Você está na página 1de 1

Colégio HMS – Filosofia

Prof. Cláudio Almeida


e-mail: trawn@ig.com.br
http://claudiouff.blogspot.com http://profclaudio.wordpress.com

Aula do dia 3 de fevereiro de 2010.

I – Introdução

Com Sócrates temos uma especial referência acerca do período antropológico, quando
valorizou-se o papel do homem no mundo.

1. No período Pré-socrático, já superando a “simples” cosmogonia, havia o predomínio


temático acerca da descoberta do princípio natural: elemento, ou elementos, associado à
superação do caos original. Fogo, água, terra ou ar, isolados ou em conjunto, eram
potenciais responsáveis por essa transformação.
2. Importante destacar que este princípio natural podia ser revelado pela razão, configurando-
se assim como um elemento racional – e não pelos sentidos.
3. O conceito de physis – a natureza em sua totalidade e atemporal;
4. Já seus frutos, temporários e sujeitos à mudança: kínesis e devir.

II – Sócrates

1. A urbanização e seus reflexos sociais, políticos e culturais;


2. Ao ideal do bom guerreiro contrapõe-se o ideal do bom cidadão;
3. Sofistas = persuasão;
4. “Só sei que nada sei” - o reconhecimento socrático da ignorância, é o ponto de partida para
a reflexão, a descoberta e a obtenção do saber.

III – Conclusão [pendente para a aula da próxima semana]

1. Essência e a questão do Conceito e da Opinião;


2. Conhecer o homem para conhecer o mundo e a si;
3. As questões humanas sob a ótica da razão (racionalismo) ou dos sentidos.