Você está na página 1de 12

SONS PUROS E COMPLEXOS

Física e Química A – 11º ano

Física e Química A 11º ano

SONS PUROS - CARACTERÍSTICAS

SONS PUROS - CARACTERÍSTICAS Características dos sons puros Diapasão - emite um som simples ou puro:

Características dos

sons puros

Diapasão - emite um som simples ou puro:

Forma uma onda sinusoidal, isto é, uma onda com

uma só frequência.

intensidade

altura

Intensidade

Permite distinguir um som forte (ouve-se ao longe) de

um som fraco (só se ouve ao perto).

Para uma mesma frequência:

(ouve-se ao longe) de um som fraco (só se ouve ao perto).  Para uma mesma

Altura

Linguagem comum: sons agudos (finos) e sons graves

(grossos).

Acústica: som alto (agudo) ou som baixo (grave).

Altura

som alto (agudo) ou som baixo (grave).  Altura frequência Alto: frequência elevada Baixo: frequência

frequência

Alto: frequência elevada

Baixo: frequência baixa

Altura

Altura A altura do som musical fixa o seu lugar na escala musical. Os sons das

A altura do som musical fixa o seu lugar na escala musical. Os sons das notas musicais dó, ré, mi,… têm alturas diferentes, isto é, frequências diferentes.

SONS COMPLEXOS

Maioria dos sons não são puros: contêm mais do que uma

componente harmónica.

Som complexo: soma ou sobreposição de sons puros.

mais do que uma componente harmónica.  Som complexo: soma ou sobreposição de sons puros. Cristina

SONS COMPLEXOS

Na figura tem-se 3 sons puros.

SONS COMPLEXOS  Na figura tem-se 3 sons puros. Música : A é o som fundamental

Música : A é o som fundamental e B

tem-se 3 sons puros. Música : A é o som fundamental e B e C são

e C são os harmónicos

Física : Todas as ondas são harmónicos.

1º harmónico : é o de menor frequência (A).

Timbre

A nota “lá” tem uma frequência de 440 Hz. Um “lá” produzido por um piano é diferente de um “lá” produzido por um violino.

Cada instrumento tem o seu timbre: combinação de

vários harmónicos.

Timbre permite distinguir dois sons com a mesma

amplitude e frequência mas produzidos por instrumentos

diferentes.

Som complexo do piano

O piano emite um som complexo que se obtém,

sobretudo, da sobreposição do primeiro harmónico (ou

som fundamental) e do terceiro harmónico:

harmónico (ou som fundamental) e do terceiro harmónico: Som complexo do piano Sobreposição dos harmónicos

Som complexo do piano

som fundamental) e do terceiro harmónico: Som complexo do piano Sobreposição dos harmónicos Cristina Vieira da

Sobreposição dos harmónicos

Voz humana

O som da voz humana é bastante complexo. É formado por muitas frequências audíveis.

O som da voz humana é bastante complexo.  É formado por muitas frequências audíveis. Cristina

Espectro sonoro

É o conjunto de todas as frequências possíveis das ondas sonoras.

Sons audíveis: cuja frequência o ser humano consegue detectar

das ondas sonoras.  Sons audíveis: cuja frequência o ser humano consegue detectar Cristina Vieira da

Espectro sonoro

Espectro sonoro Cristina Vieira da Silva