Você está na página 1de 5

Institucional

Nossa Visão

Solidificar a crença que permeia as empresas do Grupo Silvio Santos, de que é possível
oferecer produtos que contribuam para a melhor qualidade de vida das pessoas, sendo uma
empresa responsável, presente em todas as circunstancias e sempre acreditando em um
mundo melhor.

Nossa missão

Ser uma grande empresa do Grupo Silvio Santos e da venda direta no Brasil, oferecendo
produtos de qualidade que torne a vida das pessoas mais bonita e feliz, concretizando sonhos,
gerando oportunidades de emprego, contribuindo assim para um melhor desenvolvimento do
país.

Nossos valores

Basear-se sempre na verdade, ética, profissionalismo, responsabilidade sócio-ambiental, na


transparência das relações comerciais e respeito às diferenças valorizando o elemento
humano.

Jequiti - Uma história de realização

O pai de uma família com seis filhas, desde cedo percebeu o grande interesse das meninas
pelos cosméticos. Durante suas viagens pelos Estados Unidos e Europa, passou a notar que
não apenas suas filhas, mas todas as mulheres de modo geral, cercavam os balcões de
perfumes e cosméticos como abelhinhas ao redor do mel. Sendo um homem de visão
empresarial e obviamente, com tantas mulheres consumidoras em sua própria família,
resolveu investir nesta área aqui no Brasil.

Na época, existia um perfume da moda 'Avant Làfaire', e muitos iam à Argentina para
comprá-lo. O homem empreendedor então, vai até lá, contrata químicos argentinos, cria
vidros e embalagens e lança a Chanson, cosméticos e perfumaria.

Talvez por falta de um bom administrador, sendo que ele próprio não poderia administrar,
pois possuía outros negócios, a Chanson foi vendida. Com ela foram vendidas também,
algumas de suas fórmulas e embalagens à uma empresa, hoje famosa no mercado.

Porém, não foi vendido o sonho do grande empreendedor, e a chama não se apagou. Então ele
recua, cria novas estratégias de mercado e depois de alguns anos volta a investir naquilo em
que acredita.

Desta vez, com sua disciplina e perseverança, características que lhe são peculiares,
aprofunda-se ainda mais no assunto da cosmetologia. Pesquisa o mercado interno e externo.
Contrata aqui mesmo no Brasil, os melhores profissionais necessários para desenvolverem
produtos da mais alta qualidade. Desta vez, não deseja agradar apenas as mulheres, mas
também, aos homens e crianças. Aquele sonho de ter um produto pertencente ao universo da
cosmetologia estendeu-se em todas as direções que levem ao bem estar das pessoas e a uma
melhor qualidade de vida e hoje se transformam em mais de quinhentos produtos diferentes.
Esta é a SS COSMÉTICOS. Fruto da determinação de um homem empreendedor, Senor
Abravanel, que não se deixa desanimar pelas adversidades, que de um simples camelô,
desenvolveu empresas fortes, gerou milhares de oportunidades de empregos, criou autonomia
e independência financeira para muitas famílias brasileiras e realizou sonhos de milhões de
pessoas. A SS Cosméticos é mais uma empresa do Grupo Silvio Santos: forte, poderosa,
protetora e perene, como o Jequitibá, árvore centenária da flora brasileira, inspiração para o
nome JEQUITI.

Jequiti, um case de comunicação

Sílvio Santos construiu uma linha de cosméticos e um case de comunicação. A marca Jequiti
vai completar três anos de existência no mês de outubro e já incomoda algumas empresas do
setor. Mas por que? Além do tino comercial e de uma grande capacidade de criar negócios,
Senor Abravanel tem o seu grupo por trás.

Em primeiro lugar o modelo de negócio foi copiado da concorrência. Jequiti é uma linha de
cosméticos vendida diretamente por meio de catálogos e revendedoras. A troca do catálogo
também acontece a cada 21 dias, assim como as demais. Até aí, tudo igual. Só que Sílvio
lançou mão de outras cartadas.

Começou a copiar os tipos de cosméticos dos concorrentes, até lançou a colônia Fábio Júnior,
um apelo mais popular para o público feminino e uma resposta a perfume do rei Roberto
Carlos.

Logo após o lançamento da linha de produtos, o hotel de luxo do grupo, o Jequitimar, no


Guarujá (SP), só tem cosméticos da linha, sem contar a relação direta no nome do hotel.
Depois criou uma extensão de linha, a Villa Jequiti, que são joias, semi joias e acessórios.

E como despertar o interesse para pessoas se tornarem consultoras Jequiti? O programa 'Roda
a Roda' estava sem patrocínio de empresa, que anteriormente contou com patrocínio da
Chevrolet e um pouco antes, a Johnson & Johnson. Sílvio Santos transformou o programa de
TV em uma oportunidade de distribuir prêmios como carros e barras de ouro para os
revendedores da marca.

Neste ano, lançou o programa 'Ganhe Mais Dinheiro Com Jequiti'. Aos domingos, das 8h30
às 9h, as consultoras assistem a dicas de venda, beleza, curiosidades e entrevistas especiais.
Patrícia Salvador, a mesma que gira as letras no painel do 'Roda a Roda', é a apresentadora da
mais recente atração do SBT.

Sílvio Santos não dá ponto sem nó, e mostrou que além de montar negócios, sabe usar a
comunicação a seu favor.

Marketing
O AVANÇO DA JEQUITI
A marca de Silvio Santos vai para o Nordeste e quer brigar com Natura e Avon
Por Rodrigo Martins
Dois meses depois de lançar a primeira linha de cosméticos, com mais de cem produtos de
beleza, a Jequiti planeja expandir as operações para o Nordeste. Hoje, os negócios estão
restritos ao Sul e Sudeste do Brasil. Será um passo importante. Isso porque o mercado
nordestino consome, junto com o Norte, dois terços das deocolônias nacionais, segundo o
instituto LatinPanel (ligado ao Ibope). A conquista desse filão integra a estratégia de
consolidação da marca, que pretende disputar espaço com as gigantes Avon e Natura.
Controlada pelo Grupo Silvio Santos, a empresa montará uma equipe de vendas na região em
março de 2007 – tudo no sistema porta a porta.

“O Nordeste cresceu muito nos últimos anos e lidera o consumo de algumas categorias de
produtos, como perfumes, águas-de-colônia e sabonetes”, explica Juracy Monteiro, diretora
da Jequiti e da Hydrogen, fabricante de cosméticos para o mercado varejista, adquirida pelo
grupo em março deste ano. “Acredito que a receptividade dos nossos produtos será até maior
nessa região, porque preparamos o terreno para a entrada da marca desde outubro, com a
publicidade veiculada pelo SBT.”

Até o início de 2008, serão investidos 25 milhões de reais no negócio, incluindo os gastos
com o desenvolvimento de produtos e o recrutamento da equipe de vendas. A diretora estima
que terminará o ano com cerca de 5 mil consultores cadastrados. Para 2007, a expectativa é
ter uma base de 25 mil revendedores ativos e um faturamento superior a 30 milhões de reais.
O centro de distribuição, que ocupará um terreno de 70 mil metros quadrados na Rodovia
Anhangüera (na Grande São Paulo), deve ficar pronto em abril. Já o projeto de construção de
uma fábrica própria ficou para daqui a dois anos. Por enquanto, toda a produção é
terceirizada.

Além da promessa de renovar o portfólio de produtos com o lançamento de cem novos itens
por ano, a Jequiti pretende conquistar o mercado, explorado por muitos concorrentes, com
uma política agressiva de incentivos para os revendedores. “Mais do que prestar um bom
atendimento, vamos oferecer seguro de vida, auxílio-funerária e vale-saúde, que é um
desconto para consultas médicas e exames clínicos. Os consultores terão direito a serviços
que muitas vezes são inacessíveis à população de baixa renda”, destaca Juracy. Alguns desses
benefícios podem ser recebidos a partir da entrega do quinto pedido. A margem de lucro dos
revendedores é a mesma ofertada pelas rivais Avon e Natura: 30% sobre o preço do catálogo.

A Jequiti pretende explorar a interação com os outros negócios do grupo. O novo resort de
Silvio Santos, por exemplo, será inaugurado em janeiro, no Guarujá (SP), e deve abrigar
encontros profissionais, bem como oferecer diárias aos consultores com melhor desempenho.
O maior número de campanhas publicitárias também tem sido veiculado na emissora do
conglomerado, o SBT. Mas o diretor de marketing da Jequiti, Marcelo Martins, garante que,
apesar da menor quantidade de inserções em outras mídias, mais da metade da verba é
destinada para tevês por assinatura, outdoors, jornais e revistas.

Se o sucesso da empreitada depender do desenvolvimento do setor no Brasil, o retorno do


investimento parece garantido. Há pelo menos sete anos, as vendas porta a porta crescem a
taxas de dois dígitos, segundo os dados da Associação Brasileira de Empresas de Vendas
Diretas (ABVED). Apenas no primeiro semestre de 2006, a atividade movimentou,
aproximadamente, 5,3 bilhões de reais, um aumento de 15% em comparação com o mesmo
período do ano passado. Em 2005, os negócios expandiram 19%.

Os executivos da Jequiti planejam pegar carona na boa fase e, dentro de três anos, transformar
a marca na terceira maior do setor de perfumaria e cosméticos do País. Para um self-made
man, como é o empresário Silvio Santos, essa meta não parece tão difícil de ser superada.

Jogo de marketing
Conhecidos por sua reputação nada positiva, os chamados amenites – aqueles frascos
diminutos de xampus, sabonetes líquidos, condicionadores e cremes hidratantes sem
personalidade e de conteúdo de procedência desconhecida, comumente oferecidos por hotéis
a seus hóspedes, viraram alvo de grandes fabricantes de cosméticos interessados em
promover sua marca, testar novos produtos e consolidar parcerias para ampliar as vendas de
seus produtos de linha regular. Foi assim com as veteranas L’Occitane, Natura e Granado, e já
está se tornando realidade para outros fabricantes.
Lázaro Carmo Jr., diretor-geral da divisão de Cosméticos da Jequiti, ressalta que a parceria
com hotéis cinco estrelas garante superioridade aos produtos da marca (a empresa colocou
seus cosméticos nos hotéis Sofitel e Jequitimar). “Isso é especialmente verdadeiro quando se
trata de uma empresa que busca consolidar-se no mercado”, afirma Carmo Jr., revelando que
a meta de expansão da Jequiti com auxílio dos amenities foi potencializada com a montagem
de lounges em um dos hotéis parceiros para comercialização dos produtos da linha regular.
O executivo avalia que os produtos destinados aos kits para hotéis são uma poderosa
ferramenta de marketing para experimentação por pessoas que ainda não consomem
determinada marca de cosméticos. “É um momento que se transforma em oportunidade única,
e por essa razão os padrões da linha regular devem ser mantidos, diferenciando-se as
embalagens o mínimo possível.”
Por essa razão, a Jequiti manteve a linguagem dos kits coerente com sua linha regular:
réplicas em miniatura dos produtos originais da linha Jequiti Vida, as embalagens dos
cosméticos apresentam mais conteúdo que o habitual encontrado entre amenities, 60
mililitros, e por terem sido desenhadas com a opção “up-side-down” (em que a tampa do
frasco, quando este é colocado na vertical, fica voltada para baixo), facilitam o consumo sem
desperdício.

Jequiti lança 10 linhas e inicia sua campanha


Nacional - 30/10/2006

O mercado ficou em alerta quando em abril deste ano, quando o presidente do Grupo
Silvio Santos, Luiz Sebastião Sandoval anunciou na compra da marca Hydrogen, que o
Grupo SS ia entrar para valer num mercado que não para de crescer.
A partir daí, o grupo fortaleceu a presença da Hydrogen no mercado tradicional de varejo
e atacado, com a ampliação da linha. De 27 itens a empresa passou a produzir 64 e seu
faturamento mais que duplicou, passando a R$ 1 milhão. A marca, que detinha a licença
da Disney no país e produzia 55 itens infantis, até o final do ano deverá contar com mais
de 70, inclusive com uma linha para adultos e com uma campanha de mídia.
Paralelamente, o grupo passou a trabalhar numa nova marca para atender o canal de
venda direta, hoje liderado no país pelas gigantes Natura e Avon.
Seis meses depois, a marca Jequiti foi apresentada para cerca de 600 convidados, numa
festa no Jockey Clube, pela diretora geral de cosméticos do Grupo, Juracy Monteiro. Os
convidados então, inclusive profissionais do setor, foram surpreendidos com o
lançamento de dez linhas de produtos, com 105 itens, produzidos no prazo recorde de 3
meses.
Esta semana os lançamentos em perfumaria, maquiagem, cabelos, corpo, rosto e banho
foram apresentados aos jornalistas, juntamente com á casa Jequiti, na Al. Gabriel
Monteiro da Silva. “Os lançamentos já estão no mercado e neste primeiro momento
estamos treinando consultoras das regiões sul e sudeste através de 70 gerentes”, declara
Marcelo Pinheiro gerente de vendas da empresa, que iniciou suas vendas ao consumidor
através de Consultores Jequiti no último dia 16. Para atender as regiões do Nordeste,
Norte e Centro-Oeste, o gerente informa que estão sendo recrutados novas consultoras.
A campanha publicitária já está no ar e representa investimentos de outubro a dezembro
de R$5 milhões. O portfólio de produtos deve crescer nos próximos anos a um ritmo de
100 itens novos por ano. Serão investidos no total aproximadamente R$ 25 milhões para
o negócio Jequiti-Venda Direta, informou a empresa em nota a imprensa.
O nome Jequiti foi inspirado na árvore do Jequitibá, uma árvore enorme e bela em tupi-
guarani significa gigante da floresta. Com ela a empresa associa seu nome a elementos
da natureza e a leveza e conforto, representada pela árvore, um dos mais tradicionais
símbolos da vida.
“Jequiti é natureza, leveza, equilíbrio, conforto, beleza e liberdade. Conversamos sobre
relações, sobre natureza mundial, sobre plantar, cuidar, semear e colher” informa a
empresa.
Por enquanto os produtos da empresa serão produzidos de maneira terceirizada pela
Lipson e pela Freedom Cosméticos, mas no futuro essa situação poderá mudar, de
acordo com Juracy Monteiro.
A campanha de lançamento da marca Jequiti foi dividida em duas fases. A primeira fase
falou sobre o nascimento de uma nova marca, de um novo conceito de cosméticos, que
vai levar beleza e natureza até você. "A segunda fase da campanha, indica que Beleza e
Natureza não se separam. Ela está sendo veiculada no SBT e estará indo ao ar nos
próximos dias pela TV Globo também, teremos ainda outdoors por todo o sul e sudeste
do país, nas principais capitais (São Paulo, Porto Alegre, Rio de Janeiro, Curitiba, etc) e
Campinas-SP, além de cinco revistas nesta fase da campanha", diz Marcelo Martins,
gerente de marketing da Jequiti.
Três linhas de produtos inspiradas em elementos da natureza serão comunicados aos
consumidores: JequitiVida, Coletânea e Caminho das Águas, com veiculação em
novembro e dezembro.