Por existir mais de uma forma de conhecimento, é conveniente destacar o que vem a ser conhecimento científico em oposição aos

chamados; conhecimento popular, filosófico e religioso. Na opinião de Lakatos e Marconi, o conhecimento popular não se distingue do conhecimento científico nem pela veracidade, nem pela natureza do objeto conhecido: o que os diferencia é a forma, o modo ou o método e os instrumentos do “conhecer” Para que o conhecimento seja considerado científico, é necessário analisar as particularidades do objeto ou fenômeno em estudo Não deixa de ser conhecimento, aqueles que foram observados ou passados de geração em geração, ou aqueles que partem de hipóteses ou experiências, ou até mesmo os que se aponham em doutrinas na qual contêm proposições sagradas, eles só se diferenciam do conhecimento científico por lhe faltarem o embasamento teórico necessário à ciência mesmo que algum dele sirva de base (caminho). Pode-se concluir que ciência é uma atividade que busca, de forma lógica, coerente, consistente e controlada, o conhecimento de fenômenos da natureza, por meio de métodos de observação e análise das evidências disponíveis ao pesquisador. É finalidade da pesquisa científica reduzir a área de incerteza e desconhecimento sobre determinado fenômeno ou evento, estabelecendo inferências, teorias e distinguindo características comuns ou leis gerais que o regem. Toda a ciência possui: Objetivo ou finalidade – distinguir as leis que regem determinados fenômenos. Função e objetos, que se subdividem em: Material – o que se pretende estudar; Formal – o enfoque especial, necessário em face das várias ciências que possam possuir o mesmo objeto material.

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful