Você está na página 1de 1

Na vivncia diria nesta rede, poucas tem sido as vezes em que tenho compartilhado

momentos de alegria. Gostaria de faz-lo agora.


Desde abril do presente ano, tenho experimentado uma inesperada satisfao. Aps um
perodo de grandes dvidas e alguma angstia, finalmente entrei na UFPE. Passadas as
turbulncias para me acomodar (o que incluiu inclusive uma mudana de curso) posso dizer
que me encontro realizado academicamente, afinal. A alegria somou-se ao j enriquecedor
ingresso na Unicap, em agosto do ano passado.
Quais seriam as razes? Primeiramente, a sensao de estar vivendo uma experincia genuna
de enriquecimento intelectual, em um ambiente de saudvel inquietude. Aps anos de ensino
para passar em provas no famigerado Colgio D... (Deixa pra l! rs) me sinto de alma lavada.
No que esteja alheio aos problemas e desafios que a vida universitria impe, mas em relao
ao cenrio anteriormente descrito, inevitvel no se perceber um gigantesco salto.
H tambm o plano das relaes pessoais. Se h algo de que gosto estar no meio de quem
compartilha dos meus interesses. Melhor ainda quando alm de interesses, se compartilham
convices, maneiras de ver o mundo. Como bem se sabe, para alm de todos os esteretipos
(criados para servio de quem os espalha) o CFCH e o CAC so lugares de mobilizao
humanista e libertria, bem como de vivncias que desafiam certos padres sociais
antiquados. Um espao crtico verdadeiro. Aps quatro anos sendo exposto um iderio que
no o meu (e que via e vejo ser transgredido pela maioria dos que dizem profess-lo) como
no se aliviar?
No posso concluir sem exprimir a sincera esperana de que voc, amigo real ou meramente
facebookiano esteja partilhando, ou venha a partilhar, da mesma espcie de alegria. Algo
aparentemente banal para alguns, mas que faz toda diferena para mim.