P. 1
Causas de extinções

Causas de extinções

|Views: 10.197|Likes:
Trabalho feito para a cadeira de Evolução.
Visa as principais causas de extinção.
Trabalho feito para a cadeira de Evolução.
Visa as principais causas de extinção.

More info:

Direitos Autorais:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

02/26/2015

pdf

text

original

Causas de Extinção

Neste trabalho vou retratar as diversas causas de extinção sofridas pelas espécies ao longo do tempo. Licenciatura em Biologia Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade de Coimbra José Pedro Moreirão Cerca Monteiro de Oliveira 07-05-2009

1

Causas de Extinção 2009

Indice
Introdução - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - O que é a extinção? – Espécies Extintas e em Vias de extinção - - - - - - - - - - - - - - - - Principais causas de extinção - - - - - - - - - - Grandes extinções no passado. - - - - - - - - Bibliografia- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - Página 3.

Página 4. Página 5. Página 9. Página 11.

2

Introdução
De todas as espécies que já viveram na Terra desde o aparecimento da vida à 3 bilhões de anos atrás, apenas cerca de 0,001 das espécies ainda estão vivas hoje. Todos as outras, a grande maioria, extinguiram-se, normalmente dentro de dez milhões de anos mais ou menos depois da sua primeira aparição. Esta grande taxa de extinção teve uma influência importante sobre a evolução da vida na Terra - o repovoamento da população e de um nicho ecológico, por espécie após espécie permite a análise da vasta gama de estratégias de sobrevivência e processos de transformação pelos quais as espécies gradualmente adaptam a sua morfologia e comportamento dos seus arredores. Este, por sua vez, tem contribuído grandemente para o actual nível de biodiversidade do planeta. Não há nada, no entanto, sugerem que as espécies vivas, actualmente, são especiais, de qualquer maneira. Provavelmente, eles também irão se tornar extinto dentro dos próximos dez milhões de anos ou mais, e abrir caminho para sucessores si.

A importância da extinção para o desenvolvimento da vida leva a algumas perguntas cruciais sobre o seu processo, dos quais, realço: a extinção é uma parte natural do processo de evolução, ou é simplesmente uma chance ocasional resultado de catástrofes que afectam quer apenas uma espécie (como as doenças) ou grandes grupos de espécies (tais como mudanças na salinidade do mar, ou alterações no clima)? Sugiro que a verdade se situa algures entre os dois pontos de vista opostos.

Figura 1: Beleza da natureza

3

Causas de Extinção 2009

O que é a Extinção?
A Extinção ocorre quando todos os indivíduos de uma espécie morrem sem deixarem descendência. Há também registos de Pseudo-Extinção, que ocorre quando espécies desaparecem conforme vão evoluindo. A média de sobrevivência de uma espécie é 4 Milhões de ano, havendo uma taxa de 2.5 espécies extintas por ano.

O que é uma espécie em vias de Extinção? Como o próprio nome sugere, é uma espécie que se pensa estar em risco de desaparecimento num futuro próximo. Na América e na Austrália, existem 119 espécies em vias de extinção, das quais 75% estão ameaçadas por mais de um factor, 27 delas sofrem ameaças de mais de 4 (!) factores.

Alguns exemplos de Espécies em vias de Extinção: Leão – Estima-se que haja 20,000 leões neste momento, um número muito reduzido em relação à 2 décadas atrás em que havia cerca de 200,000 leões. Orangotango – Estes animais ocupavam todo o sudoeste Asiático, neste momento ocupam apenas 2 ilhas na Indonésia. Tartaruga dos Galopagos - São mortas constantemente por humanos e mesmo por animais que os humanos introduziram nas ilhas como cabras cães etc. Tigres Chineses – Encontram-se 30 à solta. Prestes a serem extintos.

4

Causas de Extinção 2009

Principais causas de extinção
Induzidas pelo Homem: Sobre exploramento de animais para Lucro, colecções (…); Caça; Introdução de espécies num novo meio; Destruição de Habitats e Ecossistemas (Desflorestação); Poluição; Desenvolvimento de urbanizações, agricultura e minério; Efeitos devastadores em ilhas. Excesso da população humana

Figura 2: Causa de extinção pela mão humana. Segundo alguns estudos, com a chegada dos humanos à América (11000 anos atrás), houve um decréscimo de 73% e 80% de mamíferos no Norte e Sul-americano, respectivamente. Depois de chegada da raça humana á Austrália (13000 anos atrás), registou-se um grande decréscimo de mamíferos, serpentes gigantes e repteis. Mais recentemente, no Havai, foram registadas extinções de 50 espécies de pássaros, enquanto na Nova Zelândia, no final do século XVIII, todas as espécies de aves terrestres desapareceram. Em Madagáscar registou-se o desaparecimento da “Ave-Elefante”, o maior pássaro conhecido, 20 espécies de Lémures e de 2 espécies de tartarugas gigantes. A extinção verifica algumas diferenças entre as ilhas e áreas continentais, pois nas ilhas as populações são mais reduzidas e uma simples mudança climática pode levar à extinção, muitos animais não estão desenvolvidos pois não há predadores terrestres, isto contribui para que as espécies não desenvolvam capacidades como voo, não tenham domínio e que tenham taxas de reprodução baixas.

5

Causas de Extinção 2009 A maior percentagem de animais em vias de extinção ocorre em locais tropicais, também devido a uma maior biodiversidade nestes locais, contribuindo para ecossistemas mais fracos e balançados.

Figura 3: Relação entre os países e o número de espécies ameaçadas

Figura 4: Grafico de comparação entre o crescimento da raça humana e a extinção de espécies de aves e mamíferos

6

Causas de Extinção 2009

Figura 5: Diferença entre alguns animais e plantas terrestres e continentais.

Figura 6: Percentagens e causas de animais em vias de extinção Causas “Naturais” – Eventos Físicos: Sismos; Vulcões;

7

Causas de Extinção 2009 Alterações Climatéricas; Descida ou subida do nível do mar; Aumento ou decréscimo da salinidade do mar; Queda de um corpo astral; Desenvolvimento de um vírus ou micróbio nocivo para espécies;

8

Causas de Extinção 2009

Grandes extinções no passado
As principais extinções no passado foram todas causadas por eventos físicos que se estabelecem como alterações climáticas fora do normal e outras perturbações físicas que aniquilaram espécies, ecossistemas e toda a experiência. Primeira grande extinção (c. 440 Ma): Alterações climáticas (relativamente graves e súbito arrefecimento global) parecem ter sido a causa da primeira grande extinção, foi no fim do Ordoviciano e causou uma a acentuada mudança na vida marinha (pouca ou nenhuma existia vida na terra naquela época). 25% das famílias desapareceram (uma família pode ser constituída por um número reduzido de milhares de espécies). Segunda grande extinção (c. 370 Ma): ~ Perto do final do Período Devoniaco, pode ou não ter sido o resultado da mudança climática global. 19% das famílias desapareceram.

Terceira maior Extinção (c. 245 Ma): Crê-se que no final do Período Permiano ocorreram complexas alterações climáticas. Muito recentemente, no entanto, evidências sugerem que um bólido criou impacto semelhante ao do fim do Cretáceo evento pode ter sido a causa. 54% das famílias desapareceram.

Quarta grande extinção (c. 210 Ma): O evento que ocorreu no final do Período Triassico, pouco depois de dinossauros e dos mamíferos evoluírem, continua também a ser difícil de determinar, em termos de causas precisas. 23% das famílias desapareceram.

Quinta grande extinção (c. 65 Ma): O mais famoso e mais recente foi este evento que ocorreu no fim do Cretáceo. São eliminados o restante dos dinossauros terrestres e marinhos, como as amonites, bem como muitas outras espécies em todo o espectro filogenético, em todos os habitats amostrados a partir do registo fóssil. Consenso surgiu na última década que este evento foi causado por um (eventualmente vários) colisões entre Terra e um bólido extraterrestre (provavelmente cometas). Alguns geólogos, porém, apontam para o grande evento vulcânico que produzido pelo Deccan da Índia. 17% das famílias desapareceram. Sexta grande extinção

9

Causas de Extinção 2009 Esta extinção é actual e causada pela raça humana, há poucas dúvidas que os seres humanos são a causa directa da destruição dos ecossistemas e das espécies do mundo moderno, através das suas actividades, ou do resultado delas, como a poluição, introdução de novas espécies em ecossistemas, sobre exploração delas. Estas alterações estão a mudar o nosso meio ambiente, o planeta inteiro. Esta extinção pode ser dividida em 2 fases, o o Fase 1 – 1º homem moderno começou a dispersar a diferentes partes do mundo, cerca de 100.000 anos atrás Fase 2 – começou cerca de 10.000 anos atrás quando os seres humanos começaram a agricultura

Figura 8: Animal em legitima defesa.

Figura 9: Cangurus perturbados pelos humanos.

10

Causas de Extinção 2009

Bibliografia
Modelo Matemático para extinção em massa, consultado em 6 de Maio de 2009. Http://www.lassp.cornell.edu/newmme/science/extinction.html Scribd.com, consultado em 7 de Maio de 2009. http://www.scribd.com/doc/11971420/Extinction-Ppt National Geografic consultado em 8 Maio de 2009. Http://news.nationalgeographic.com/news/2000/12/122800orangutans.html Sydney Morning Herald consultado a 8 de Maio de 2009. Http://www.smh.com.au/articles/2002/12/08/1038950271860.html Bristane Times consultado a 8 de Maio de 2009. Http://www.brisbanetimes.com.au/news/national/koalas-may-be-extinct-in-7years/2007/04/11/1175971136394.html?page=fullpage#contentSwap1 Action BioScience.org consultado a 8 de Maio de 2009. http://www.actionbioscience.org/newfrontiers/eldredge2.html

11

You're Reading a Free Preview

Descarregar
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->