P. 1
Trabalho de Biologia

Trabalho de Biologia

|Views: 2.103|Likes:
Publicado pordebora_wakes

More info:

Published by: debora_wakes on Jan 04, 2010
Direitos Autorais:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as DOC, PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

12/12/2012

pdf

text

original

Filos Porífera(poríferos ou esponjas) 1-São animais aquáticos,predominantemente marinhos,que vivem fixos em substratos rochosos ou outras

estruturas submersas,como condras,onde formam colônias,de coloração variada. 2-Os poríferos são,amimais filtradores,que retiram da água circulante partículas alimentares,alem de gás oxigênio necessário para a respiração celular. 3-a) Pinacócitos revestem o corpo externamente; b) Porócito é uma célula dobrada sobre si mesma, e compõe os poros dos Porifera, é o acesso da água do exterior para o interior do organismo c) Coanócitos revestem o corpo internamente; d) Amebócitos capturam partículas alimentares semi-digeridas pelos coanócitos, completam a digestão intracelular e promovem distribuição de nutrientes. e) Esclerócitos são as células responsáveis pela secreção das espículas nos poríferos. 4-Meso-hilo: - camada média - Formada por amebócitos,células livres, presentes na substância gelatinosa localizada entre as camadas de pinacócitos,função dela e nutrir. 5-Áscon(saco), Sícon(figo) e Lêucon(branco), áscon mais simples, lêucon mais completa, existe um gradual aumento da superfície de contato dos coanócitos com a água; lêucon estão estruturadamente mais adaptada a promover uma filtração mais eficiente da água. 6-Áscon: simples em forma de saco; Sícon: intermediário em forma de figo; Lêucon: mais completo em forma de bola. 7- Brotamento: forma-se um broto no corpo do animal, esse broto se desenvolve originando outra esponja, pode ser aderido ao corpo ou isoladamente quando se destaca. Formação de gêmula: Mais comum nas esponjas dulcícolas, em situações de seca ou frio as gêmulas sobrevivem e se regeneram formando um indivíduo. 8-As gêmulas constituem um conjunto de células indiferenciadas e protegidas por um envoltório resistente. 9- a)Monóica b)Externa c)Indireta. Filo Cnidária(cnidários ou celenterados) 10- São animais aquáticos predominantemente marinhos que podem nadar ou ser fixos no fundo do mar ou de rios, sozinhos ou formando colônias. 11-Quer dizer que eles tem Dois tecidos, ectoderma e endoderma(esses tecidos forma o órgão digestivo do animal). 12-Boca e Ânus, cavidade digestória ou gástrica. 13- a)Células mioepiteliais epidérmicas - revestimento e contração do corpo. b) Células intersticiais - por serem totipotentes, capazes de originar os diversos tipos celulares do cnidário, elas participam do crescimento e dos processos regenerativos. c) Células sensoriais - percebe estímulos ambientais e transmite-os a células nervosas presentes na mesogléia. d) Células glandulares - secretam muco ( lubrificar o corpo e aderir o animal ao substrato). e) Cnidoblastos - distribuídos em toda a epiderme, concentrando-se nos tentáculos e ao redor da boca. 14-Essas células têm como função eliminar a secreção do interior da célula para o interior do ácino, por isso essas células apresentam prolongamentos citoplasmáticos que envolvem as células glandulares. Elas têm a capacidade de se contrair através de estímulos químicos ou hormonais. 15-Estrutura gelatinosa que serve sustentação para o corpo. 16- É o que acontece nos celenterados, onde a digestão inicialmente se processa no interior da cavidade gastrovascular, e em seguida, as partículas parcialmente digeridas são captadas por células da gastroderme, onde a digestão se completa intracelularmente 17-Ocorre geralmente por brotamento, formando-se brotos em determinadas regiões do corpo do animal. 18-a)Dióicas. b)Externas. c)Indireto. Características gerais dos artrópodes 1-a)São dotados de simetria bilateral

b) Folhetos germinativos (triblásticos) c) O tubo digestivo é completo, sendo a digestão extracelular. Sendo as enzimas digestivas produzidas nos órgãos anexos o hepatopâncreas e os cecos gástricos.Na boca encontramos os apêndices bucais que variam de acordo com a alimentação. Os nutrientes são absorvidos pelas células das paredes intestinal e atingem o sangue, de onde se distribuem pelo corpo. Restos alimentares são eliminados pelo ânus. d)Cavidade corporal totalmente revestida pela mesoderme) 2- É um grupo de segmentos especializados de artrópodes como, por exemplo, a cabeça de um inseto. 3-O exoesqueleto é produzido pela epiderme e limita o crescimento do animal. 4-Fenômeno em que o animal troca o esqueleto velho e limitante por um novo, que permite a continuidade do crescimento. Classificação e relação de parentesco nos artrópodes. 5- São artrópodes característicos do Paleozóico,conhecidos apenas do registro fóssil. O grupo, classificado na classe Trilobita da subclasse Trilobitomorpha, é exclusivo de ambientes marinhos. 6-O onicóforo é um animal que os cientistas chamam de fóssil vivo, pois apresenta o corpo anelado de verme e patas em forma de garra. Foi de um animal assim, provavelmente, que surgiram os insetos 7-O corpo é dividido em cefalotórax e abdômen, possuem um numero variado de pernas, geralmente cinco pares, e dois pares de antenas, vivem principalmente nas águas marítimas ou dulcícolas, existem espécies terrestres como o tatuzinho de jardim. 8- São importantes componentes do zooplâncton, participando ativamente do equilíbrio biológico em ecossistemas aquáticos podendo servir de alimento para outros seres vivos. 9- Os apêndices são de vários tipos, estando sua forma relacionada à função que realizam. Entre essas funções podemos citar as de locomoção (patas); captura, sucção e trituração de alimentos (peças bucais variadas, pinças) 10- Geralmente terrestre, com o corpo dividido em cefalotórax e abdômen, possuem quatro pares de pernas, são destituídos de antenas e mandíbulas. 11- Os Unirrâmios (insetos, quilópodes e diplópodes), assim como os quelicerados, apresentam apêndices unirramosos, isto é, formados por único ramo, sem bifurcação. 12-Por apresentarem aspectos semelhantes com numerosas pernas, corpo alongado e bastante segmentados, esses dois grupos de artrópodes eram antigamente reunidos em uma única classe , a dos miriápodes. Quilópodes, animais terrestres de movimentos rápidos, vivem em locais sombreados e se comportam como carnívoro, predadores de insetos, minhocas e outros animais, tem o corpo ligeiramente alongados, divididos entre cabeça e tronco longo, são portadores de um par de perna em cada anel. Diplóides possuem um corpo cilíndrico, e dividido em cabeça, um pequeno tórax formado por quatro segmentos e um abdômen longo, são lentos, na cabeça existe um par de antenas curtas, possuem dois pares de pernas em cada anel, e não injetam veneno. 13- São predominantemente terrestres, apresentam o corpo dividido em cabeça, tórax e abdômen, alem de três pares de pernas e um par de antena. 14- Tem papel na polinização das flores, são usadas em controles biológicos, no combate a espécies daninhas e etc. São uma fonte não explorada de proteínas, pela sociedade ocidental( os orientais já se beneficiam da dieta baseada nos insetívoros), que no futuro pode ser a solução para o problema de produção de alimentos no mundo. Anatomia e Fisiologia dos artrópodes 15- Trabalham em pares antagônicos (enquanto um músculo do par se contrai, o outro, que causa o deslocamento oposto da articulação, relaxa), de forma a produzir os mais diversos movimentos, como as diferentes expressões faciais, o andar, costurar, etc 16- As dos vertebrados têm pelos, com exceção dos morcegos que têm pelos, e as dos insetos não. As dos vertebrados têm esqueleto e músculos. As do insetos não. 17- Élitros – asas de estrutura dura, que tem a forma de estojo para proteger o segundo par de asas do tipo membranosa. Ex.: primeiro par de asas da ordem Coleóptera. Hemiélitros – asas que possui cerca de metade ou dois terços de seu comprimento do tipo dura e o terço final do tipo membranosa. Ex.: primeiro par de asas dos percevejos e barata-d’água.

Tégmina– asa geralmente estreita e alongada, de textura próxima ao do papel. Ex.: primeiro par de asas de insetos da ordem Orthoptera, baratas (Blattodea), louva-a-deus (Mantódea). Balancins– são as asas metatorácicas atrofiadas que possuem função de equilíbrio durante o vôo. Ex.: segundo par de asas dos insetos da ordem Díptera.
18-Os intestinos anteriores e posteriores são formados a partir da ectoderme e são cobertos por cutícula. O intestino médio é formado pela endoderme. O intestino anterior é responsável pela ingestão, trituração e armazenamento de alimento. O médio é responsável pela produção de enzimas, digestão e absorção. E o posterior é responsável pela formação das fezes. 19- A circulação é do tipo aberta. O coração varia em tamanho e posição nos diferentes grupos, mas em todos ele possui uma ou mais câmaras com aberturas laterais denominadas óstios. 20- O coração é dorsal e bombeia a hemolinfa para a extremidade anterior, fazendo-a atingir lacunas corporais ou hemocelas onde, lentamente, ocorrem as trocas (nutrientes por excretas) nos tecidos 21-Sistema circulatório dos crustáceos:Este sistema circulatório é denominado aberto ou lacunar, porque o sangue não está sempre no interior dos vasos. Sistema circular dos insetos: O sangue dos insetos tem a mesma função que o dos vertebrados, mas em taxas diferentes. A função predominante é de transporte de alimento, hormônios e metabólitos, secundariamente há transporte de gases para as partes do corpo que não são providas de traquéias. Raramente esse sangue é vermelho, geralmente é amarelado ou esverdeado. 22-Branquial – encontrado nos crustáceos. - Traqueal – encontrado basicamente nos insetos e alguns aracnídeos. - Filo traqueal - adaptado as regiões aéreas, encontrado nos aracnídeos 23-As traquéias são túbulos condutores extremamente finos por onde o ar entra e sai graças ao bombeamento da musculatura do corpo. O ar entra com oxigênio e sai com gás carbônico sem que haja interação com o sistema circulatório. 24-Glândulas antenais ou verdes, Túbulos de Malpighi, Glândulas cochais. 25-São tubos finos que partem da região mediana do intestino e ficam mergulhados na hemocele, em contato direto com a hemolinfa. Ocorre a filtração do sangue e as secreções são conduzidas ao intestino e excretadas através das fezes. 26-Formado por um gânglio cerebral ligado a uma cadeia nervosa ventral. Do gânglio cerebral e da cadeia nervosa partem nervos que conectam o sistema nervoso ao músculos e às estruturas sensoriais. 27-São substâncias químicas que, captadas por animais de uma mesma espécie (intra-específica), permitem o reconhecimento mútuo e sexual dos indivíduos. 28-Os olhos simples ou ocelos possuem uma lente de quitina e, através deles, o artrópode pode perceber os estímulos luminosos. 29-A reprodução é sexuada com sexos separados e desenvolvimentos indireto com metamorfoses.A fecundação geralmente é interna e as fêmeas pode transporta os ovos em câmeras especiais ou nas patas,durante o seu desenvolvimento. 30-A transmissão indireta de espermatozóides por meio de um espermatóforo é característico de muitos aracnídeos. Existe um padrão de comportamento e atração para o acasalamento. A fecundação é interna e o desenvolvimento é direto. Os ovos são ricos em vitelo. 31-Os insetos apresentam fecundação interna, e as fêmeas depositam os ovos para se desenvolverem fora do corpo. São, portanto, ovíparas. 32-a) São aqueles que, ao saírem do ovo, já são muito semelhantes a um adulto. Portanto, não passam por estágio larval nem sofrem metamorfose. Exemplos: insetos da ordem Thysanura, como a traçados livros. b) Os hemimetábolos são os insetos que, quando da eclosão do ovo, nascem diferentes dos adultos mas sofrem transformações graduais na forma e na sua fisiologia. exemplos de insetos hemimetábolos os cupins, os gafanhotos, as cigarras e as baratas.

c) São os insetos que passam por transformações muito mais significativas, durante algumas fases da vida.exemplo:larvas de borboleta Filo Mollusca(moluscos) 1-a) Simetria bilateral b) Triblásticos pois possuem três folhetos embrionários (endoderma, mesoderma e ectoderma c) Possuem um sistema digestório completo, ou seja, possuem boca e ânus. A digestão é inicialmente extracelular, no estômago, nas glândulas digestórias é extracelular. d)É denominada celoma que é Cavidade originada da mesoderme 2-Cabeça, pé e massa visceral ( e ainda o manto) Gastrópodes- Pé em forma de palmilha ventral, cabeça diferenciada com tentáculos oculares e tácteis. Bivalves- Pé em forma de língua ou machado e cabeça não distinta. Cefalópodes- Pé dividido em 8-10 tentáculos com ventosas e cabeça com olhos muito desenvolvidos. O manto é o tecido que reveste internamente a concha do animal. 3- O filo Mollusca compreende cinco classes principais:1 Amphineura, 2 Scaphopoda, 3 Gastropoda,4 Pelecypoda e 5 Cephalopoda. 4-a)Perióstraco,Camada Prismática,Camada Nacarada b) 1.são secretadas as substâncias que irão formar as camadas da concha: carbonato de cálcio (extraído da água do mar e dos alimentos), aminoácidos e proteínas (ambos produzidos pelo próprio organismo do animal) 2. Em contato com o manto fica a primeira camada da concha, a lamelar, formada por carbonato de cálcio, cristalizado em forma de lâminas 3. A camada intermediária, prismática, também tem cristais de carbonato de cálcio, mas em forma de prismas. 4. 4. A parte mais externa, o perióstraco, é constituída por aminoácidos e proteínas. Essa camada protege as demais contra o desgaste por abrasão ou por substâncias ácidas do ambiente. 5-a)O alimento cai na boca onde tem a Rádula cuja função é raspagem do alimento. Da faringe o alimento passa para o Papo onde será armazenado e amolecido; do Papo o alimento passa para o Estômago onde o Hepatopâncreas e o Fígado liberam secreções que promovem a digestão química dos alimentos. b) Hepatopâncreas e tem a função de fígado e de pâncreas. c) A rádula é uma estrutura que se situa na base da boca dos moluscos,com a qual estes raspam o seu alimento. É constituída por filas de pequenos dentes curvos quitinosos. A rádula dos moluscos, um cinturão de dentes quitinosos curvos sobre uma base cartilaginosa, funciona como um raspador na alimentação embora ela tenha sido secundariamente modificada para outros tipos de alimentação em muitos moluscos. d) Estilete cristalino é uma estrutura presente no estômago de alguns grupos de moluscos. Essa estrutura contribui para a digestão, pois contém algumas enzimas digestivas. 6-Ao realizar a filtração, o bivalve estará ao mesmo tempo respirando e se alimentando. Isso porque quando a água entra pelo sifão inalante, ela irá passar por entre as brânquias dos bivalves, onde serão realizadas as trocas gasosas. Ao mesmo tempo, essas brânquias são recobertas por uma camada de muco. Sendo assim, as partículas presentes na água irão se aderir às brânquias e serão posteriormente levadas para a boca, sendo aproveitadas pelo moluscos as partículas alimentares. 7-a) Aberto ou lacunar (em gastrópodes e bivalves) b)Sangue que são do coração cai em cavidades ou lacunas que vão banhar as células. O coração ocupa a posição dorsal e fica em uma cavidade chamada pericárdica. Possui um ou dois átrios, e 1 ventrículo. O sangue das células volta ao coração pelas lacunas. Nos cefalópodes a circulação é do tipo fechada. 8-A respiração nos moluscos é do tipo branquial ou pulmonar, ou cutânea, dependendo do habitat. As brânquias ficam na cavidade do manto e possuem cílios que participam na movimentação da água promovendo as trocas gasosas. 9 - A excreção é feita por metanefrídios. Cada metanefrídio possui um ducto com duas aberturas: uma para a cavidade pericárdica, chamada nefróstoma, de onde retira as excretas, e um poro excretor, chamado nefridióporo, por onde saem as excretas. 10- Sistema Nervoso:É do tipo ganglionar. Os gânglios são unidos entre si por cordões nervosos.Os cefalópodes possuem uma intensa cefalização. Sistema sensória:Os bivalves possuem terminações nervosas tácteis no manto.Nos cefalópodes e em alguns gastrópodes há olhos bem desenvolvidos, dotados de cristalino e aptos a formar imagens.

11-Em conseqüência do desenvolvimento de um molusco parênquima,o celoma dos moluscos restringe-se em geral a um espaço que encerra as gônadas e o coração na maioria das vezes.Só a parte circulatória isso é o pericárdio Filo Annelida 12-a)Os anelídeos possuem simetria bilateral. b)Triblásticos, possuem os três folhetos embrionários: ectoderme, mesoderme e endoderme. c)Possuem, após o esôfago um papo que armazena alimentos e uma moela que atua como estômago, fazendo a trituração das partículas alimentares. d)Apresentam uma cavidade geral secundária espaçosa, o celoma, dividido por septos transversais e longitudinais; 13-Classe 1 : Poliquetos: possuem corpo com metamerização externa e interna bem nítida.Ordem 1- Errantia (vida livre e brânquias nos parapódios. Ex.: Eunice SP e Nereis SP)Ordem 2- Sedentária (fixos, em tubos calcários ou em escavações na areia; possuem brânquias na cabeça. Ex.: Arenicola e Sabellaria) Classe 2 : Oligoquetos: animais de corpo alongado, cilíndrico, com segmentações externa e interna bem nítida; Ex.: Lumbricus terrestris, Pheretima hawaiana, Glossoscolex giganteus. Classe 3: Hirudíneos: formada por indivíduos com o corpo de forma achatada e segmentada, porém, a segmentação externa não corresponde à segmentação interna. Ex.: Hirudo medicinalis. 14- As minhocas fixam as pontas das cerdas no solo, facilitando o seu deslocamento, quando contrai a forte musculatura da parede do corpo. A maioria dos Anelídeos possui pequenos filamentos quitinosos, na superfície externa, denominados sedas, que nos animais terrestres são importantes para a fixação às asperezas do solo, durante a locomoção. 15-a) As minhocas têm um sistema digestivo completo, que inicia na boca e termina no ânus. Na sua porção anterior, há uma grande câmara, o papo, e, em seguida, uma moela, que tritura o alimento. Segue-se um longo intestino, até o ânus, no último segmento. b) Tritura o alimento c) Tiflossole é uma dobra na cavidade intestinal dos anelídeos e peixes cartilaginosos. com a função de aumentar a superfície de absorção, semelhante com a micro vilosidade dos nossos intestinos 16-a)É fechado b)É fechado e complexo, apresentando vasos longitudinais dorsal, onde o sangue circula em direção á parte anterior, e ventral, onde o sangue circula para a região posterior, ligados por vasos transversais em cada segmento. c) Respiram pela pele (respiração cutânea) por onde glândulas absorvem oxigênio que vai direto para suas veias. d) A respiração é do tipo cutânea ou tegumentar, mas em alguns representantes marinhos ela é branquial. Na respiração cutânea ou tegumentar as trocas gasosas são feitas por difusão. 17- O sistema excretor é formado por metanefrídios. Cada segmento do corpo possui um par de nefrídios. Os metanefrídio são comuns em animais de simetria bilateral que não precisam conservar água. O principal produto de excreção da minhoca é amônia. 18 - Já é capaz de organizar seus movimentos ( Diferente dos Cnidários que mexiam tudo ao mesmo tempo) - Gânglio: Corpo celular dos neurônios - Nervo: Axônio prolongado; - Cada anel tem 2 gânglios nervosos (secundários aos cerebrais); - Já possuí células tácteis, tato receptoras e químio-receptoras; O sistema sensorial é pouco desenvolvido; raramente são encontrados órgãos visuais; na maioria dos representantes existem apenas células sensoriais difusas 19-São triblásticos,no seu desenvolvimento embrionário, formam-se três folhetos embrionários, que dão origem a todas as partes do seu corpo. São celomados (possuem uma cavidade corporal delimitada pelo mesoderma). Pelo celoma, circulam líquidos que facilitam a distribuição de materiais entre as várias partes do corpo. Na cavidade celomática, ficam alojados os órgãos do animal. Filo Platyhelminthes 1-a) Simetria bilateral. b)Triblásticos c) Possui apenas uma abertura em todo o sistema, portanto é incompleto. Constitui-se por boca, faringe e intestino ramificado que termina em fundo cego. Os cestóides(animais endoparasitas, exemplo: a tênia) não possuem sistema digestivo. A digestão é extra e intracelular. 2- A classe turbelária corresponde ao modelo mais típico do filo. São todos platelmintos de vida livre e tem como representantes as planarias e as geoplanas

A classe trematódea são os platelmintos que perderam alguns caracteres comuns ao filo, sofrendo profundas transformações, como atrofia ou requessão de certos órgãos e desenvolvimento de outros, com a finalidade de melhor se adaptarem a os hábitos parasitários. A classe cestoídea são os vermes platelmintos de corpo alongado em forma de fita. Podem medir de alguns milímetros à metros de comprimento. Como exemplos temos as solitárias 3- Digestão extra e intracelular: inicia-se no tubo digestivo e completa-se no interior da célula. É o que acontece nos celenterados, onde a digestão inicialmente se processa no interior da cavidade gastrovascular, e em seguida, as partículas parcialmente digeridas são captadas por células da gastroderme, onde a digestão se completa intracelularmente. 4- Possuem uma boca, circundada por tentáculos e ligada a uma ampla cavidade digestiva denominada cavidade gastrovascular. 5- O sistema excretor é constituído de um grande número de pequenas unidades interligadas chamadas células-flama ou solenócitos. 6- O sistema nervoso, por exemplo, já possui células nervosas conglomeradas, formando gânglios. Esses gânglios se alojam na parte anterior do corpo e se fundem, formando um rudimento de cérebro, a que chamamos gânglios cerebróides. 7-As trocas gasosas são realizadas pela simples difusão do oxigênio e gás carbônico . A troca gasosa é realizada em toda a epiderme 8-a)A cabeça ou região anterior, provida de ventosas, dos vermes cestódios b) Cada proglótide é hermafrodita, portanto ela pode se auto fecundar, geralmente as proglotides maduras são as posteriores, e quando esta cheia de ovos, ou seja "grávida", essa proglótide é liberada nas fezes do indivíduo contaminado. c) O pescoço ou colo é a região em que são produzidos novos anéis por estrobilização 9-a) Ela é monóica b)São animais hermafroditas que podem apresentar tanto a reprodução sexuada quanto a assexuada. Na reprodução sexuada ocorre fecundação cruzada: dois animais se aproximam e trocam espermatozóides. Como são hermafroditas, os dois animais produzem óvulos, que serão fecundados pelos espermatozóides recebidos do parceiro reprodutivo. c)Direto Nematelminthes 10-a) Simetria bilateral b)São animais triblásticos (possuem os 3 folhetos germinativos: ectoderme, mesoderme e endoderme) c) Sistema digestivo completo d) Seudocelomados (cavidade do corpo é delimitada pelos tecidos da mesoderme e tecidos da endoderme), protostômios (quando o blastóporo dá origem à boca) 11- É constituído de um anel nervoso em torno da faringe, que leva os pulsos por dois cordões para todo o corpo 12- Em características gerais, é um sistema digestivo completo, isto é, possui boca e ânus; constituído dos órgãos: Boca Trilabiada; Faringe,Esôfago; Intestino, Ânus para a fêmea e cloaca (ânus e órgão reprodutor) para o macho. Digestão extracelular, dentro da cavidade intestinal. 13- É um sistema em H, isto é, se assemelha a um H. Constituído de 2 partes alongadas chamadas de Canal Longitudinal Superior e Inferior, e um orifício entre essas duas, chamado de Poro Excretor. Os excretas são recolhidos pelo pseudoceloma, passam pelo canal longitudinal e são eliminados pelo poro excretor na região ventral. 14- Ausente troca gasosa diretamente entre as células e o ambiente. 15-a) Muitos são monóicos, outros dióicos. b)A fecundação é externa ou interna. 16-b 17- d) ,c) e a) 18-Moluscos: (A)Digestão:Possuem um sistema digestório completo, ou seja, possuem boca e ânus. A digestão é inicialmente extracelular, no estômago, nas glândulas digestórias é extracelular.:(B)Desenvolvimento: Seu desenvolvimento pode ser direto ou indireto.(C) Larva: As larvas podem ser do tipo: véliger; gloquídio; trocófora. (D)Sistema circulatório: O sistema circulatório é aberto, com exceção dos cefalópodes, que exigem alta pressão por se locomoverem rapidamente.(E)Fluido circulatório: O sistema circulatório dos moluscos é do tipo aberto ou lacunoso. (F)Respiração:A respiração nos moluscos é do tipo branquial ou pulmonar, ou cutânea, dependendo do habitat. As

brânquias ficam na cavidade do manto e possuem cílios que participam na movimentação da água promovendo as trocas gasosas.(G)Reprodução:Podem ser hermafroditas ou dióicos, a fecundação pode ser interna ou externa e o desenvolvimento pode ser direto ou indireto. Anelídeos(A)Digestão:O sistema digestório é completo, com forma tubular, com boca e ânus e a digestão é do tipo extracelular. É bastante especializado pois existe uma grande variedade de dietas. Presença de estruturas que aumentam a superfície de absorção do intestino: os cecos intestinais e o tissofole.(B)Desenvolvimento:Direto ou indireto e com fecundação cruzada.(C)Larvas: trocófora, nefrídios.(D)Circulação:circulação é do tipo fechada, ou seja, o sangue é totalmente canalizado. Possui dois vasos sanguíneos principais, um dorsal e um ventral, que são ligados transversalmente por 5 vasos contráteis, que funcionam como 5 corações.(E)Fluido circulatório: é diferente do encontrado nos moluscos.

Nos moluscos, o sangue abandona os vasos e cai em lacunas dos tecidos, sendo por isso chamado sistema circulatório aberto. Nos anelídeos o sangue circula sempre dentro dos vasos, sendo um sistema circulatório fechado.É totalmente separado da cavidade do corpo e consiste principalmente em dois vasos sangüíneos longitudinais; o vaso dorsal é contrátil; pode ocorrer o desenvolvimento de mais vasos tanto longitudinais como transversais, o que torna o sistema circulatório mais complexo. (F)Respiração :respiração é do tipo cutânea ou tegumentar, mas em alguns
representantes marinhos ela é branquial. Na respiração cutânea ou tegumentar as trocas gasosas são feitas por difusão. (G)Reprodução:As formas de reprodução variam muito entre as espécies. Podem ser monóicos ou dióicos, com desenvolvimento direto ou indireto e com fecundação cruzada. Pode ocorrer reprodução assexuada por esquizogênese. Equinodermos 1-Exclusivamente marinhos 2-Carnívoros ou detritívoros. 3-São dotados de uma esqueleto interno, apresentam sexos separados,em cada espécie existem machos e fêmeas,simetria bilateral do embrião e simetria pentarradiada na fase adulta celoma de origem enterocélica.São triblásticos e celomados. Corpo sem cabeça.Possuem endoesqueleto calcário.Dotados de sistema aqüífero.Animais dióicos, com fecundação externa e desenvolvimento indireto; produzem larvas ciliadas.Não possuem sistema excretor especializado.Têm sistema digestivo completo. 4-Sistema ambulacral (ou ambulacrário) funciona como um sistema hidráulico, tanto na locomoção, no transporte de substâncias, na respiração, na excreção, na circulação e na percepção do meio externo pelo animal.O funcionamento do sistema ambulacral como peça locomotora é resumido no seguinte: a água penetra no sistema pela placa madrepórica e alcança vários canais pelos quais chega às ampolas, que quando são comprimidas enviam a água diretamente aos pés ambulacrais. Cilíndricos e fechados, esses "pés" se projetam para fora do animal, através dos poros presentes em seu esqueleto, promovendo dessa forma o deslocamento do indivíduo.e Há também presença de um complexo sistema de lâminas, canais e válvulas, denominado sistema aqüífero. Este sistema relaciona-se com a locomoção, secreção, respiração, circulação e até mesmo com a percepção do animal. 5-Sistema ambulacrário,digestivo completo. 6-Os equinodermos revelam sexos separados (animais dióicos) e fazem a fecundação externa (o encontro dos gametas ocorre na água). Há diversos tipos de larva, todas ciliadas, mas a mais comum é o plúteo. Algumas espécies realizam a regeneração com muita facilidade. Entre as estrelas, até mesmo o fragmento de um braço pode reconstituir um animal inteiro. 7-Compreende cinco classes: Classe Crinoidea (Crinóidea):Animais fixos, dotados de um pedúnculo, com mentos semelhantes a rizóides, que servem para fixação rochas. Dez tentáculos ramificados que lhes dão aspecto de flor. Conhecidos vulgarmente como lírios-do-mar (Antedon meridionalis). Alguns são flutuantes, com certa capacidade para nadar. Classe Ophiuroidea (Ofiuóidea):Equinodermos livres, corpo achatado em forma moeda com cinco tentáculos serpentiformes muito móveis. Conhecidos como serpentes-do-mar (Ophiura cinerea) Classe Asteroidea (Asteróidea):Animais bentônicos (que vivem somente no fundo d’água), apresentando movimentos discretos dos braços ou deslocando-se mesmo sem mexê-los, apenas com expansões e retrações dos pés ambulacrários, que formam fileiras, aos pares, na face inferior de cada braço. Possuem manchas ocelares (órgãos visuais) nas extremidades braços. Carnívoros. Devorem ostras e ouriços-do-mar. Para tanto, costumam inverter o próprio estômago sobre a vítima. Depois de digerir parcialmente o alimento, o estômago é recolhido ao interior do corpo. Número de braços

variável de acordo com a espécie. Conhecidos como estrelas-do-mar (Astropecten bresiliensis e numerosíssimas outras espécies). Classe Echinoidea (Equinóidea):Corpo semi-esférico ou globoso, desprovido de braços ou tentáculos, mas recoberto de espinhos grandes e numerosos com certa mobilidade. Conhecidos como ouriços-do-mar. Possuem lanterna-de-aristóteles. Alguns ouriços têm o aspecto achatado de um escudo. São chamados de escudos-de-são-jorge, corrupios ou pindás (muito encontrados no nosso litoral, principalmente em Santos). Classe Holothuroidea (Holoturóidea):As holotúrias, possuem corpo alongado, mais ou menos cilíndrico, mole, com alguns pequenos tentáculos — brânquias — ramificados ao redor da boca. Vulgarmente, são os pepinos-do-mar, que vivem no meio das rochas ou sobre a areia no fundo do mar, mas não muito longe da costa, em pequenas profundidades

You're Reading a Free Preview

Descarregar
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->