Você está na página 1de 1

A mulher na sociedade brasileira

Desde outrora as mulheres tem lutado por seus direitos de igualdade e


respeito no contexto social, moral ou seja, o direito de falar e ser ouvida
como uma cabeça pensante. Longos discursos marcaram épocas, feriados
foram criados, leis entraram em vigor; mostrando que a mulher realmente
está conseguindo conquistar seu espaço e suas vitórias. Vemos casos nos
noticiários, especificamente do caso Geisy, onde foi humilhada por colegas
de faculdade por sua vestimenta. Será que era pra ser tanto? Tem a mulher
conseguido conscientizar a humanidade e conquistar seu espaço?

Tema de noticiários e grande repercussão na mídia o caso da estudante


Geisy apenas mostrou que grande parte dos brasileiros ainda são
preconceituosos com as mulheres, claro que ao analisar casos como estes
temos que ter um olhar clínico em saber pesar e ouvir e todos os lados,
podemos ser enfáticos em apontar o dedo e dizer quem está errado mas o
problema vem bem mais de longe e engloba muito mais que um simples
mini-vestido.

Claro que devemos nos vestir apropriadamente para cada ocasião e um


vestido curto não é o aconselhável para freqüentar instituições, onde até a
própria admite ter errado sua vestimenta e seu comportamento, mas isso
não é o caso e não a inferioriza dos outros, a questão é a repercussão que
tomou pela intolerância de seus colegas dando a entender que iam
“queimá-la na fogueira”, a sociedade está no século XXI e vive em um país
democrático onde atitudes como essas tem que ser evitadas e resolvidas
com um bom diálogo e longe de tomar tal caminho.

Isto é apenas mais uma prova para mostrar que a mulher embora tenha
conquistado muitas vitórias, ainda não conquistou o espaço merecido na
sociedade brasileira, e temos tristes casos como da estudante Geisy onde
seu vestido foi apenas uma “desculpa” para crucificá-la, e mostrou como
alguns brasileiros reagem à base de seus preconceitos em não saber tolerar
situações e deixando indícios de que não são conscientes do espaço que a
mulher conquistou.

O que deveria ser feito era uma conscientização junto aos órgãos
competentes para diminuir o preconceito contra as mulheres, e onde elas
com seus vestidos curtos ou não, deixem de serem casos de injúria por
deslize de algumas, para conter manifestações de intolerância como estas.