P. 1
Animais em Extinção

Animais em Extinção

4.94

|Views: 15.501|Likes:
Publicado poranisantos

More info:

Published by: anisantos on Mar 26, 2008
Direitos Autorais:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PPS, PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

11/29/2012

pdf

text

original

Animais em Extinção

4º Ano

Glutão
• O carcaju ou glutão (Gulo gulo) é um mamífero da família dos Mustelidae, ordem Carnivora. Vive no Hemisfério Norte, nas zonas frias da Sibéria, Escandinávia, Alasca, Canadá e em algumas partes da Europa. • O carcaju pesa até 30 kg e mede em média 70 a 110 cm de comprimento

Gavial

O gavial (Gavialis gangeticus) é a única espécie da família Gavialidae, ordem Crocodylia, que habita os rios da Índia, Paquistão, Myanmar e do Bangladesh. Durante o Mioceno (há aproximadamente 18 milhões de anos) ocorriam também na América do Sul, incluindo 5 gêneros distintos do atual. Ocorreram também na América do Norte durante o Cretáceo Superior (70-65 Ma). São dos maiores animais da ordem a que pertencem, podendo chegar aos 6-7 comprimento.

Grou do Japão
• O Grou da Manchúria ou Grou Japonês (Grus japonensis) desapareceu de parte considerável de sua região de origem. Sua dança elegante inspirou muitos artistas japoneses. • Ocorre no Japão e mede aproximadamente 1 metro. • Apresenta uma coloração branca no corpo e nas asas e preta no pescoço e na ponta das asas. Capuz vermelho na cabeça.

Morsa
• • A morsa (Odobenus rosmanus) é um animal que vive nas águas do Ártico. Pode medir até 4 metros de comprimento e pesar até + de uma tonelada(as maiores passam da 1,6 toneladas). As morsas possuem uma pele enrugada e áspera que vai se tornando cada vez mais espessa ao longo de sua vida (15 a 30 anos). Para nadar elas usam a nadadeira caudal. Deslocam-se mal em terra, utilizando-se das nadadeiras anteriores e andam quase aos saltos. Seu focinho tem um sólido bigode e dois enormes caninos ou presas que podem chegar a 1 metro de comprimento. As presas são usadas para arrancar moluscos e caranguejos do fundo do mar e se gastam com os anos. As morsas são muito caçadas pelo marfim dessas presas.

Quetzal
• Quetzal é uma ave com plumagem de bonitas cores da família Trogonidae que pode ser encontrada nas zonas tropicais da América Central. Apesar de o termo "quetzal" ser aplicado a todas as espécies do género Pharomachrus, é muitas vezes usado para designar uma única espécie, o quetzal-resplandescente, Pharomachrus mocinno. Outros quetzais são: P. antisianus: Quetzal-de-crista P. auriceps: Quetzal-de-cabeça-dourada P. fulgidus: Quetzal-de-pontas-brancas P. pavoninus: Quetzal-pavão

• • • •

Fragata
• A fragata-comum ou tesourão (Fregata magnificens) é uma ave pelecaniforme da família Fregatidae. • A fragata-comum tem cerca de um metro de comprimento e mais de dois de envergadura, pesa apenas 1,5 kg. É a ave com maior superfície de asa por unidade de peso. O macho é preto e distingue-se por um saco gular vermelho. A fêmea é menor, tem cabeça anegrada e peito branco. Os juvenis têm cabeça branca. • Apenas um ovo é posto no ninho de gravetos solidificado através de fezes. O casal incuba o filhote alternadamente durante 40 dias. Alimenta-se de peixes capturados na superfície, não mergulha. Molesta as outra aves à procura de peixes regurgitados. Muitas vezes os atobás e grazinas conseguem se livrar das fragatas pousando na água, uma vez que estas aves não conseguem nadar.

Piranha
• As piranhas são um grupo de peixes carnívoros de água doce que habitam alguns rios da América do Sul. Eles pertencem a cinco gêneros da subfamília Serrasalminae (que também inclui peixes como pacus e dourados). • O nome piranha vem de uma idioma híbrido formados das línguas Tupi-guarani; pode ter sido originado da composição das palavras 'pirá', significando 'peixe', e 'sanha' or 'ranha', significando 'dente'. Alternativamente, ele pode ser sido originado do Tupi 'pirá' ('peixe') e 'ánha' ('corte').

Panda
• O panda-gigante (Ailuropoda melanoleuca) é um mamífero da família dos ursídeos, endêmico da República Popular da China. O focinho curto lembrando um urso de pelúcia (peluche), a pelagem preta e branca característica e o jeito pacífico e bonachão o tornam um dos animais mais queridos pela humanidade. Extremamente dócil e tímido, dificilmente ataca o homem, a não ser quando extremamente irritado. Da xiong mao ( 大熊猫 ), o nome em chinês para o panda, significa grande urso-gato. Pode ser chamado também de huaxiong (urso de faixa), maoxiong (urso felino) ou xiongmao (gato ursino). Registros históricos de 3000 anos ("O Livro de História e o Livro de Canções", a coleção mais antiga da poesia chinesa), o mencionam sob o nome de pi e pixiu. O nome em latim Ailuropoda melanoleuca quer dizer pé de gato preto e branco. A palavra panda significa algo parecido com "comedor de bambu".

Beluga
• A baleia branca ou beluga (Delphinapterus leucas) é um mamífero cetáceo da família Monodontidae. O seu parente mais próximo no grupo dos cetáceos é o narval. A baleia branca habita as águas frias em torno do círculo polar ártico. São caçadores oportunistas, e comem uma grande variedade de peixes, lulas, crustáceos e polvos.

A baleia branca é um animal gregário que mede até 5 metros de comprimento e pesa até 1,5 toneladas. Tem entre 8 a 10 dentes em cada maxila. • Esse belo exemplar de animal é capaz de conviver com humanos e mesmo assimilar seus hábitos se adotado ainda filhote.

Narval
• O narval (do inglês narwhal, narwal; norueguês e dinamarquês narhval e sueco narval) é um mamífero cetáceo (Monodon monoceros), pertencente à família Monodontidae, que também inclui a beluga. O narval é um cetáceo característico das águas frias em torno do Círculo Polar Ártico. O narval é um cetáceo de grande porte, com 4 a 5 metros de comprimento e cerca de 1,5 toneladas de peso. Tem uma coloração branca e cinza marmórea e é desprovido de nadadeira dorsal. O dimorfismo sexual na espécie é bastante pronunciado e manifesta-se no dente incisivo superior esquerdo dos machos, que se encontra enrolado em espiral e que se projeta como um chifre. Este dente é feito de marfim e pode atingir até 3 metros de comprimento, quase de metade do comprimento do animal. A presa do macho do narval é fonte de marfim de valor comercial e constitui um atractivo à caça da espécie. Cerca de um macho em 500 tem duas presas em vez de uma.

FIM

Obrigado

Bernardo Peixoto Alves

You're Reading a Free Preview

Descarregar
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->