P. 1
Exercicios de WILLIANS

Exercicios de WILLIANS

1.0

|Views: 30.498|Likes:
Publicado porIsabel

More info:

Published by: Isabel on Dec 09, 2009
Direitos Autorais:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as DOC, PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

11/13/2014

pdf

text

original

EXERCÍCIOS DE WILLIANS

Dra. Isabel Cristina Teixeira Conceito: Consiste numa série de dez exercícios ativos progressivos que vão sendo realizados conforme evolução do tratamento. São indicados para as patologias que acometem a região lombar. Objetivos: aliviar a dor pelo alongamento da musculatura lombar e fortalecimento dos músculos abdominais e flexores do quadril; e conscientização postural. Observação: é importante associar o movimento respiratório, com a finalidade de aumentar a resistência através da utilização adequada da respiração, evitar a manobra de valsalva e fornecer oxigenação adequada à musculatura que está sendo solicitada.

TÉCNICA
POSIÇÃO PACIENTE 1. 1. decúbito dorsal, quadris e joelhos fletidos, pés apoiados na cama, membros superiores repousando ao longo do corpo. 2. Idem acima. REALIZAÇÃO Após a inspiração profunda o paciente contrai abdominais e glúteos, fazendo uma retroversão da pelve simultaneamente a expiração (movimento de báscula). Manter a contração por alguns segundos, relaxar e recomeçar. OBJETIVO Fortalecimento isométrico de abdominais e glúteos, retificação ou correção de lordose lombar, alongamento de musculatura paravertebral lombar.

Puxar uma perna tentando encostar o joelho no tórax, entrelaçando as mãos na região posterior da coxa e posteriormente repetir com a outra perna, realizando alternadamente o movimento. Inicialmente realizar dez movimento com cada MI.

Alongamento de musculatura paravertebral lombar e retificação de lordose lombar.

OBS. Pacientes que possuem boa flexibilidade poderão posicionar uma mão na região posterior distal da coxa e a outra no pé auxiliando na dorsiflexão do tornozelo tornando o alongamento mais efetivo

3. Idem acima 4. Idem acima.

Idem acima, porém puxando os dois joelhos ao mesmo tempo com as mãos em direção ao tórax. Flexionar o quadril até 90° e estender o joelho, fazendo a dorsiflexão do tornozelo, retornar a posição inicial e repetir com o outro MI.

Alongamento da musculatura paravertebral lombar. Alongamento de isquiostibiais.

OBS.: Use a criatividade fazendo o alongamento de isquiostibiais de outras maneiras.

5. Idem ao anterior.

Idem ao número três porém sem o auxílio das mãos.

Fortalecimento da musculatura abdominal (porção infraumbilical) e alongamento da musculatura paravertebral lombar.

OBS.: O exercício abdominal traciona o psoas aumentando a sobrecarga sobre a região lombar, ao flexionar os joelhos anulamos sua ação tornando mais confortável e menos perigoso o exercício.

6. Idem ao anterior.

Idem ao anterior porém realizando a lateralização quando flexionando o quadril - flexão lateral do quadril

alongamento da musculatura paravertebral e fortalecimento da musculatura abdominal porção lateral (oblíquos interno e externo).

7. Idem ao anterior.

Peça inicialmente para erguer sua cabeça do solo, provocando uma contração estabilizadora dos músculos abdominais. Depois o paciente progride, elevando os ombros até que as escápulas e o tórax deixem o solo, mantendo os braços horizontalmente.

OBSERVAÇÃO.: O paciente não deve sentar completamente, já que a partir do momento que o tórax deixa o solo o restante do movimento é realizado pelos músculos flexores do quadril. Progredir a dificuldade do exercício posicionando os braços cruzados no tórax e depois cruzando as mãos na nuca. O paciente deverá ser orientado para não arquear a coluna inferior quando realizando o movimento. Se o paciente é incapaz de realizar o abdominal como descrito anteriormente, comece com abdominais descendentes. O paciente senta-se no chão com os joelhos fletidos e pés apoiados ou com os joelhos estendidos. O paciente abaixa o tronco lentamente até o ponto onde consegue manter sua coluna inferior aplanada, então retorna a posição inicial. Uma vez realizado o abdominal descendente em toda a amplitude de movimento pode ser iniciado o abdominal ascendente.

8. Idem ao anterior

9. Em pé encostado na parede, com os calcanhares encostados na parede, pés unidos. 10. Idem acima, porém com pés agastados cerca de 5 a 8 como.

faz o abdominal diagonal, levando uma mão na direção do lado de fora do joelho oposto à medida que faz o abdominal e depois alterna: mão direita - joelho esquerdo; mão esquerda - joelho direito. Flexão de quadril e joelho com abdução e rotação externa do quadril. Retornar a posição inicial

Reforço da musculatura abdominal porção oblíqua.

conscientização postural.

Flexionar os joelhos, até encostar a coluna na parede Idem acima. (retificação de lordose), ao mesmo tempo o paciente faz uma força no sentido de empurrar a parede com a

coluna inferior. O paciente mantém todo seu corpo encostado na parede. Progredir separando os pés da parede cerca de 5 a 6 como, realizar o mesmo exercício e ao final afastar o corpo da parede. Retornar a posição de partida. ICF/97

1.

6.

2.

7.

3.

8.

4.

9.

5.

10.

You're Reading a Free Preview

Descarregar
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->