Você está na página 1de 2

Analise Matematica II

1
o
exame
23 de Junho de 2004
LCI, LEA, LEBM, LEFT, LMAC
Apresente todos os calculos e justica coes relevantes
I. 1. Obtenha uma primitiva de cada uma das seguintes fun coes: (5 vals.)
f(x) =
x
3
x
4
+ 1
, g(x) =
sen x
(3 + cos x)
2
, h(x) = x
2
e
1x
,
indicando os domnios correspondentes.
2. Considere a fun cao real
(x) =
2x
(x 1)(x
2
+ 5)
.
Determine a fun cao , denida no intervalo I =] 1, 1[, tal que

(x) = (x), x I e (0) = 0.


II. 1. Calcule a area da regi ao delimitada pelos gr acos das fun coes f(x) = x e (3.5 vals.)
g(x) = x
3
/4.
2. Seja f : R R uma fun cao mpar, peri odica de perodo 2 e integr avel em
qualquer intervalo limitado e fechado de R. Considere a fun cao
g(x) =

x
0
f(t) dt , x R.
Mostre que g e uma fun c ao par e que g(2n) = 0 para qualquer n umero inteiro n.
III. 1. Considere a fun cao f : R
2
R dada por (8 vals.)
f(x, y) =

x
2
sen y + y
2
sen x
x
2
+ y
2
se (x, y) = (0, 0)
0 se (x, y) = (0, 0)
a) Justique que f e uma fun cao contnua em cada ponto de R
2
.
(Relembre o facto de | sen x| |x|, para qualquer x R).
b) Calcule o gradiante de f no ponto (0, 0).
c) Para v = (1, 1), determine
f
v
(0, 0).
d) Diga, justicando, se f e ou n ao diferenci avel em (0, 0).
2. Seja C
1
(R) tal que (0) = 1. Seja g : R
2
R denida por
g(x, y) =

xy
x
(t) dt
a) Mostre que (0, 1) e um ponto de estacionaridade de g. Justique os calculos.
b) Calcule a matriz hessiana da fun cao g no ponto (0, 1).
c) Classique o ponto de estacionaridade (0, 1).
IV. Sendo m um inteiro positivo qualquer, considere o seguinte subconjunto de R
m
: (3.5 vals.)
S = { x R
m
: x = 1 } .
a) Identique int S, ext S, front S e diga se S e aberto, fechado, compacto, conexo.
b) Seja D R
n
, onde n e um inteiro positivo qualquer, e considere duas fun coes:
g : D S sobrejectiva, f : S R contnua .
Prove que a fun cao h : D R dada por h = f g tem m aximo e mnimo
absolutos.
c) Suponha que as hip oteses acima sao vericadas com D = R
2
. Suponha adicio-
nalmente que g e contnua. Mostre que a serie

n=0
e
n
h(x, n)
e convergente, para cada x R e que a fun cao : R R dada por
(x) =

n=0
e
n
h(x, n)
e contnua.
2