Você está na página 1de 2

INTERPRETAÇÃO E PRODUÇÃO DE TEXTOS APLICADOS AO DIREITO

Período:2º
Carga Horária: 36

Ementa
Interpretação de textos, com temática relacionada ao Direito. A linguagem no texto jurídico: conceito,
importância, características, forma. A função argumentativa da narração. Produção de textos: resumo,
resenha, requerimento, relatório.

Objetivos
Produzir discursos próprios. Articular a correta linguagem jurídica condizente com a proposta apresentada.
Desenvolver uma visão crítica por meio da leitura e da interpretação de variados tipos de texto que envolvam
a temática jurídica.

Metodologia de Ensino
Leitura, compreensão e interpretação de textos que abordem questões relacionadas ao Direito. Trabalhos
individuais e em grupo, contemplando análises de textos jurídicos, charges e recursos visuais. Seminários.
Reescritura de textos. Coletânea de exercícios.

Metodologia de Avaliação
Provas discursivas individuais. Trabalhos teórico-práticos. Trabalho de pesquisa.

Conteúdo programático

UNIDADE 1
A linguagem do texto jurídico
1.1. Conceito;
1.2. Importância;
1.3. Características;
1.4. Escrita e coesão textual;
1.5. Coerência discursiva.

UNIDADE 2
A interpretação, a seleção de conteúdos e a hierarquia de idéias para a elaboração do texto
jurídico:
2.1. Produção de resumo informativo;
2.2. Produção de resenha crítico- reflexiva;
2.3. Hierarquia de idéias para a elaboração do texto jurídico;
2.4. Relatório: estrutura, linguagem e cronologia;
2.5. Requerimento.

UNIDADE 3
A narração no texto jurídico
3.1. Tipos de narrativa: simples e valorada;
3.2.Características da narrativa: figuratividade, transcurso do tempo, paragrafação, tempo verbal,
impessoalidade;
3.3. Função argumentativa da narrativa dos fatos: a questão do ponto de vista do narrador;
3.4. Coerência narrativa;
3.5. Modalização, polifonia e intertextualidade.

Universidade Estácio de Sá – Matriz Curricular Nacional


UNIDADE 4
Princípios da dissertação
4.1. Dissertação expositiva e argumentativa;
4.2. Interpretação de textos com temática jurídica;
4.3. Estratégias de produção do texto dissertativo.

BIBLIOGRAFIA BÁSICA
DAMIÃO, Regina Toledo; HENRIQUES, Antônio. Curso de português jurídico. 9. ed. São Paulo: Atlas, 2004.
FÁVERO, Leonor Lopes. Coesão e coerência textuais. 9. ed. São Paulo: Ática, 2002.

BIBLIOGRAFIA COMPLEMENTAR
BITTAR, Eduardo C. B. Linguagem jurídica. São Paulo: Saraiva, 2001.
CAMARGO, Margarida Maria Lacombe. Hermenêutica e argumentação: uma contribuição ao estudo do Direito.
3. ed. rev. e atual. Rio de Janeiro: Renovar, 2003.
XAVIER, Ronaldo Caldeira. Português no Direito: linguagem forense. 15. ed. rev. e aum. Rio de Janeiro:
Forense, 1999.

Universidade Estácio de Sá – Matriz Curricular Nacional

Você também pode gostar