Você está na página 1de 9

Ciadadania e Profissionalidade

Cartas de Apresentação e

Uma boa carta de apresentação pode ser o ponto de partida para conseguir o
emprego ambicionado. Existem regras para a sua redacção? Como pode ser
criada uma carta de apresentação apelativa?

O que são e para que servem?

Se consideras não ser preciso muito esforço para redigir uma carta de apresentação, ou se achas que
não vale a pena redigir uma boa carta porque ninguém a lê, desengana-te. Muitos recrutadores vêem as
cartas de apresentação como reveladoras de traços importantes, tais como:

- A tua forma de escrita;

- o teu nível de profissionalismo;

- alguns traços indicadores da tua personalidade;

- as tuas orientações e objectivos de carreira.

Para que passes a melhor ideia sobre ti mesmo, é necessário, antes de mais, saber o que são cartas de
apresentação, para que servem e como fazê-las.

Cartas de apresentação são cartas personalizadas que acompanham o envio dum currículo e
apresentam uma candidatura, com o objectivo de conseguires um emprego na empresa contactada.
Funcionam como uma introdução à acção que está para vir e por isso devem evidenciar alguns
aspectos mais relevantes da tua experiência e da tua forma de ser.
As cartas de apresentação servem também para demonstrar como organizas os seus pensamentos e
se o sabes fazer de forma clara e apropriada; noutras palavras, reflecte a tua capacidade de
comunicação e, por sua vez, alguns traços da tua personalidade.

Importa distinguir as Cartas de Apresentação simples, das Cartas de Candidatura Espontânea.

As primeiras servem para apresentar candidaturas a anúncios de emprego ou a quaisquer


recrutamentos que se saibam em aberto. São cartas simples, de cortesia, apenas para enunciar o cargo
a que te candidatas e os motivos da candidatura. Destinam-se apenas a acompanhar currículos,
desempenhando um papel de muito menos importância em relação a este, que é o que realmente vai
prender a atenção do seleccionador.

As cartas de candidatura espontânea são mais elaboradas, pois constituem uma forma de comunicação
com potenciais empregadores e como tal devem ser encaradas com a máxima atenção. É através delas
que os empregadores tiram as primeiras impressões, as quais são sempre muito importantes, contando
que delas depende a passagem à fase seguinte.

Tendo em conta que os objectivos e formas dos dois tipos de cartas são diferentes, embora obedeçam
a alguns princípios comuns, deve haver um cuidado especial na sua elaboração.

Formadora: Sílvia Ramos 1


Ciadadania e Profissionalidade

Regras Gerais

Existem bastantes traços comuns entre as cartas de apresentação e as cartas de candidatura


espontânea, sendo que, em geral, ambas obedecem às mesmas regras:

 Visam o mesmo objectivo: conseguir um emprego na empresa contactada;

 Devem obedecer às formalidades da posição do potencial empregador;

 Devem ser directas e concisas, independentemente da quantidade de informação incluída;

 Devem apresentar uma linguagem simples, mas cuidada;

 Devem ser sempre assinadas à mão, independentemente da forma como foram elaboradas (alguns
empregadores valorizam as cartas de apresentação manuscritas, pois consideram que fornecem mais
dados sobre a personalidade do candidato).

 Devem formatar-se obedecendo às margens do papel e espaçar bem as linhas e parágrafos. O texto
deve ser disposto de forma homogénea sobre a folha, mantendo uma estrutura equilibrada;

 Não devem ter grandes destaques ou sublinhados;

 Devem ser diferentes e personalizadas para cada caso, de forma a responderem às características
do emprego e da empresa em questão;

Estrutura e Conteúdos

Tanto as cartas de apresentação como as de candidatura devem ser divididas em três ou quatro partes
principais:

Introdução

Logo no início da carta deves identificar-te. Convém fazê-lo numa frase curta, do género: “Sou
licenciado em Biologia e trabalho como investigador numa Multinacional Farmacêutica”.

Corpo da carta

Esta parte é bastante importante. Deves justificar o porquê de estares a enviar a carta e a forma como
tomas-te conhecimento da empresa.

Deves incluir a origem da oferta de emprego, com indicação do cargo ao qual concorres, o motivo da
candidatura e a razão pela qual achas ser a pessoa adequada para o cargo. Em caso de resposta a
anúncio, deves ainda indicar a referência.

No caso de se tratar de candidatura espontânea, deves acrescentar quais os teus objectivos de carreira
e como consideras que os irás atingir ao trabalhar para aquela empresa em particular.
As frases devem ser claras e concisas, para que a compreensão saia beneficiada.

Em caso de candidatura espontânea deves, ainda, integrar na tua carta uma espécie de “discurso de
ataque”, por forma a convencer o empregador de que tu és um profissional com potencial para integrar
os quadros da empresa. Deves mencionar as tuas qualificações e depois entrar mais em detalhe sobre
a tua experiência, usando exemplos de funções que tenhas desempenhado. Vê este exemplo: “Como
consultor sénior, tenho a meu cargo …. tendo, por isso, os seguintes conhecimentos e atributos para
oferecer…”

Formadora: Sílvia Ramos 2


Ciadadania e Profissionalidade

Deves também fazer referência ao porquê de estares interessado na empresa. Não exageres nos
elogios, comenta apenas algo que consideres positivo na organização da empresa, explicando o porquê
de lá quereres trabalhar. Podes mencionar a reputação da empresa, o volume de vendas, o tamanho, a
cultura de empresa, a política de gestão ou outro qualquer motivo de orgulho para a entidade. Os
empregadores gostam de saber o motivo pelo qual a sua empresa foi escolhida e não sentirem que são
mais um dos muitos a quem enviou cartas de apresentação em série.

Conclusão
Neste parágrafo não se trata apenas de agradecer ao leitor do tempo que dispensou à tua carta ou
agradeceres por seres considerado um potencial candidato ao lugar. É também aqui que se abrem as
portas para um futuro contacto. Poderás sugerir que aguardarás a marcação de uma entrevista ou
então tomar a iniciativa de fazer, por ti próprio, o follow up, indicando que mais tarde ligarás ou enviarás
um email para saber se é possível agendarem um encontro.

Quando todos estes ítens estiverem cumpridos, a tua carta está pronta a ser assinada depois de um
cordial “atentamente”.

Faz sempre uma revisão atenta, poderá haver algo que mereça ser corrigido.

Dicas e Tricas

Nunca te aconteceu ficares bloqueado no “Ex.mo Senhor” e não conseguir avançar para o corpo da
carta? Não desesperes – mergulha na escrita só depois de teres esquematizado o melhor possível as
tuas ideias.

Coloca algumas questões a ti próprio.


Por exemplo:
 Quais as necessidades do empregador? Que conhecimentos, características e experiência são
necessários para a função a desempenhar?

 Quais são os teus objectivos? Estás a candidatar-te a uma função em particular, a tentar conseguir
uma entrevista ou apenas a averiguar as oportunidades existentes dentro da empresa?

 Enumera três a cinco características tuas que podem tornar-se numa mais valia para a empresa.
Caso estejes a responder a um anúncio em particular, essas características deveriam corresponder aos
requisitos para a função.
No caso de estares apenas a tentar uma oportunidade dentro de uma empresa, então pensa quais
serão os talentos, experiências ou conhecimentos que poderão ser valorizados.

 Como tornar-se a pessoa certa para as funções? Pensa em pelo menos duas características que tu
tenhas e que sejam necessárias para o desempenho da função ou que possam ser úteis à empresa em
particular.

 Qual a razão que te leva a querer trabalhar para essa empresa em particular e não outra? O que
sabes sobre a organização? A cultura da empresa, os objectivos e necessidades, os serviços que
presta, adequam-se aos teus valores?

Quando tiveres estruturado estes pontos, considere-te apto para pôr mãos à obra.

Boa Sorte!

Fonte: Adaptado de www.emprego.univeria.pt

Formadora: Sílvia Ramos 3


Ciadadania e Profissionalidade

EXEMPLOS:

Carta de Apresentação*

Isabel Cristina Matos


Av. 5 de Outubro, nº XX
1050 Lisboa
Telefone: 21 XXX XX XX

Exmoº Senhor
Director dos Recursos Humanos
da Sociedade de Informática de Portugal
Rua das Avenidas, nº XX, 1200 Lisboa.

Acabo de receber o meu diploma de Informática, na Universidade Lusófona.


Tenho conhecimento de que a vossa empresa lidera o mercado neste ramo
de actividade, o que me dá garantias de ser o melhor local para poder
desenvolver as competências que adquiri na minha formação.

Gostaria de, numa entrevista pessoal, poder prestar outras informações que
penso serem de mútuo interesse.

Subscrevo-me, com a mais elevada consideração.

Isabel Cristina Matos

Formadora: Sílvia Ramos 4


Ciadadania e Profissionalidade

Resposta Anúncio
João Pinto Oliveira
Rua Tristão Vaz, n.º 42
1400 - 224 Lisboa

P&G,Lda
Departamento de Recursos Humanos
Campo Grande, n.º 54, 2º andar
1700 - 012 Lisboa

Lisboa, 5 de Fevereiro de 2001

Assunto: Resposta ao anúncio com referência RE/001

Exmos Senhores:

Agradecendo desde já a atenção demonstrada, venho pela presente solicitar que considerem a minha
candidatura à função em referência.

Como podem verificar pelo meu currículo (em anexo) sou licenciado em Relações Internacionais, pelo
Instituto Superior de Ciências Sociais e Políticas. O grande interesse que possuo pela área comercial
levou-me a frequentar um estágio profissional em França, no Departamento Comercial de uma empresa
do Sector de Distribuição, o que me permitiu aperfeiçoar os meus conhecimentos da língua francesa,
conhecer melhor a realidade desse país e estabelecer vários contactos profissionais de bastante
interesse para esta área de actividade.

Considero-me uma pessoa dinâmica, responsável e com gosto pelo trabalho em equipa. Desejo iniciar
uma carreira comercial internacional, pelo que seria uma oportunidade poder apoiar a vossa
implantação noutros países, como vendedor dos vossos produtos.

Esperando corresponder inteiramente às vossas expectativas, fico desde já disponível para qualquer
informação que considerem importante.

Sem outro assunto de momento, subscrevo-me.

Atentamente,

Formadora: Sílvia Ramos 5


Ciadadania e Profissionalidade

Modelo de carta de resposta a um anúncio

João Calheiros
Urbanização Amarela Apto 3-B
7070 Braga

Braga, 15 de Abril de 2003

Departamento de Recursos Humanos


XPTO, S.A.
Av. Francisco de Miranda, Torre Europa
1080 Braga

Estimados Senhores,

Em referência ao anúncio impresso no Expresso do dia 10 do corrente mês, junto em


anexo o meu curriculum vitae, assim como a fotografia solicitada.
Dada a minha formação na área de contabilidade, assim como a experiência
profissional adquirida, considero possuir a aptidão necessária para desempenhar o
lugar em causa.

Estou à disposição de V.Excelências para qualquer informação que considerem


necessária.

Atentamente,

João Calheiros

Formadora: Sílvia Ramos 6


Ciadadania e Profissionalidade

Candidatura Espontânea

Rita Pereira Silva


Rua Firmino Miguel, n.º 5, 2º Dto
1655 -132 Lisboa

DAF, Lda
Departamento de Recursos Humanos
Campo Grande, n.º 54, 2º andar
1700 - 012 Lisboa

Lisboa, 5 de Fevereiro de 2001.

Exmos. Senhores:

Como finalista da licenciatura em Gestão de Empresas, na Universidade Nova de Lisboa, venho, por
este meio, enviar o meu curriculum vitae para vossa apreciação, uma vez que gostaria muito de
ingressar numa consultora tão dinâmica e empreendedora como a vossa.

Ao longo da minha formação tenho tentado sempre aliar à componente teórica um carácter prático,
procurando aplicar os conhecimentos adquiridos em situações concretas, na resolução de certos
problemas ou na estruturação de ideias, com resultados bastante positivos em diversos trabalhos
académicos e nos estágios profissionais que realizei no Banco Turin e no Banco Agrícola.

Considero-me uma pessoa dinâmica, responsável, com grande capacidade de trabalho e gosto pelo
trabalho em equipa.

Possuindo grande interesse por diversas áreas da gestão, como a consultoria, auditoria, estratégia
empresarial e planeamento, penso que seria certamente uma experiência enriquecedora colaborar com
a vossa empresa.

Grata pela atenção dispensada, desde já me coloco à disposição para uma eventual entrevista.

Sem outro assunto de momento, subscrevo-me.

Atenciosamente,

Formadora: Sílvia Ramos 7


Ciadadania e Profissionalidade

Exemplo: de candidatura espontânea

Ambrósio Alves da Cunha


Rua 31 de Janeiro, n.º 8
9500-360 Ponta Delgada

Ponta Delgada, 8 de Outubro de 2002

Exmo. Senhor Presidente,

Tenho acompanhado com o maior interesse as actividades


desenvolvidas pelo pelouro da Cultura dessa Câmara.

Sou licenciado em História de Arte, área que penso poder ser


dinamizada por esse pelouro dada a riqueza arquitectónica
desta região.

Durante as minhas férias, enquanto estudante, participei em


diversas iniciativas ligadas à arqueologia e à recuperação do
património.

Na esperança de poder aprofundar as minhas perspectivas


neste domínio, aguardo a oportunidade de prestar mais
informações numa próxima entrevista.

Com os melhores cumprimentos, subscrevo-me com a


máxima consideração,

Atentamente

Ambrósio Cunha

Fonte: Página da Internet

Formadora: Sílvia Ramos 8


Ciadadania e Profissionalidade

Modelo de carta de candidatura espontânea

Madalena Cunha Fonseca


Rua das Ermidas, nº 32, 6º Esq.
1040-065 Lisboa

Exmo. Senhor

Dr. João Castro e Lima


Departamento de Recursos Humanos
Jalconstrói, S.A.
Edifício Leste, Urbanização dos Gansos
1065-099 Lisboa

Lisboa, 25 de Julho de 2003

Exmo. Senhor

(aqui escreve o nome da pessoa a que te diriges à mão)

Acabo de receber o meu diploma de Engenharia Informática, na Universidade Técnica


de Lisboa. Tenho conhecimento de que a vossa empresa lidera o mercado neste ramo
de actividade, o que me dá garantias de ser o melhor local para poder desenvolver as
competências que adquiri na minha formação.

Gostaria de, numa entrevista pessoal, poder prestar outras informações que penso
serem de mútuo interesse.

Subscrevo-me, com a mais elevada consideração.

Assinatura

Anexo: Curriculum Vitae

Formadora: Sílvia Ramos 9