Você está na página 1de 2

Ilustrssimo Senhor Escrivo da ...

Vara Criminal da Comarca de Carazinho


do Estado do RS.

Processo n: ...

MVIO, j qualificado, nos autos da ao penal


n ..., que lhe move o Ministrio Pblico, por seu
procurador firmatrio, conforme procurao anexa
(fls. ...) inconformado com a deciso de denegou
Recurso em Sentido Estrito, vem presena de
Vossa Senhoria, com fundamento no artigo 639,
inciso I do Cdigo de Processo Civil, requer a:
EXTRAO DA CARTA TESTEMUNHVEL,
apresentando, desde logo, sua razes recursais:

Indicam-se, ainda, as seguintes peas para a formao do translado:


- Cpia da denncia;
- Cpia Resposta escrita;
- Certido que denegou o pedido de prescrio;
- Cpia da intimao da deciso que indeferiu a prescrio;
- Cpia do Recurso em Sentido Estrito interposto;
- Cpia da deciso que denegou o Recurso em Sentido Estrito;
- Cpia da intimao do Recurso em Sentido Estrito;
- Cpia da deciso que motivou a interposio do presente recurso.

Nesses termos, pede deferimento.


Carazinho, 16 de abril de 2014. Horrio: 16H.
Rui Barbosa
OAB 001

Egrgio Tribunal de Justia do Estado do Rio Grande do Sul


Colenda Cmara Criminal
Emritos Julgadores

Processo Criminal n: ...


Testemunhante: MVIO
Testemunhado: Juiz

RAZES DA CARTA TESTEMUNHVEL


I DOS FATOS
Trata-se de denncia formulada pelo Ministrio Pblico por que o acusado
teria supostamente praticado o crime de furto simples conforme artigo 155
do Cdigo Penal em face de TICIO em 23 de dezembro de 2005.
Ocorrendo o fato na agncia do Banco do Brasil localizada na Avenida
Borges de Medeiros, n 600, Centro, Carazinho RS.
Deu-se o fato por volta das 14 horas do dia 23/12/2005 que lhe teria tomado
das mos a quantia de R$ 800,00 (oitocentos reias).
O juiz da 1 instncia no entendeu ser o caso de rejeio liminar e ordenou
a citao do acusado para apresentao de resposta escrita em 20 de
janeiro de 2014 com base no artigo 396 do Cdigo de Processo Penal.
Apresentou em resposta escrita o acusado negativa de autoria e ausncia
de materialidade devido a inexistncia em seu poder de qualquer quantia.
Aps a juntada da pea defensiva o juiz recebeu a denuncia e marcou a
audincia de instruo datada em 23 de abril de 2014.
O advogado constitudo pelo testemunhado manejou pedido de extino de
punibilidade em razo de prescrio a qual foi indeferida pelo juiz a quo em
13 de maro de 2014.
Por fim, com amparo no artigo 581, inciso IX do Cdigo de Processo Penal,
aps intimada, a defesa a interps Recurso em Sentido Estrito, tempestvel,
legtimo, adequado e cabvel o qual no foi recebido pelo magistrado com
deciso publicada em 14/04/2014 s 16 H.
(muito longo a descrio dos fatos)