Você está na página 1de 1

Racionalidades: como pensam os nativos

Em respostas crtica de Obeyeekere, o livro se organiza como resposta aos problemas


mais amplos de racionalidade comparativa, bem como s questes complementares de
ordem cultural suscitadas pelas narrativas e interpretaes da deifcao do capito Cook.
. como ao falar pelo Outro nativo, podemos priv-lo de sua prpria voz
. como ao atribuir-lhe a nossa racionalidade prtica, fazemos uma antropologia pidgin
(lngua franca, simplifcada para faciolitar a comunicao entre pessoas de diferentes
nacionalidades)
. como, ao tecer sua histria a partir de nossa moralidade, no ajudamos ningum
Obeyesekere supe que, como natural de Sri Lanka, ele tem uma percepo privilegiada
quanto ao modo como os havaianos pensavam, ele poderia, assim, defend-los contra os
mitos imperialistas que desde ento lhes foram impostos. Ele afrma que, h muito tempo,
os estudiosos ocidentais enganam-se a si mesmos e a outros com a idia de que os
povos indgenas, enquanto vtimas do pensamento mgico e de suas prprias tradies,
nada podiam fazer alm de receber seus descobridores europeus.
Cook foi visto pelos havaianos como uma manifestao de seu deus Lono, e seus rituais
nos quais ele esteve ento enredado tiveram um papel central em sua morte. O lado
nefando da misso civilizadora ocidental, esse desprezo pelo Outro, continua vivo na
teoria acadmica.