o funcionamento de um Termopar

|Views: 3.034|Likes:
Publicado porfeira carreiras

More info:

Published by: feira carreiras on Dec 01, 2009
Direitos Autorais:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as DOC, PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

06/10/2013

pdf

text

original

Feira de Carreiras 2009 I Seminário Pré-Engenharia

AS APLICAÇÕES E O FUNCIONAMENTO DE UM TERMOPAR
Karina Tatiane Ferreira; Monise Bettin Lucindo da Cruz1
1

Colégio Engº Juarez de Siqueira Britto Wanderley, São José dos Campos – SP, karina-tati@hotmail.com e monisebettin@gmail.com

Resumo: este trabalho tem como finalidade descobrir como a energia termoelétrica é transformada em energia elétrica através do uso do termopar. Termopar é um dispositivo de grande utilidade nas indústrias para se medir temperaturas em ambientes de temperaturas muito altas. Para se realizar tal trabalho optou-se por utilizar o método cientifico. Com isso esperamos encontrar a associação da variação de temperatura afetando a voltagem. Palavras-chave: energia termoelétrica, termopar, pilha termoelétrica Introdução: Foi Thomas Seebeck, em 1822, que acidentalmente descobriu que dois metais geram uma tensão elétrica que é função da temperatura. Essa é maior característica do funcionamento do termopar; e que cada combinações de metais de que este é feito resulta em uma tabela de voltagens específicas. .

água. Sendo que um dos fios do termopar foi colocado no béquer com água e outro foi deixado ao ar, percebendo assim a temperatura ambiente, ocorrendo após a conversão desse dado pela tabela de termopilha. Em seguida foram listadas a temperatura de ebulição da água e quanto a temperatura ambiente equivalia em milivolts, pois seria nosso ponto de referência., com isso conseguimos também converter a temperatura de ebulição em volts. Assim conseguimos definir que podemos medir temperatura em voltagem. Resultados: Tais dados foram obtidos na experiência, como mostra a Tabela 1:
Tabela 1: Valores obtidos durante a experiência

Milivolts 0 mV 1,5 mV 6,32 mV

Temperatura convertida 0°C 25°C 100°C

Termômetro 0°C 24,5°C 97,5°C

Conclusão: É possível definir uma determinada temperatura em voltagem com o auxílio da tabela, de acordo com o seu termopar (Ex: Cromel-Constantam, que é do tipo E e Cobre-Constantam, tipo T).
Figura 1: Representação do Efeito Seebeck, que nos mostra que é capaz de gerar energia elétrica com base numa fonte de calor mediante propriedades físicas dos metais.

A acima representa dois metais acoplados num dispositivo termopar do tipo K (Cromel Ni90% Cr10%; Constantan, Cu58% Ni42%). Desenvolvimento: Para o desenvolvimento dessa experiência, utilizamos o termopar feito de Cromel e Constantan, um voltímetro e um béquer com

Referências: Variação da Resistência com a temperatura. Disponível em:http://efisica.if.usp.br/eletricidad e/basico/corrente/var_resist_temperatura/.Acess o em: 20 de novembro de 2009. NETO, Adelino. Termopares. Disponível em: http://www.ebah.com.br/termopares-doc-a92 11.html

You're Reading a Free Preview

Descarregar
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->