Você está na página 1de 3

PORTUGAL, o seu jornal GRATUITO

N.º 1 * 29 de Fevereiro de 2008

À venda na banca mais perto de si


Espaço Entrevista
Por Luís Lopes

Hoje, aqui, em São Paulo, connosco está o Sr. Telé Novelo, um brasileiro que
vamos passar a entrevistar. A nossa conversa tem como motivo o regresso a Portugal
de D. Pedro IV, ocorrido há pouco tempo.

JP - O que acha do regresso de D. Pedro IV a Portugal?


TN - Na minha opinião, ele não deveria regressar a Portugal.
JP - Porque é que tem essa opinião?
TN - Eu acho que ele não deve regressar para continuar o desenvolvimento que o
seu pai começou.
JP - Então está a querer dizer que D. João VI foi um homem importantíssimo para
o desenvolvimento do Brasil.
TN - Bem…pode dizer-se que sim, porque seu pai, ao abrir os portos brasileiros,
permitiu-nos vender os produtos directamente para o resto do continente europeu sem
terem de passar por Portugal. Além disso, construiu escolas, hospitais, estradas e
bibliotecas; criou também o primeiro Banco do Brasil.
JP - Ou seja, o Brasil mais parece um país do que uma colónia.
TN - Sim. Efectivamente, o Brasil, hoje, parece mais o país colonizador e não a
colónia.
JP - Voltando ao assunto da nossa entrevista, na sua opinião D. Pedro IV quer ficar
cá ou prefere voltar para Portugal?
TN - Eu acho que ele prefere ficar cá.
JP - Porquê?
TN - Porque D. Pedro IV passou cá parte da sua infância e toda a sua adolescência.
JP - Uma última pergunta. Acha que D. Pedro IV seria um bom rei para o Brasil?
TN - Eu penso que sim.
JP - Porque pensa isso?
TN - Bem, Portugal está estagnado, enquanto o Brasil vive uma época de grande
progresso e ele deve continuar cá, para prosseguir o desenvolver o desenvolvimento
do meu país.
JP - E assim podemos ficar a perceber o que acham os brasileiros da saída de D.
Pedro IV para regressar a Portugal.