P. 1
Números quânticos e orbitais

Números quânticos e orbitais

|Views: 3.729|Likes:
Publicado porAnabelaLeitão

More info:

Published by: AnabelaLeitão on Jan 19, 2010
Direitos Autorais:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

05/20/2013

pdf

text

original

19-01-2010

- Número quântico principal, n - Número quântico de momento angular, l - Número quântico magnético, ml

- Número quântico de spin, ms

1

19-01-2010

- Número quântico principal, n Está relacionado com o tamanho da orbital Pode assumir os valores inteiros 1,2,3…

2

19-01-2010

- Número quântico de momento angular, l está relacionado com forma da orbital (tipo de orbital) O número quântico ℓ, só pode assumir os valores inteiros compreendidos entre 0 e n-1

3

19-01-2010

- Número quântico de momento angular, l

4

19-01-2010

- Número quântico de momento angular, l

L

o

1 p

2 d

3 f

4 g

5 h

Tipo de orbital s

5

19-01-2010

- Número quântico magnético, ml

está relacionado com a orientação da orbital no espaço.
Estes valores são os números inteiros de –ℓ a +ℓ. Para cada valor de ℓ há (2ℓ + 1) valores de mℓ.

6

19-01-2010

- Número quântico magnético, ml

7

19-01-2010

- Número quântico de spin, ms

Está relacionado com o sentido de rotação do electrão Pode ter o valor de

½

ou -½

8

19-01-2010

- Número quântico de spin, ms

9

19-01-2010

Quanto maior for o número quântico principal (n), maior é a energia

E 3s > E 2s

10

19-01-2010

Em átomos monoelectrónicos a energia da orbital só depende de n.

E 2s = E 2P

11

19-01-2010

Em átomos polielectrónicos para um dado valor de n, quanto maior o número quântico azimutal (ℓ), maior é a energia.

E 2P > E 2S

12

19-01-2010

Orbitais com iguais números quânticos principal e azimutal têm a mesma energia.

E 2px = E 2py = E 2pz

13

19-01-2010

Para átomos diferentes a energia e o tamanho de um dado tipo de orbital são diferentes.
Ex.: A orbital 1s do sódio (11Na) tem maior energia que a orbital 1s do potássio (19K), pois sendo a carga nuclear do potássio maior, o electrão está mais atraído para o núcleo, sendo menos energético.

14

19-01-2010

15

19-01-2010

PRINCÍPIO DA ENERGIA MÍNIMA PRINCÍPIO DE EXCLUSÃO DE PAULI

REGRA DE HUND

16

19-01-2010

PRINCÍPIO DA ENERGIA MÍNIMA
Os electrões deverão ocupar as orbitais respeitando a ordem crescente de energias até todas as orbitais estarem completas.

17

19-01-2010

PRINCÍPIO DE EXCLUSÃO DE PAULI
Apenas dois electrões pode existir na mesma orbital atómica e estes electrões têm de ter spins opostos.

18

19-01-2010

REGRA DE HUND No preenchimento de orbitais com a mesma energia distribui-se primeiro um electrão por cada orbital. Só de seguida se faz o emparelhamento.

19

19-01-2010

20

19-01-2010

21

19-01-2010

22

19-01-2010

Nº quântico principal, n

1s1

Nº de electrões na orbital

Número quântico de momento angular, l

23

19-01-2010

24

19-01-2010

11Na

– 1s2 2s2 2p6 3s1

4 estados de energia

O electrão que requer menos energia para ser removido é o electrão 3s1, pois está mais fracamente ligado ao núcleo. Seguem-se por ordem decrescente de dificuldade os electrões 2p6 , 2s2 e 1s2 .

25

19-01-2010

26

19-01-2010

27

You're Reading a Free Preview

Descarregar
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->