Você está na página 1de 12

PLATAFORMA

VIBRATÓRIA

 Com o proposito de combater a perda de densidade óssea e massa muscular dos astronautas durante a permanência em atmosferas sem ação de força gravitacional. .Como Surgiu?  Desenvolvido na década de 80 na união soviética.

condicionamento físico ou relaxamento. .Conceito É um equipamento usado em programas de reabilitação.

onde os músculos tem que se contrair e relaxar de 30 a 50 vezes por segundo utiliza quase 100% das fibras musculares é menos arriscado e de baixo impacto. .Mais como funciona?  Trata-se de um sistema de biológico estimulação através de vibrações.

desta maneiras os exercícios na plataforma vibratória são importantes para o fortalecimento muscular. estimulação da circulação e queima calórica. .  Duração de cada seção 30 minutos que corresponde a mais ou menos duas horas de malhação na academia. Já quando nos exercitamos de forma convencional apenas 45% das fibras musculares são utilizadas.

há uma maior produção de força e potência. consequentemente. que é transmitida para o corpo estimulando os fusos musculares. .  A ativação dos fusos musculares produz um reflexo vibratório tônico que ativa os motoneurônios alfa e. O princípio da estimulação por vibração se dá por uma estimulação mecânica por meio de vibrações em uma base.

 Auxilia no combate a depressão e estresse.Benefícios  Tonifica os músculos e deixa a pele mais firme.  Auxilia na recuperação pós-parto.  Ganho de força. potência e resistência muscular. reduzindo varicozes estimulando a drenagem linfática.  Melhora a circulação sanguíneas. .  Proporciona o fortalecimento dos tecidos em geral.  Combate as gorduras localizadas e celulites.  Auxilia no combate a hipertensão e colesterol.  Combate doenças articulares e ósseas.  Melhora a coordenação e o equilíbrio.

 Inflamações agudas.  Enxaqueca aguda.  Infecções e/ou febre. .  Feridas pós-operatórias.Contra Indicações  Gestantes.  Artropatia e artroses agudas.  Artrite reumatóide aguda.

 Problemas graves nas costas como hérnia de disco aguda.  Espasticidade.  Vertigem posicional paroxística benigna  Implantes metálicos ou sintéticos como marca-passos. endopróteses vasculares recentes.  Osteoporose severa.  Atrofia de sudek em estado I. . Tromboses agudas ou agravamento dos ataques cardíacos. válvulas cardíacas artificiais.  Tumores com metástases no sistema musculoesquelético.