Você está na página 1de 1

Marcos da História da Humanidade

Ano de 1100.

A palavra escolhida é Jerusalém.

Jerusalém, porque durante todo o século XI, a Europa vai ganhando


forças e, quando chega ao fim do século, a cristandade já quer medir forças
com o Islão. E, em 1095 organiza-se a primeira Cruzada. Na primeira Cruzada
os cristãos conseguem conquistar Jerusalém e exactamente neste ano de 1100
organiza-se em Jerusalém uma ordem de cavaleiros para ajudar os peregrinos
feridos, os peregrinos que precisam de ir para o hospital. São os Cavaleiros de
S. João do Hospital, são os Hospitalários. Os Hospitalários, depois,
chamaram-se Ordem de Malta, que ainda hoje existem. E existem em Portugal,
como sabem, os Cavaleiros do Hospital, a Flor da Rosa, o Castelo de Belver.
Todas estas datas têm relação com Portugal. É da família do primeiro Estevão,
Rei da Hungria, a nossa Rainha Santa Isabel, que se situa 300 anos mais
tarde. Mas tudo se liga a Portugal. Portanto, a data de que vamos falar é sobre
Jerusalém. Os cristãos estão em Jerusalém, organizam uma ordem de
cavaleiros para tratar dos doentes – S. João do Hospital ou Ordem dos
Hospitalários.

E começa o século XII. O século XII é um século de expansão da


Europa. É o século das cruzadas. O século XII e XIII são séculos de
cruzadas. Mas são as duas grandes cruzadas, a primeira e a segunda cruzada,
que a nós nos dizem imediatamente respeito (foi com a segunda cruzada que
se conquistou Lisboa). As cruzadas têm a maior importância, porque levam
realmente a cristandade a instalar-se nos portos da Ásia Menor. Voltam os
navios a vir carregados de mercadorias, as cidades italianas enriquecem
durante o século XII, o feudalismo começa a entrar lentamente em decadência,
porque estão a aparecer as cidades. Cidades independentes, algumas com
forma republicana.

Texto adaptado de: "O Balanço do Milénio"

Conferência de Professor Doutor José Hermano Saraiva

Na Escola Superior de Educação de Viseu

Texto para realizar ficha de leitura.

Tema: As Cruzadas e o fim do Feudalismo