Você está na página 1de 1

TESOUROS DA ALMA

Ensinaste pacincia, amparando inmeros ouvintes, no entanto, se em teus dias de


provao tombaste na sombra da inconformidade e da rebeldia, debalde te reportaste aos lauris
da serenidade e da tolerncia, em se tratando de ti.
***
Destacaste o valor das dificuldades, nas trilhas do mundo, induzindo muita ente !
aceitao dos pr"prios deveres, todavia, se, ! frente dos obst#culos $ue te obscureceram a senda,
entraste em amarura e desesperao, no te valeram as teorias esposadas, em matria de paz e
compreenso.
***
%ipotecaste afeto ao seres $ueridos, propiciando&lhes alerias e bnos, mas se nos dias
de separao e mudana, ca'ste em desnimo e revolta, o amor autntico ainda no te habita os
dom'nios do ser.
***
E(altaste a f, sustentando lei)es de companheiros da %umanidade, entretanto, se, em
teu pr"prio tempo de aflio, te desnorteaste nos cipoais da desorientao e da dvida, o estado
de confiana na Divina *rovidncia te haver# sido mero ensaio, a lona distncia da sublime
realizao.
***
Ensina e a+uda sempre, a benef'cio dos semelhantes, por$uanto instruir e reconfortar
constituem preciosos investimentos na ,ontabilidade do -niverso, arantindo&te altos
rendimentos na estrada a percorrer.
***
,ertifica&te, porm, $ue se as vicissitudes da .erra te furtam os valores do esp'rito e
ainda te vs sem calma nas tribula)es/ sem entendimento na anstia/ sem ternura pelos entes
amados, $uando chea a hora de crise em tuas constru)es afetivas/ e sem apoio 'ntimo, nos
momentos de aflio, isso sinal de $ue ainda no retns contio semelhantes talentos, de vez
$ue, em verdade, s" possu'mos os tesouros da alma $ue foram tremendamente sacudidos pelos
sofrimentos da vida e ficaram em n"s no tempo do corao.
E0012-E3
Referncia bibliogrfica:
4156E7, 8rancisco ,. 9Esp'ritos Diversos:. Passos da Vida. ;.ed. 1raras&<*= 6DE, >??>. p. @?&
A>.