Você está na página 1de 1

impetrou MANDADO DE SEGURANA em face de ato praticado pelo Sr.

Superintendente de Servios Penitencirios do Estado do Rio Grande do Sul, todos j


qualificados, objetivando, inclusive liminarmente, a anulao das questes de n 5, 8 e 53 da
prova do concurso pblico para o cargo de Agente Penitencirio da Superintendncia dos
Servios Penitencirios, sob a alegao de violao aos princpios da razoabilidade e
impessoalidade ao considerar mais de uma alternativa como correta para trs questes da
prova. No mrito, requer a suspenso temporria do certame at que a banca responsvel
defina as notas, bem como a nova classificao. Pugna pelo deferimento da assistncia
judiciria gratuita. Acostados documentos. o breve relato. Decido. Realmente ilegal a
conduta da autoridade ao considerar duas ou mais respostas corretas para cada uma das
questes da prova. A documentao parece demonstrar que as questes de n 5, 8 e 53
tiveram como corretas duas alternativas. Foge do poder discricionrio mesmo a pretexto de
no prejudicar os outros candidatos a correo de questes sem a retificao da pontuao
correspondente. Assim, parece presente a arbitrariedade apontada na exordial. Isso posto,
concedo liminarmente a segurana para determinar a suspenso do concurso. Oficie-se ao Sr.
Superintendente de Servios Penitencirios do Estado do Rio Grande do Sul para cumprimento
da presente deciso. Intime-se. Cite-se. Com a contestao, intime-se para rplica. Diligncias
legais.