P. 1
4672874 Apostila de Protocolo Para TC Helicoidal

4672874 Apostila de Protocolo Para TC Helicoidal

|Views: 1.609|Likes:
Publicado porBeatriz

More info:

Published by: Beatriz on Jan 13, 2010
Direitos Autorais:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PPT, PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

07/14/2013

pdf

text

original

Fotografar: - incluir scanograma nos filmes

Fotografar: - incluir scanograma nos filmes
(axial e coronal).

(axial e coronal).
2 filmes: 1 axial e 1 coronal.

2 filmes: 1 axial e 1 coronal.
Janela: Bone + aberta.

Janela: Bone + aberta.
Caso o paciente não suporte o coronal

Caso o paciente não suporte o coronal
verdadeiro, fazer cortes axiais helicoidal para

verdadeiro, fazer cortes axiais helicoidal para
reconstruir coronal.

reconstruir coronal.

Profª Tr Fátima Izonete de Oliveira

Protocolo nº 3 - Seios da Face

Protocolo nº 3 - Seios da Face

Metodologia:

Metodologia:

Realizados cortes tomográficos nos

Realizados cortes tomográficos nos
planos axial e coronal, sem infusão de

planos axial e coronal, sem infusão de
contraste.

contraste.
Análise:

Análise:
Aspecto tomográfico normal dos seios

Aspecto tomográfico normal dos seios
paranasais.

paranasais.
Estruturas ósseas analisadas sem

Estruturas ósseas analisadas sem
alterações.

alterações.

Profª Tr Fátima Izonete de Oliveira

Protocolo nº 3 – Seios da Face

Protocolo nº 3 – Seios da Face

Septo nasal centrado.

Septo nasal centrado.

Complexos óstio-meatais anatômicos.

Complexos óstio-meatais anatômicos.

H.D: Exame dentro dos parâmetros da

H.D: Exame dentro dos parâmetros da
normalidade.

normalidade.

Exame documentado em RRR filmes.

Exame documentado em RRR filmes.

Profª Tr Fátima Izonete de Oliveira

Protocolo nº4 – Cavum

Protocolo nº4 – Cavum

Cortes axiais 5/5mm.

Cortes axiais 5/5mm.
Marcar da linha infra-órbitomeatal até

Marcar da linha infra-órbitomeatal até
abaixo da mandíbula.

abaixo da mandíbula.
Sem e com contraste venoso.

Sem e com contraste venoso.
Marcar de baixo para cima.

Marcar de baixo para cima.
Na suspeita de tumor de cordas vocais

Na suspeita de tumor de cordas vocais
fazer 1,5mm de espessura com 2,0mm de

fazer 1,5mm de espessura com 2,0mm de
intervalo com e sem fonação (iiiiiiiiiiiiiii...)

intervalo com e sem fonação (iiiiiiiiiiiiiii...)

Profª Tr Fátima Izonete de Oliveira

Protocolo nº4 – Órbita

Protocolo nº4 – Órbita

Cortes axiais e coronais.

Cortes axiais e coronais.
Scout em perfil

Scout em perfil

Profª Tr Fátima Izonete de Oliveira

Protocolo nº4 - Órbita

Protocolo nº4 - Órbita

Avaliar contraste. Se for feito o contraste, fazer

Avaliar contraste. Se for feito o contraste, fazer
axial sem, depois axial com e posicionar o

axial sem, depois axial com e posicionar o
paciente para fazer o coronal com contraste.

paciente para fazer o coronal com contraste.
Fotografar: - 1 filme com axial.

Fotografar: - 1 filme com axial.
1 filme coronal.

1 filme coronal.
Escrever “com contraste”, se houver.

Escrever “com contraste”, se houver.
Scout com marcação.

Scout com marcação.
Em patologia óssea, fazer filme com janela óssea.

Em patologia óssea, fazer filme com janela óssea.

Profª Tr Fátima Izonete de Oliveira

Protocolo nº 4 - Órbita

Protocolo nº 4 - Órbita

Axial – orientação pelo palato duro,

Axial – orientação pelo palato duro,
marcar daí até o alto da órbita.

marcar daí até o alto da órbita.
Reconstrução standard

Reconstrução standard
Cortes de 3/3mm.

Cortes de 3/3mm.
Coronal: marcar pela órbita, perpendicular

Coronal: marcar pela órbita, perpendicular
ao palato duro.

ao palato duro.
Marcar da frente para trás, até o nível da

Marcar da frente para trás, até o nível da
sela túrsica

sela túrsica
Cortes de 3/3mm

Cortes de 3/3mm

Profª Tr Fátima Izonete de Oliveira

Protocolo nº 4 - Órbitas

You're Reading a Free Preview

Descarregar
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->