Você está na página 1de 1

Breve apreciação final da formação:

Práticas e Modelos de Auto – Avaliação das Bibliotecas


Escolares

A formação “Práticas e Modelos de Auto-Avaliação das BEs” foi uma oportunidade


de conhecer e reflectir sobre o Modelo de Auto-Avaliação das Bibliotecas
Escolares.
Adquiri novas competências ao nível dos conteúdos relativos ao Modelo de Auto-
Avaliação da Biblioteca Escolar.

Como momentos positivos destaco a partilha de documentos que a formação


proporcionou entre formandos, assim como os documentos fornecidos pelas
formadoras e ainda o facto de levar os professores bibliotecários a perspectivar a
Biblioteca Escolar de uma forma mais dinâmica, assumindo-a como um recurso
indutor de inovação, um recurso que contribua e tenha um papel activo e de
resposta às mudanças que o sistema introduz, trazendo valor à escola no
cumprimento da sua missão.

Como aspectos negativos da acção destaco que foi muito exaustiva, por ter sido
realizada num curto espaço de tempo, sem os apoios que eu achava pertinentes.
A quantidade de textos que nos foram apresentados em inglês dificultou também
em muitos aspectos a execução dos trabalhos e tornou-os mais morosos.

Penso que se fosse uma acção feita a longo prazo, poderia ser mais rentável.

No entanto, agradeço a oportunidade de a ter efectuado.

Teresa Patita Sousa

Dezembro 2009