Você está na página 1de 1

MARCHA DA PÓVOA DA RAINHA

Letra e música: Snr. Martins

Póvoa da Rainha
Tão modesta e linda
Tua és princesinha
De beleza infinda

E quando lá há cerejas
Essa fruta apetitosa
Nem calculas nem a vejas
Como está sempre vaidosa

Já temos a nova estrada
Que liga à Ponte Palhês
Esta terra tão amada
Este rincão português

Querem grinaldas e rosas
Ali há fartura delas
Cravos e flores formosas
Ao cantinho das janelas

Vamos a cantar
Com sua beleza
Mais alto bradar
O seu dom da natureza

E delas se fazem brincos
Para enfeitar as orelhas
Todo o mundo com afinco
Enfeita novas e velhas

Se querem pinga da boa
Ali também a acharão
Alegram qualquer pessoa
Com um copo e um garrafão

Refrão:
Póvoa da Rainha
Tão modesta e linda
Tu és princesinha
De beleza infinda