Você está na página 1de 1

As demonstraes artsticas da atualidade demonstram que uma certa repetio

no , necessariamente, um plgio, que so coibidos por se caracterizarem pela


apropriao irregular de obra alheia. Antes disto, um constante processar de
elementos culturais conhecidos, de uma nova forma que poder ser considerada
original e digna de proteo, na maioria dos casos isto porque a proteo liberada
pelo direito de autor no alcana a idia do autor, mas s a forma pela qual ela se
exterioria e se apresenta ao pblico (LEWICKI, 2005; COELHO, 2006:137; SALOMON,
2008).
Um dos grandes problemas do direito autoral encontra-se na discusso acerca do
tempo que tem o autor (e seus herdeiros) de controlar a utilizao econmica de
sua obra. Isto porque o direito sobre a criao choca-se com o interesse da
coletividade de fruir da obra sem prvia autorizao dos autores ou pagamento de
royalties . Se, de um lado, o criador precisa de incentivos para continuar a criar, do
outro, est a coletividade, e seu direito ao livre acesso a essas criaes.
Royalties, segundo a Receita Federal so as importncias pagas para a explorao
de propriedade intelectual ou remunerao de servios tcnicos e semelhantes
(RECEITA, 2008)