Residência Phosphorus - Primeiras Impressões + Glossário da

experiência, arquiteturas, lugares e deambulações
Glayson Arcanjo
(Texto constante na publicação impressa da residência Phosphorus – PROA! "ue
ocorreu entre junho e a#osto de $%&' em (ão Paulo)
he#uei em (ão Paulo pelo terminal rodo*i+rio, -e l+ pe#uei o metr. Portu#uesa/Tietê
com destino a (0, 1ra $' de junho! meu primeiro dia na residência Phosphorus, -o
metr.! caminhei a p0 pelas ruas 2rmã (impliciana e 3enceslau 4r+s! che#ando 5 rua
Roberto (imonsen, At0 o n6mero %&7 di*ersos edi89cios nesse curto trajeto atiçariam
meu olhar ora meio atento! ora meio 8ascinado, :este dia um! as impress;es iniciais! as
8alas e encontros com outros e os desejos despertados 8oram bem marcantes e acabaram
por indicar intenç;es 8uturas! intenç;es "ue percorreriam comi#o pelas semanas
se#uintes! mesmo "ue eu ainda não soubesse ao certo o "ue seria produ<ido nos dias
subse"uentes, -i#o isto! pois claramente recordo "uando sa9amos eu! =aria =ontero e
Gusta*o >erro! e nos deparamos com um caminhão amarelo parado em 8rente ao pr0dio
*i<inho ao Phosphorus e "ue tra<ia pintado na lataria o moti*o de sua espera? @, Alencar
Terraplana#em, 1ra noite e as #randes portas do casarão ao lado encontra*am/se
totalmente abertas, -o lado de dentro lu<es incandescentes! acesas! encena*am o lu#ar e
o mo*imento de di*ersos homens! num le*a e tra< de materiaisA al#o ali acontecia e me
interessa*aA me excita*a! a ponto de ali "uerer 8icar mais! e tentar adentrar o casarão, A
ima#em da retirada de materiais? t+buas! portas anti#as! pedras! etc! para a re8orma de
um casarão lo#o no dia da che#ada a (ão Paulo! abriria uma 8endaA seria um startA um
princ9pio desencadeador de outros mo*imentos "ue se desenrolariam com minha
permanência e deslocamento nestes "uase dois meses, :as outras semanas! eu retornaria
al#umas *e<es a esse pr0dio *i<inho e a outros pr0dios da mesma rua,
Outro trajeto 8undamental se deu no caminho entre o opan (local onde 8i"uei
hospedado) at0 o Phosphorus, aminhar a p0 diariamente da a*enida 2piran#a! passar
pela (ete de Abril! atra*essar o Anhan#aba6! praça do Patriarca! rua -ireita! >loriano
Peixoto! B3 de :o*embro! Praça da (0! era incorporar um pouco mais o dia/a/dia! as
paisa#ens! os pr0dios! e claro! os shoC<inhos! os performers! os ambulantes! as est+tuas
*i*as! os m6sicos, =as! tamb0m! dar de cara com os moradores de rua! os pedintes! os
sem teto! os protestos! a pol9cia,
Tirados dessas locomoç;es! trDnsitos e encontros! pude presenciar al#uns termos! certos
nomes e *+rios aspectos "ue passaram a ser escutados diariamente e! por *e<es! eram
8alados e repetidos ou "ue apenas esta*am *is9*eis e me pro*ocariam! bastando olhar! e
olhar,,, Passo a recordar uns poucos! reor#ani<+/los! descre*ê/los! rein*ent+/los
con8orme a experiência *i*ida nestes dias e lu#ares, Tentei or#ani<+/los o melhor "ue
pude! e o resultado 8icou esseE?
Rua Roberto !imonsen, %, Anti#a Rua do armo, (eus primeiros nomes 8oram Rua de
(anta Teresa e Rua da 4oa morte, $, Fma das uas mais anti#as da cidade! 8a< parte da
da 8undação inicial e das primeiras construç;es de (ão Paulo,
Residência, %, asa, $, Gu#ar para se *i*erA local de morada, H, -e8inição um pouco
con8usa "uando se trata da minha prIpria! j+ "ue pareço residir em *+rias e ao mesmo
tempo não ter nenhuma! entre elasA residência Phosphorus / asa @uisi! residência
pro*isIria no opan! residência em ampinas, Anti#as residências em GoiDnia e
FberlDndia, Primeira residência em 4elo Jori<onte! etc,
"cupaç#o, %, Guta por =oradia Popular, Guta por =oradia -i#na, =o*imento Popular
Paulista, >rente de Guta por =oradia, =o*imento dos (em Teto do (acomã, =o*imento
de Ocupação de 1spaços P6blicos Ociosos, $, Ocupação n6mero K,
$stacionamento, %, 1spaço para parada prolon#ada ou #uarda de *e9culos, :a Rua
Roberto (imonsen são cinco ao todo? (top 4anL! P+tio ParL! dois (imonsen ParL e um
com o nome de 1stacionamento mesmo, M *is9*el a disputa acirrada e as constantes
manobras dos carros "ue transitam por ali, obram de %$ a %K reais pela hora
estacionada, $, Por terem entrada pela 8rente dos pr0dios e no mesmo n9*el da rua!
#eralmente os estacionamentos possuem acesso! por meio de Npassa#ens secretasO! para
o interior dos pr0dios anti#os e estas nos le*am aos andares superiores,
%aixa, %, Pedaço de pano! tecido! lona! pl+stico! "ue recebe pintura com tinta contendo
8rases! nomes! si#las! indicaç;es de protesto! con*ocaç;es ou anuncios,
Placa, %, 2dem 5s 8aixas! por0m 8eitas de outros materiais como madeira! latão ou <inco,
Ps *e<es são reutili<adas! como as placas produ<idas pelo pro#rama =inha asa =inha
3ida! e cobertas por tinta! tem apa#ado todos os di<eres anteriores! menos a presença de
um lo#otipo da aixa! como indicati*o de um utIpico 8inanciamento,
&anela, %, Arte8ato utili<ado para permitir ou blo"uear a entrada de lu< e ar em *ãos
8eitos nas paredes dos pr0dios, $, M percebida em #rande n6mero nos pr0dios anti#os da
(0, H, Quando che#amos! praticamente todas se encontra*am 8echadas, om o passar
dos dias! paulatinamente! as janelas! uma/a/uma começaram a se abrir, 1stando abertas!
são muito usadas para dependurar roupas, Tamb0m são uteis para trocar con*ersas com
os *i<inhos! 8umar! espiar o mo*imento da rua e da janela do pr0dio da 8rente,
%achada, %, -i</se da parte exterior de determinado espaço ar"uitet.nico, $, M a 8rente,
Possui elementos decorati*os! #rades! *olutas! janelas lind9ssimas, Atualmente est+
repleta de 8aixas! roupas! antenas! placas, H, Quando a parte externa não condi< com a
interna, :os pr0dios ocupados! 0 possi*el *er atra*0s das janelas abertas! "ue a estrutura
dos pr0dios pode estar comprometida! os tetos de #esso estão caindo e anunciam o
peri#o de ru9na de paredes e pisos,
'i(inho, %, O da es"uerda! um pr0dio do 8im do s0culo B2B em re8orma, $, O da direita
um pr0dio tamb0m do mesmo per9odo e onde 8unciona uma encadernadora! loja de
carimbos e placas, H, Os de 8rente! dois pr0dios ocupados por mo*imentos por moradia,
)uraco %, Ao andar nestes pr0dios abandonados! de*e/se ter muito cuidado! pois do
chão de madeira dani8icado! se abrem 8endas por onde 0 poss9*el *er o andar de baixo
(ou o de cima), $, 3ãos 8eitos com marteladas e picaretas "ue ser*em para dar passa#em
de um ed98icio a outro! sem ser preciso descer andares ou arrombar outras portas de
entrada, Assim *ai/se comunicando e abrindo no*as passa#ens por dentro dos imI*eis
j+ ocupados, H, :o Phosphorus os buracos #anham nomesA como o rec0m inau#urado
4uraco do -irceu,
Re*orma, %, (empre re8orma/se a 8achada dos pr0dios! mas "uase nunca seu interior, $,
Quando al#uma ocupação 0 mal sucedida! os ocupantes são retirados do local pela
pol9cia! trata/se de uma desocupação, 1m al#uns casos! o dono do pr0dio abandonado!
com receio de no*as ocupaç;es *ende o imI*el, O comprador p;e em pr+tica um plano
Nin8al9*elO de re8orma para no*o uso do imI*el ad"uirido! sal*o exceç;es! em #eral! 0
um plano de trans8orm+/lo em restaurante ou em estacionamento,
+egociaç#o, %, Para entrar em "ual"uer local 0 preciso ha*er uma ne#ociaçãoA con*ersa
indicando as reais intenç;es em entrar na"uele local, :os estacionamentos 8ala/se com o
*i#ia ou com o manobrista dos carros ("ue te indicar+ o respons+*el), :o pr0dio em
re8orma contata/se o encarre#ado da obra (ou o no*o dono), :o pr0dio ocupado h+ uma
pessoa na portaria! "ue 0 o respons+*el ou "ue te indicar+ "uem responde por a"uela
ocupação espec98ica (cada ocupação parece ter seus proprios NporteirosO e Nsind9cosO),
Permiss#o, %, Ti*e permissão para entrar em três imI*eis, 1m dois deles entrei pelo
acesso do estacionamento! ou seja! pela Nportinha m+#icaO, :o pr0dio *i<inho da
es"uerda "ue esta*a em re8orma precisei ne#ociar diretamente com o encarre#ado da
obra, :a ocupação de numero K / *i<inha de 8rente! An#ela me recebeu super bem!
ou*iu minhas intenç;es mas não autori<ou a entrada no imI*el ocupado pelo
mo*imento**, Por 6ltimo! no pr0dio pertencente a lasses Gaboriosas! não conse#ui
8a<er o contato e a ne#ociação a tempo,
,abitar, %, =inha tentati*a de 8icar o maior tempo poss9*el dentro dos imI*eis "ue
permitiram a entrada, A partir desse permanecer instaurar al#uns pe"uenos instantes!
desenhos! aç;es "ue podem ou não ser re#istradosA podem ou não ser mostrados
posteriormente, $, Os moradores das ocupaç;es habitam os c.modos dos pr0dios! no
centro da cidade! por estes estarem desabitados e por esperarem "ue! com sua
permanência no local! possam #anhar uma morada 8utura,
$xposiç#o, %, =omento de mostrar parte ou o todo de al#o reali<ado! estando este
8inali<ado ou não! j+ "ue a demarcação de uma data de encerramento parece ser o
indicador da parada/corte no processo de residência, $, :este mo*imento de
or#ani<ação! exibição ou recolhimeto do material #erado durante o processo! est+ em
jo#o ! entre outras "uest;es? a, Que poder+ ha*er uma demasiada limpe<a do local de
trabalho! com retirada das mesas de trabalho e partes importantes do processo, b, Pode/
se (ou não) sacrali<ar! 8etichi<ar! enaltecer elementos dispens+*eis do processo, c, M
escolhido o "ue ser+ apresentado ao p6blico e o "ue ser+ #uardado para mostrar
posteriormente! nunca mais mostrar ou descartar,
Reintegraç#o, %, Recebi no dia $% de a#osto! diretamente das mãos do apitão
>ernando >erreira! uma carta in8ormando sobre a ação de retirada! no dia &R de
setembro de $&%'! das 8am9lias "ue estão *i*endo em todos os K pr0dios ocupados nas
ruas Roberto (imonsen e >loriano Peixoto, $, N-e*ido a #rande<a do e*ento! o acesso
de *e9culos ser+ restrito aos en*ol*idos na operação e o 8luxo de pessoas ser+ controlado
em +reas! certo "ue de*emos contar com aproximadamente %& caminh;es e di*ersos
carre#adores o "ue certamente ir+ mudar a rotina do local e impedir a passa#em de
outros *e9culos não autori<adosO,
E Para8raseando o canoeiro Apuleio! de =anoel de 4arros! no Gi*ro das 2#norãças,
EE (omente no 6ltimo dia de residência! e tendo retornado outras *e<es a ocupação n6mero K! 0 "ue
An#ela permitiu a entrada ao interior do pr0dio para 8a<er uma 8oto de uma 8aixa com o texto S,,, >ORA
2((O TF-O 1(TA3A AGA-O :A A(AS "ue 8oi 8eita durante a residência! deslocada da exposição e
estendida na 8achada do Phosphorus, :a se"uência a con*idamos e ela topou *isitar conosco a exposição!
le*ando tamb0m o (r, Alexandre,

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful