Você está na página 1de 2

CLASSES DE RISCOS BIOLGICOS

De acordo com as diretrizes gerais para o Trabalho em conteno


com material biolgico, os agentes podem ser classificados em 5
classes de risco baseados em:
virulncia,
modo de transmisso,
estabilidade do agente,
concentrao e volume,
origem do material potencialmente
infeccioso,
disponibilidade de medidas profilticas
eficazes,
disponibilidade de tratamento eficaz,
dose infectante,
tipo de ensaio e
- fatores referentes ao trabalhador

Classe de Risco I: escasso risco individual e comunitrio
quando o microorganismo tem pouca probabilidade de
provocar enfermidades humanas ou veterinrias.
Ex:Lactobacillus

Classe de Risco II: risco individual moderado; risco
comunitrio limitado a exposio pode provocar
infeces, porm, se dispe de medidas profilticas e
teraputicas eficazes, sendo o risco de propagao limitada.
Ex.: Schistosoma mansoni (causador da esquistossomose),
Clostridium tetani, Helicobacter pylori, Hepacivirus.


Classe de Risco III: risco individual elevado; risco
comunitrio limitado pode causar infeces graves em
humanos e animais; se propagar de uma pessoa para outra,
mas existe rofilaxia/tratamento eficazes. Ex.: Bacillus
anthracis (causador de carbnculo ou antrax)
Mycobacterium tuberculosis, Retrovirus (HIV).

Classe de Risco IV: elevado risco individual e comunitrio
agentes biolgicos de fcil propagao e altamente
patognicos para o homem, animais e meio ambiente, no
existindo medidas profilticas ou teraputicas eficientes.
Ex.: Vrus Ebola (causa febre hemorrgica)


Classe de Risco V: elevado risco de contaminao em
animais e do meio ambiente agentes patognicos no
existentes no pas, podendo ou no oferecer risco direto ao
homem, mas causando graves perdas econmicas e na
produo de alimentos. Ex.: Achantina fulica (caramujo-
gigante-africano trazido para o Brasil para produo e
comercializao de escargot).