Você está na página 1de 4
Leg gi or CAMARA LEGISLATIVA DO DISTRITO FEDERAL. ' _ Peo 14/2007 PROPOSTA DE EMENDA A LEI ORGANICA N° (Do Senhor Deputado Cabo Patricio e outros) nds cin (107-0 8 Coase caper “CFA in 9 21 OV) wb. Da nova redacio ao art. 222 da Lei Organica do Distrito Federal para assegurar as eleigdes diretas de diretores de escolas como elemento constitutive do principio da gestio PROTOCOLO cerene democratica do ensino publico. PELOne !4 7 OF Fis, NO__O.4 R10 A CAMARA LEGISLATIVA DO DISTRITO FEDERAL decreta: Art. 1° © artigo 222 da Lei Orgénica do Distrito Federal passa a vigorar com a seguinte redagio: “Art, 222. O Poder Pablico asseguraré, na forma da lei, a gestiio democritica do ensino publico, mediante elei¢io direta de diretores de escolas, com a Participacio e cooperagio de todos os segmentos envolvidos no proceso educacional e na definicao, implementagao e avaliacio de sua politica”. Art. 2° O Poder Executivo enviaré 4 Camara Legislativa, no prazo de noventa dias, a contar da data de publicagao desta Emenda a Lei Organica, projeto de lei disciplinando o aqui disposto, elaborado com a participagdo das entidades representativas de alunos, pais, professores e funcionarios das escolas. Art. 3° Esta Emenda a Lei Organica do Distrito Federal entra em vigor na ‘af def} sua publicagao. e-'democratizagao efetiva da gestéo da escola publica ¢ uma das mais brilhantes paginas da hist6ria dos movimentos sociais no Brasil ~__ SAIN= Parque Rural - 70086-900 — Brasilia - DF 7 ‘Telefone: 61 -3966.8120 e 39668121 CAMARA LEGISLATIVA DO DISTRITO FEDERAL PROTOCOLO LEGISLATIVO Pewone_ FA 7 OF Fis, N°__OD RATO PELON? 2007. Rigses diretas para diretores de cscolaspiblicas No bojo do processo de redemocratizagaio do pais, saido de mais de vinte anos de autoritarismo, a Assembléia Nacional Constituinte elaborou nossa atual “Constituiggo Cidada”, nas palavras do grande Ulysses Guimaraes. Nela os movimentos democriticos de trabalhadores em educag&o, tendo frente a aguerrida categoria dos professores, batalhou incansavelmente pela inscrigao do principio da gestéo democratica da escola publica. Avi processo de intensa participagio popular na vida escolar, processo esse que tem grande sa conquista de trabathadores em educagao e de toda a sociedade deflagrou responsabilidade pelos avangos obtidos pela educagio em nosso pais, nos tiltimos anos. A partir de entio, inimeros estados jé adotaram a pritica democratica salutar das eleigdes diretas de diretores de escolas piblicas, a comegar do Distrito Federal, que, diga-se, 0 fez ainda em 1986, repetindo a experiéncia em 1996, sob a Lei N° 957/95, processo infelizmente interrompido a partir de 1999. © povo do Rio Grande do Sul vem ha anos escothendo os diretores das escolas publicas, ancorado nas leis n°s 10,576/95 ¢ 11.695/01 daquele Estado. No Parané, por meio da Lei N° 14,231/2003 daquele Estado, 0 Poder Executivo delegou a comunidade escolar a competéncia para definir, por meio de eleigdes diretas, os diretores das mais de duas mil escolas da rede pablica de ensino, a serem designados pelo Governador. 5 piauienses também jé conquistaram o direito, retirado dos brasilienses, de escolher pelo voto direto os diretores das escolas piblicas ¢ o fazem desde 2003 Também no Rio Grande do Norte, a comunidade escolar elege seus diretores, com base na Lei Complementar N° 290/2005 daquele Estado. E para no ficarmos apenas em exemplos estaduais, na capital do Estado de Santa Catarina, Florianépolis, também é a comunidade escolar que elege os diretores das escol -omo ocorreu recentemente, em 25 de novembro passado. yer Y ‘SAIN — Parque Rural — 70086-900 — Brasilia - DF Telefone: 61 ~ 396.8120 e 39668121 pablicas municipais, Le CAMARA LEGISLATIVA DO DISTRITO FEDERAL ELON" 2007. Hleigdesdiretas para diretores de coco pblicas Esses silo alguns exemplos de que, independentemente de questionamentos juridicos, se houver vontade politica e compromisso sincero dos governantes com a gestiio democratica da escola piblica, nada impede que se consagrem as eleigdes diretas para diretores de escolas como elemento constitutivo daquele principio constitucional. © Plano Nacional de Educagao, de 2001, (Lei Federal N° 10.172/01) reforgou esse caminho, ao dispor que, no exercicio de sua autonomia, cada sistema de ensino hé de implantar a gestio democritica, por meio de “formas de escolha da directo escolar que associem a garantia da competéncia ao compromisso com a proposta pedagégica emanada dos conselhos escolares ¢ a representatividade e lideranga dos gestores escolares”. (grifo nosso). Assim, coerentemente com nossa defesa firme da democratizagiio da educagiio em nosso pais, conclamamos os pares a se empenharem pela aprovagio da presente Proposta de Emenda & Lei Orgnice do Distito Federal PROTOCOLO LEGISLATIVO Pemone th , O+ Fis, NWW_OS Rit A_ DEPUTADO CA} Ents DEPUTADA EI KOKAY-PT AGUINALDO DE JESUS — Sem Partido ALIRIO NETO — PPS AYLTON GOMES - PMN BERINALDO PONTES - PP ‘SAIN — Parque Rural - 70086-900 — Brasilia - DF ‘Telefone: 61 - 39668120 e 39668121