Você está na página 1de 1

Luiz Paulo Almeida - Tributo a Dama Olgaria

Oh Bela!
To bela
Que foges
De mim
Assim
To pobre
To morta
To velha
Eis que ento
Tu surges
Assim