Você está na página 1de 23
prince2 | 1
prince2 | 1

ÍNDICE

 

PRINCE2 e PMBOK: abordagens complementares

6

Benefícios do PRINCE2

7

Casos PRINCE2

11

Os 4 elementos integrados do PRINCE2

13

Certificações PRINCE2

18

Sobre o autor

20

Sobre a Raro

21

Sobre a Project Builder

22

prince2 | 3
prince2 | 3

INTRODUÇÃO

INTRODUÇÃO Você por acaso já teve a sensação de desorientação ao estudar as práticas, ferramentas e
INTRODUÇÃO Você por acaso já teve a sensação de desorientação ao estudar as práticas, ferramentas e

Você por acaso já teve a sensação de desorientação ao estudar as práticas, ferramentas e técnicas de gerenciamento de projetos? Sentiu-se perdido com tantas possibilidades? Já se perguntou: “mas como faço para colocar esses conhecimentos em prática?” Bom, na verdade, o que falta nesse cenário é um método de trabalho que lhe permita organizar e aplicar, com eficiência, o gerenciamento de projetos em seu dia a dia.

Neste e-book não vamos apresentar métodos caseiros, de pouca amplitude e com riscos de descontinuidades. Não vamos apresentar métodos sustentados por uma única pessoa ou uma só organização. Vamos apresentar, na verdade, um método que é adotado no mundo todo, há mais de 40 anos, por governos poderosos, milhares de empresas e de organizações do terceiro setor. Afinal, quando estudamos algo, queremos maximizar nosso esforço, não é verdade? E é por isso que o foco deste e-book será no método PRINCE2, líder para gerenciamento de projetos no mundo inteiro.

Na década de 70, os quatro países que formam o Reino Unido — Inglaterra, Escócia, Irlanda do Norte e País de Gales — identificaram a necessidade de se desenvolver

4 | prince2

um método para aumentar a eficiência no gerenciamento de seus projetos. Para esse fim, o
um método para aumentar a eficiência no gerenciamento de seus projetos. Para esse fim, o

um método para aumentar a eficiência no gerenciamento de seus projetos. Para esse fim, o método PROMPTII foi criado e, inicialmente, empregado nos projetos de TI do governo do Reino Unido.

O método foi testado, desdobrado e refinado em milhares de projetos ao longo de muitos anos de aplicação, até que sua generalidade e flexibilidade fossem efetivamente comprovadas. Em 1989, o método foi rebatizado, passando a se chamar PRINCE2, um acrônimo em inglês para Projects in a Controlled Environment, ou seja, projetos em um ambiente controlado. Desde então, inclusive por força de lei, é adotado como método padrão para todos os projetos do governo do Reino Unido.

Apesar de ter se desenvolvido em sistemas governamentais, não demorou muito para o mercado e o terceiro setor reconhecerem os benefícios da adoção do PRINCE2. Flexibilidade, generalidade e confiança são destaques nessa abordagem, características que possibilitam a adoção do método por qualquer projeto, independentemente de sua escala, seu tipo, sua organização, geografia ou cultura. Atualmente, o PRINCE2 está presente em mais de 150 países, além de ser utilizado regularmente por mais de 25 mil organizações pelo mundo afora. Exemplos de adeptos são a ONU e o governo federal americano, usuários de longa data. Por esses e tantos outros fatos é que o PRINCE2 é considerado o principal método de gerenciamento de projetos do mundo.

PRINCE2 e PMBOK: abordagens complementares
PRINCE2 e PMBOK: abordagens complementares

PRINCE2 e PMBOK: abordagens complementares

O PRINCE2 é um método para o adequado gerenciamento de projetos, isto é, um passo a passo das atividades gerenciais dentro de um determinado projeto. Já o PMBOK é um guia para promover o conhecimento e disseminar as boas práticas de gerenciamento de projetos. Como se vê, um complementa o outro.

Assim, o PRINCE2 fornece a estrutura de pensamento e governança que orienta o gerenciamento do projeto, enquanto o PMBOK fornece as ferramentas, técnicas e práticas específicas para esse gerenciamento. Nesse sentido, o PRINCE2 indicaria, por exemplo, o momento necessário para o desenvolvimento do cronograma e do orçamento, já o PMBOK mostraria os detalhes necessários para desenvolvê-los.

6 | prince2

Benefícios do PRINCE2

Benefícios do PRINCE2 O método oferece os seguintes benefícios: É gratuito O PRINCE2 é um método
Benefícios do PRINCE2 O método oferece os seguintes benefícios: É gratuito O PRINCE2 é um método

O método oferece os seguintes benefícios:

É gratuito

O PRINCE2 é um método não proprietário, podendo, portanto, ser empregado sem

a necessidade de se prestar contas de nenhuma natureza — inclusive financeira — a seus respectivos criadores.

É genérico, flexível e escalonável

O PRINCE2 possui três importantes características: é genérico — porque pode ser

utilizado por qualquer projeto de qualquer setor —, flexível — visto que pode se adaptar a diferentes tipos de projeto e culturas organizacionais — e escalonável —

na medida em que pode ser aplicado tanto a projetos pequenos, como a médios e grandes.

Evita a perda de tempo e dinheiro

Fato é que todo gerente de projeto deve adotar um método de trabalho para guiar suas ações. Em virtude disso, existem duas possibilidades: 1) criar um método ou 2) adaptar um método já existente. Por motivos óbvios, já que toda a estrutura do

método deverá ser criada do zero, testada em vários projetos e refinada ao longo de
método deverá ser criada do zero, testada em vários projetos e refinada ao longo de

método deverá ser criada do zero, testada em vários projetos e refinada ao longo de anos, a primeira opção tende a ser bem mais onerosa, tanto em relação a tempo como a dinheiro.

Tem suporte em português do Brasil

Uma grande vantagem oferecida pelo PRINCE2 é que seu manual, os exames de certificação, os simulados desses exames e o material didático do curso estão todos escritos em português do Brasil. Além disso, os instrutores também ministram o curso na língua. Ademais, o desenvolvimento do PRINCE2 no Brasil pode contar com o apoio de uma Accredited Training Organization (ATO), a Raro Project Training Center, habilitada pelo Reino Unido para dar suporte aos projetos e cursos no idioma.

Fornece um conjunto enxuto de relatórios

O PRINCE2 prevê a produção de um conjunto reduzido de relatórios, mas suficientes

para o gerenciamento eficiente do projeto. Porém, caso diagnósticos específicos sejam necessários, o método também provê orientações para esse fim.

Trabalha em conjunto com outros métodos

O PRINCE2 pode trabalhar em associação com outros métodos especialistas adotados

pelo mercado ou desenvolvidos internamente pela organização, tais como: SCRUM,

8 | prince2

FEL, UML e metodologias internas.

FEL, UML e metodologias internas. É consistente e maduro O PRINCE2 tem sido testado e refinado,
FEL, UML e metodologias internas. É consistente e maduro O PRINCE2 tem sido testado e refinado,

É consistente e maduro

O PRINCE2 tem sido testado e refinado, nos últimos 40 anos, por governos, empresas

e organizações do terceiro setor. Atingiu-se, após a agregação da experiência

de inúmeros profissionais de projeto, um impressionante nível de excelência, consistência e eficiência em sua aplicação.

Desenvolve a maturidade organizacional

É mais do que comprovado, por meio de diversas pesquisas, que a maioria das

organizações que adotaram o PRINCE2 conseguiram acelerar sua maturidade organizacional em relação ao gerenciamento de projetos. Como consequências desse benefício, tem-se que: 1) todos na organização seguem a mesma abordagem

e falam a mesma língua na área de projetos, 2) os termos e conceitos são divulgados

com mais facilidade, 3) os novos membros da organização têm uma curva de aprendizagem menor, 4) o tempo da gerência sênior é melhor administrado com o uso de um mecanismo do PRINCE2 denominado gerenciamento por exceção, 5) o foco diferenciado permite a entrega dos produtos do projeto dentro dos critérios de qualidade acordados e 6) o business case mantém o foco na viabilidade contínua do projeto.

10 | prince2

10 | prince2
10 | prince2

Casos PRINCE2

Casos PRINCE2
Casos PRINCE2

Como o PRINCE2 já foi aplicado a incontáveis projetos no mundo todo, escolhemos destacar aqui alguns casos para ilustrar esse emprego bem-sucedido do método.

PRINCE2 na UNOPS

A United Nations Office for Project Services (UNOPS) é o escritório de gerenciamento de projetos da Organização das Nações Unidas (ONU), tendo por função fornecer serviços de gerenciamento de projetos sustentáveis em ambientes de construção da paz, humanitários e de desenvolvimento. O lema que adotam é better projects, better lives, ou melhores projetos, melhores vidas.

PRINCE2 nas Olimpíadas de Londres em 2012

Pelas características do evento, a olimpíada é estruturalmente gerenciada como um programa, um conjunto de projetos e demais iniciativas articulados de tal forma que se possa obter benefícios que não seriam possíveis de serem atingidos com somente um projeto. No caso de Londres, em 2012, o gerenciamento do programa foi realizado com o método Managing a Successful Programmes (MSP), elaborado e mantido pelos

mesmos criadores do PRINCE2. Assim, nas olimpíadas, o MSP gerenciou o programa e o PRINCE2
mesmos criadores do PRINCE2. Assim, nas olimpíadas, o MSP gerenciou o programa e o PRINCE2

mesmos criadores do PRINCE2. Assim, nas olimpíadas, o MSP gerenciou o programa e

o PRINCE2 gerenciou cada um dos projetos do programa. Esses dois métodos irmãos

formaram uma verdadeira dobradinha de sucesso no gerenciamento do evento, trazendo resultados que foram gratificantes tanto para os gestores, como para os financiadores, os participantes e a sociedade londrina em geral.

PRINCE2 no governo federal americano

O PRINCE2 é adotado pelo governo federal americano desde 1996, sendo empregado no gerenciamento dos projetos de tecnologia da informação das agências do governo.

A adoção do método pelo governo norte-americano é mais uma prova de que o

PRINCE2 e o PMBOK não são competidores, mas, sim, complementares. O PRINCE2 foi escolhido por ser escalável, gratuito e aplicável a qualquer tipo de projeto.

12 | prince2

Os 4 elementos integrados do PRINCE2
Os 4 elementos integrados do PRINCE2

Os 4 elementos integrados do PRINCE2

O PRINCE2 é formado por quatro elementos integrados, conforme ilustra a figura 1:

os princípios, os temas, os processos e o ambiente do projeto.

princípios, os temas, os processos e o ambiente do projeto. Figura 1 - Os 4 elementos

Figura 1 - Os 4 elementos integrados do PRINCE2 Fonte: Manual do PRINCE2

Esses elementos se complementam e, em conjunto, proveem a estrutura do método. Os princípios fornecem
Esses elementos se complementam e, em conjunto, proveem a estrutura do método. Os princípios fornecem

Esses elementos se complementam e, em conjunto, proveem a estrutura do método. Os princípios fornecem as bases, os temas fornecem os conhecimentos, os processos fornecem o fluxo cronológico e a adequação fornece as adaptações a cada projeto.

Os princípios

Os princípios são os dogmas do método, formando o alicerce sobre o qual se assentarão os demais elementos. Esses dogmas foram garimpados das lições de

sucesso e insucesso analisadas a partir de um grande número de projetos. Portanto, nada no método pode desrespeitar seus sete princípios, que são:

• Contínua justificativa para o negócio;

• Gerenciamento por exceção;

• Gerenciamento por estágios;

• Foco no produto;

• Aprendizado com a experiência;

• Papéis e responsabilidades definidos;

• Adequação ao ambiente do projeto.

Os temas

Os temas, áreas de conhecimento do método que fornecem as explicações detalhadas a respeito dos grandes elementos do gerenciamento de um projeto,

14 | prince2

fornecem os conhecimentos necessários para o desenvolvimento do respectivo projeto. Os sete temas são: business
fornecem os conhecimentos necessários para o desenvolvimento do respectivo projeto. Os sete temas são: business

fornecem os conhecimentos necessários para o desenvolvimento do respectivo projeto. Os sete temas são: business case, organização, qualidade, planos, riscos, mudanças e progresso.

Os processos

Os processos determinam o fluxo cronológico do método e permeiam três níveis de gerenciamento: direção, gerenciamento e entrega. No nível da direção estão os processos para as tomadas de decisão. Já no nível do gerenciamento se encontram os processos responsáveis pela administração do dia a dia do projeto. E no nível da entrega ficam os processos de desenvolvimento dos produtos. Dessa maneira, os três níveis compõem um conjunto de atividades determinadas para direcionar, gerenciar e efetivamente entregar o projeto.

Os sete processos e suas respectivas siglas são:

• Starting Up a Project (SU);

• Directing a Project (DP);

• Initiating a Project (IP);

• Managing a Stage Boundary (SB);

• Controlling a Stage (CS);

• Managing a Product Delivery (MP);

• Closing a Project (CP).

• Closing a Project (CP). O ambiente Por definição, todos os projetos são únicos e trazem
• Closing a Project (CP). O ambiente Por definição, todos os projetos são únicos e trazem

O ambiente

Por definição, todos os projetos são únicos e trazem consigo um certo grau de incerteza, nenhum sendo igual ao outro. Por essa razão, o método deve se adaptar ao projeto, visando fornecer níveis adequados de governança, planejamento e controle. Essa preocupação evita, por exemplo, que o método seja pesado demais para projetos pequenos ou insuficiente para projetos grandes.

16 | prince2

prince2 | 17
prince2 | 17

Certificações PRINCE2

Certificações PRINCE2
Certificações PRINCE2

As certificações PRINCE2 são reconhecidas internacionalmente, abrangência que acompanha a lógica de expansão do PRINCE2 por todos os continentes e mais de 150 países. Atualmente existem mais de 1.4 milhão de profissionais PRINCE2 certificados pelo mundo afora, e esse número só cresce. Confira o crescimento em alguns continentes e países, no período de 2005 a 2012, na figura 2:

e países, no período de 2005 a 2012, na figura 2: Figura 2 - O crescimento

Figura 2 - O crescimento do número de certificações PRINCE2 entre 2005 e 2012

18 | prince2

Note o extraordinário crescimento na Ásia Central, com quase 7000%, e na Ásia Ocidental, com
Note o extraordinário crescimento na Ásia Central, com quase 7000%, e na Ásia Ocidental, com

Note o extraordinário crescimento na Ásia Central, com quase 7000%, e na Ásia Ocidental, com 721%. Outro destaque é o crescimento em países de menor riqueza, como os da África, com 364%. Por fim, vale ressaltar que, mesmo no Reino Unido, onde o PRINCE2 tem sua origem e, portanto, está bastante disseminado, o método ainda conseguiu crescer 34%.

No Brasil, o número de certificados PRINCE2 também cresce. As certificações PRINCE2 disponíveis para aplicação no Brasil são: PRINCE2 foundation e PRINCE2 practitioner. O profissional certificado como foundation mostra possuir conhecimentos básicos sobre o método, isto é, conhece os conceitos, a linguagem e a estrutura do método. Já o profissional certificado practitioner mostra possuir um conhecimento sobre como aplicar o método a um determinado projeto.

Sobre o autor

Sobre o autor
Sobre o autor

PRINCE2 approved trainer e consultor na RARO Project Training Center, empresa especializada em produtos de gerenciamento do Cabinet Office do Reino Unido. Palestrante, autor de artigos e livros sobre gerenciamento de projetos. Autor do livro Workbook PMP: manual de estudo para a certificação. Professor de MBA em Gerenciamento de Projetos e Gestão Empresarial nas principais instituições do país. Como docente, ministrou cursos para mais de 500 turmas, ultrapassando 25 mil participantes. Doutorando em Engenharia pela UFF-RJ e mestre em Administração de Empresas pelo Ibmec-RJ. Certificado como PMP pelo PMI-EUA, PRINCE2 Practitioner pela OGC-England e Master’s Certificate in Project Management pela George Washington University. Pós-graduado em Gestão da Informática pela EAESP/FGV-SP, MBA em Gestão de Projetos pela FIAP-SP e graduado em Ciência da Computação pela UFU-MG.

Contato: alessanpl@gmail.com

20 | prince2

Sobre a RARO

Sobre a RARO
Sobre a RARO

A Raro Project Training Center é uma empresa ATO (Acreditted Training Organization) autorizada pelo governo do Reino Unido a ministrar treinamentos e certificar profissionais nos produtos do Cabinet Office. A empresa já certificou mais de 500 profissionais no mercado brasileiro nos últimos 6 anos. Os cursos de certificação são divididos em duas etapas: pré-curso e curso. No pré- curso, o participante recebe orientações prévias sobre as leituras e os simulados a serem realizados antes do curso, além de receber a senha para assistir aos vídeos online no site da Raro Project Training Center. Esta etapa tem uma carga horária de 20 horas. Já a etapa do curso presencial, que dura 40 horas, dependendo do local, pode ser realizada em uma semana (segunda a sexta-feira) em horário diurno ou em cerca de um mês em horário noturno. Durante as 40 horas presenciais são aplicados os dois exames, PRINCE2 foundation e PRINCE2 practitioner.

E-mail: contatos@raro-training.com.br Telefone: (021) 3045-6371

Sobre a Project Builder

Sobre a Project Builder
Sobre a Project Builder

A Project Builder existe para ajudar empresas a acelerar seu crescimento empregando ferramentas e processos que simplificam sua gestão de projetos para múltiplos clientes. Com mais de uma década de atuação no mercado de gestão de projetos, a PB é reconhecida como provedora do mais bem sucedido software de gerenciamento de projetos no Brasil e no exterior. Hoje atendemos desde os 20 maiores grupos econômicos do Brasil até pequenas empresas e consultores individuais.

22 | prince2

prince2 | 23
prince2 | 23
prince2 | 23