Você está na página 1de 1

Antigos dos Velhos Caminhos - Inana - deusa da luxria, Sexo e da Guerra.

Inanna a deusa mais importante do panteo sumrio na antiga Mesopotmia.


Embora ela chamada a deusa do amor, Inanna realmente a deusa da luxria. Ela no est
associada com rolamento de romance, casamento, fertilidade ou criana.

Ela to extrema em suas emoes, por isso psicticos em seus desejos, e to implacvel em c
nseguir o que ela quer, ela simboliza, assim, a violncia da paixo humana. por isso
que ela tambm est representa a destruio e carnificina da guerra.
Inanna figura proeminente em vrios mitos, tais como "a descida de Inanna ao submu
ndo. Nesse mito particular, ela viaja para o reino dos mortos e afirma que a sua
deciso.
No entanto, sua irm Ereshkigal, que governa o lugar, as sentenas morte. Com a mort
e de Inana, no entanto, a natureza morreu com ela e nada iria crescer mais. Atra
vs da interveno do Deus Enki podia renascer se outra pessoa tomou o seu lugar. Ela
escolhe sua amada consorte Dumuzi, que faria a partir de ento na regra do submund
o cada semestre.
Inanna considerada como uma filha do deus-cu An, mas tambm o deus-lua Nanna. A var
iao de seu nome Ninnanna, que significa "rainha do cu". Ela tambm chamada de Ninsian
na como a personificao do planeta Vnus.
Inanna retratado como uma divindade volvel que primeiro atrai os homens e, em seg
uida, rejeita. Ela descrita como deusa ricamente vestido ou como uma mulher nua.
Seu smbolo a estrela de oito pontas. Santurios importantes de Inanna estavam em Ur
uk, Zabalam e Babilnia. Os acdios chamou Ishtar (Ishtar).
O jovem Inana / Istar da Sumria poesia, que diz: "Plough minha vulva, homem do me
u corao" no menos desejoso que a Inana / Istar retratado em Gilgamesh: "Vamos aprov
eitar a sua fora, para colocar a mo e tocar nossa vulva! "
Inana / Istar tambm era a deusa padroeira das prostitutas.
Inana / Istar igualmente gostam de fazer a guerra como ela de fazer amor: "Battl
e uma festa para ela." O aspecto guerreiro da deusa tende a ser expressa em cont
extos politicamente carregados em que a deusa elogiado em conexo com o poder real
e poderio militar.