P. 1
Reflexão Final

Reflexão Final

|Views: 520|Likes:

More info:

Published by: Mariai dalina ribeiro on Dec 20, 2009
Direitos Autorais:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as DOCX, PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

01/14/2013

pdf

text

original

REFLEXÃO FINAL Introdução

A presente reflexão é no âmbito da acção de formação “Práticas e Modelos de Auto-avaliação das Bibliotecas Escolares”, proposta pela RBE. Após a elaboração de tarefas, a análise/reflexão do Modelo de AutoAvaliação das BEs, permitiu-nos compreender e programar acções de avaliação das bibliotecas Desenvolvimento Terminada a acção é tempo de reflexão, e inicio pelas primeiras tarefas onde me senti completamente perdida, pois como referi algumas vezes, nunca tinha trabalhado na área das Bibliotecas a não ser em contexto de sala de aula e desenvolvendo actividades de promoção de leitura. Mas à medida que as tarefas se concretizavam com a leitura de literatura específica colocada na plataforma, a análise do modelo de Auto avaliação da Biblioteca Escolar”, foi despertando o interesse e as tarefas realizadas com mais facilidade. Neste momento, é-me mais fácil implementar o modelo de auto-avaliação, nos respectivos domínios. Uma das dificuldades, que sinto, neste momento é como motivar os intervenientes no processo educativo, nomeadamente Professores e Educadores, demonstrando - lhes a importância da BE, o seu contributo para as aprendizagens e o sucesso educativo das crianças/alunos. Relativamente à acção de formação, a avaliação que faço a nível pessoal foi muito positiva, permitiu-me adquirir conceitos e conhecimentos muito úteis para a minha prática, tanto como Professora Bibliotecária como Educadora de Infância.

O material disponível, de consulta para a realização das tarefas e as tarefas realizadas, permitiu-me ficar bem documentada, será um

instrumento/ferramenta muito útil a aplicar processo de auto-avaliação das BEs. mas no futuro muito mais profícua como educadora de infância. Relativamente aos conteúdos da acção, foram desenvolvidas estratégias, em cada sessão, motivadoras onde o interesse das formandas era bem patente pelo dinamismo e empenho nas questões dos formandos, orientando, encorajando sempre positivamente o trabalho dos formandos. Conclusão Como conclusão, a metáfora da Alice no seu encontro com o gato Cheshire, citada num dos textos da formação, assume-se como um meio excelente para reflectir sobre os processos de mudança, de novas técnicas, de

actividades espontâneas, que todos os intervenientes da acção educativa devem estar abertos a inovar.
Poderias dizer-me, por favor, que caminho hei-de tomar para sair daqui? - Isso depende do sítio onde queres chegar! - Disse o Gato. - Não interessa muito para onde vou... - retorquiu Alice. - Nesse caso, pouco importa o caminho que tomes - interpôs o Gato. Alice no País das Maravilhas Alice in Wonderland - Cheshire Cat

You're Reading a Free Preview

Descarregar
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->