Você está na página 1de 3

Diesson Costa aula 2 de lgica

Na aula passada vimos o conectivo (e) conhecido como conjuno, veremos hoje,
os demais conectivos .
Disjuno o conectivo ou ().
Sejam duas proposies p e q temos a disjuno quando uma dessas verdadeira
ou falsa. Seu valor lgico pode ser definido pela tabela:
P
V
V
F
F

q
V
F
V
F

Pq
V
V
V
F

Se... Ento (Condicional)


Se ultrapassar a sinalizao de velocidade, ento voc ser multado.
Na tabela s ser falso quando a primeira preposio for verdadeira e a segunda
for falso, caso contrrio ser verdadeiro.
Seu valor lgico pode ser definido pela tabela:

p
V
V
F
F

q
V
F
V
F

pq
V
F
V
V

Se e somente se (bicondicional);

Joaquim casa com Ana se e somente se Ana aceitar o seu pedido de casamento.
S teremos afirmao verdadeira caso as duas preposies sejam verdadeiras ou
falsas.
Seu valor lgico pode ser definido pela tabela:

pq

TD de Lgica Matemtica, Professor Diesson Costa, email:diessonsaga@gmail.com Pgina 1

V
V
F
F

V
F
V
F

V
F
F
V

Ou... ou (disjuno exclusiva); smbolo Ou Fortaleza a stima cidade mais violeta ou Fortaleza a primeira cidade mais
tranqila para se viver.
Basta as duas proposies serem falsas ou verdadeiras que termos que termos o
clculo lgico falso.

Observao:
Tautologia
quando associamos valores lgicos sempre verdadeiros.
Exemplo:
Renato vascano ou Renato no Vascano.
Quantificadores:
So conectivos lgicos que transformam sentenas abertas em sentenas fechadas,
fazendo com que elas se tornem preposies.
Quantificador Universal:
Para todo, para qualquer que seja.

Quantificador Existencial:
Existe

#Bizu
Como negar esses quantificadores fique atento a dica abaixo:
PEA= pelo menos um, existe um, algum.
TD de Lgica Matemtica, Professor Diesson Costa, email:diessonsaga@gmail.com Pgina 2

NETO no= nenhum , todo no .


Temos:
Negao do todo: PEA +NO
Negao do nenhum :PEA
Negao do algum: NETO NO
Exemplo:
Todo professor inteligente.
Negao:
Pelo menos um professor inteligente.

TD de Lgica Matemtica, Professor Diesson Costa, email:diessonsaga@gmail.com Pgina 3